Equipamento nacional de detecção gama intra-operatória na identificação de linfonodo sentinela

Paula Cristina Fada dos Santos Ivan Dunshee de Abranches Oliveira Santos Fábio Xerfan Nahas Renato Santos de Oliveira Filho Lydia Masako Ferreira Sobre os autores

OBJETIVO: Investigar o equipamento nacional de detecção gama intra-operatória na identificação de linfonodo sentinela. MÉTODOS: Foram utilizados 30 ratos machos, adultos jovens. Depois de anestesiados, os animais foram distribuidos em dois grupos de 15 animais cada. O grupo A recebeu radiofármaco dextran 500 - Tc99 e azul patente V e o grupo B, somente azul patente V para realização do mapeamento linfático. Foi realizada a medição da captação radioativa da região de fundo, do sítio de injeção e do linfonodo sentinela ex vivo do grupo A. Após a exérese, cada linfonodo do grupo A e do grupo B foram misturados formando uma nova seqüência aleatória e procedeu a leitura da radioatividade de cada linfonodo com os dois equipamentos. RESULTADOS: O linfonodo sentinela hipercaptante foi identificado pelo equipamento nacional durante as medições da captação radioativa na região do sítio de injeção e linfonodo sentinela ex vivo. O equipamento nacional detectou radiação mesmo nos linfonodos que não receberam o radiofármaco, causando falso positivo, verificado na aplicação dos testes de Mann-Whitney e t pareado de Student. O alfa de Cronbach mostrou alta consistência interna dos dados (0,9416). CONCLUSÕES: O equipamento nacional de detecção gama intra-operatória identifica o linfonodo sentinela e mostra falsos positivos e necessita de aprimoramento.

Biópsia de Linfonodo Sentinela; Equipamento; Projetos de Pesquisa; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br