Translocação bacteriana para o rim na icterícia obstrutiva experimental

Bacterial translocation to kidney in obstructive experimental jaundice

Estudo com o objetivo de verificar a possibilidade de ocorrência de translocação bacteriana para os rins de ratos, após ligadura de colédoco. Foram utilizados 29 ratos Wistar com peso médio de 171 ± 12,6g. Os animais foram divididos aleatoriamente em grupo I (n=14) e grupo II (n=15). Com técnica asséptica, nos ratos no grupo I foi feita ligadura de colédoco com fio de seda nº 3 zeros e no grupo II foi simulada a ligadura com a simples manipulação do colédoco com pinça de Adson ("sham operation"). No 7º dia pós-operatório os animais foram sacrificados e ressecados os rins para exame histopatológico (coloração H.E.) e microbiológico (meios agar sangue e agar MacConkey). Houve crescimento bacteriano de Klebsiela sp em 28,5% dos casos no grupo I e foram observadas alterações histopatológicas significativas no mesmo grupo. As diferenças foram estatisticamente significantes quando foram comparados os 2 grupos (p<0,05). Concluímos que a icterícia obstrutiva em ratos provoca translocação bacteriana para os rins e alterações histopatológicas associadas.

Bactérias; Colestasia; Rim


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br