Existe uma janela terapêutica para a pentoxifilina após o início da pancreatite aguda?

Ana Maria Mendonça Coelho Tiago Alexandre Kunitake Marcel Cerqueira Cesar Machado Joilson Oliveira Martins Rosely Antunes Patzina Luiz Augusto Carneiro D'Albuquerque José Jukemura Sobre os autores

OBJETIVO: Investigar os efeitos da pentoxifilina (PTX) na pancreatite aguda (PA) experimental administrando a droga após a indução da doença. MÉTODOS: Cem ratos machos Wistar foram submetidos à indução da PA através da infusão de taurocolato de sódio e divididos em três grupos: Grupo Sham: sham-operated ratos, Grupo Salina: AP e solução salina, e Grupo PTX: AP e PTX. Solução salina e PTX foram administradas 1 hora após a indução da PA. Três horas após indução da PA os níveis de fator de necrose tumoral (TNF)-α no líquido peritoneal e os níveis séricos de interleucina (IL)-6 e IL-10 foram analisados pelo método de Enzima Imunoensaio (ELISA). A atividade da mieloperoxidase (MPO) foi analisada no pulmão e foram realizadas análises histológicas do pulmão e pâncreas, além do estudo da mortalidade. RESULTADOS: A administração de PTX 1 hora após a indução da PA reduziu significativamente os níveis de TNF-α peritoneal e os níveis séricos de IL-6 e IL-10 quando comparado ao grupo salina. Redução na mortalidade foi observado após o tratamento com PTX comparado ao grupo salina. CONCLUSÃO: A administração de PTX após a indução da PA diminuiu os níveis sistêmicos de citocinas pró-inflamatórias, sugerindo a possibilidade de que existe uma janela terapêutica para PTX após o início do PA.

Pancreatite Aguda; Pentoxifilina; Inflamação; Citocinas; Resposta Inflamatória Sistêmica


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br