Efeitos do envelhecimento na cicatrização da parede abdominal, em ratos

Maria de Lourdes Pessole Biondo-Simões Oreste Terranova Sergio Ossamu Ioshii Karin Soldatelli Borsato Janaína Weingärtner Gustavo Nogueira Patrícia Longhi Sobre os autores

OBJETIVO: Estudar a cicatrização da parede abdominal em ratos adultos jovens e velhos. MÉTODOS: Os ratos adultos jovens tinham em média 110 dias de idade e os velhos 762 dias. Uma laparotomia mediana de 4,0 cm foi feita sob anestesia, seguida de laparorrafia com 2 planos de síntese, isto é, peritônio-músculo-aponevrose e pele, com síntese contínua de fio de náilon 5.0. Os animais foram avaliados com 3, 7, 14 e 21 dias de pós-operatório. A resistência dos dois planos foi avaliada separadamente e a análise histológica feita em cortes preparados pela Hematoxilina-eosina e Sirius red. Análise imunohistoquímica foi realizada empregando PCNA, LCA and CD34. RESULTADOS: A cicatriz da pele ganhou resistência de modo similar nos tempos iniciais, mas as dos animais jovens foram mais resistentes no 21º dia (p=0.0029). A densidade de colágeno total e tipo III foi similar nos dois grupos, porém o colágeno tipo I mostrou-se mais denso nas cicatrizes dos animais jovens no 14.º dia. O infiltrado de células inflamatórias foi maior nas cicatrizes dos animais jovens no 3.º dia (p=0.0190). A reepitelização foi similar e a angiogênese foi mais intensa na pele dos animais jovens, no 14.º dia (p=0.0062). O plano peritônio-músculo-aponevrótico ganhou similar resistência durante as fases iniciais, porém foi mais resistente no 14.º dia (p=0.0005) e no 21.º dia (p=0.0023) nos animais velhos. A densidade de colágeno foi maior nas paredes dos animais velhos no 3.º dia (p=0.0112) e nos animais jovens no 21.º dia (p=0.0348). A reação inflamatória foi mais intensa nas paredes dos animais velhos no 3.º dia (p=0.0060) e a angiogênese mais intensa no 14.º dia (0.0432). CONCLUSÃO: Embora existam diferenças na evolução do processo de cicatrização de jovens e velhos, a idade por si só, não prejudica a cicatrização da parede abdominal, em ratos.

Cicatrização de feridas; Envelhecimento; Parede abdominal; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br