Nefrectomia laparoscópica com portal único Sitracc® em suínos

Fernando Meyer Daniel Joaquim Coutinho Denise Sbrissia e Silva Gouveia Juliana Navarro Lizana Luiz Felipe Dziedricki Sobre os autores

OBJETIVO: Analisar a viabilidade do uso do SITRACC® (portal único) para realização de nefrectomia total e parcial em suínos e descrever as dificuldades técnicas encontradas durante os atos cirúrgicos propostos. MÉTODOS: Foram operados 10 porcos da espécie Landrace, com peso médio de 20 Kg, distribuidos em dois grupos: Grupo A: nefrectomia total à direita e Grupo B: nefrectomia parcial à esquerda. A indução anestésica foi realizada com a administração de tiopental (10mg/Kg) e mantida com halotano. Os procedimentos cirúrgicos foram realizados na sala de Técnica Operatória da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). RESULTADOS: Foram analisados tempo total de cirurgia, tempo de colocação do SITRACC®, perda volêmica e tamanho da peça. Nas primeiras cirurgias realizadas o tempo cirúrgico e o volume do sangramento foram maiores (entre 15 - 43 minutos e entre 120 - 400 ml, respectivamente); à medida que se adquiriu prática com a técnica, esses apresentaram reduções significativas para menos que 15 minutos e 50 ml, respectivamente. A dificuldade encontrada foi na articulação das pinças, porém, não afetou a técnica cirúrgica. Além disso, houve dificuldade na realização da sutura intracorpórea acarretando uma perda volêmica maior. CONCLUSÃO: A nefrectomia total e parcial por acesso umbilical único com uso do SITRACC® é plenamente viável e segura em suínos.

Nefrectomia; Laparoscopia; Suínos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br