Efeito da aplicação tópica da fibronectina em feridas duodenais de ratos

A fibronectina (FN), um componente da grande família das glicoproteínas do plasma e da matriz extracelular, desempenha um importante papel na cicatrização das feridas. OBJETIVO: Avaliar os efeitos da fibronectina na cicatrização de lesões duodenais suturadas, e estabelecer correlação dos parâmetros de cicatrização com os níveis tissulares e séricos da substância. MÉTODOS: Foi realizado estudo experimental com 30 ratos Wistar adultos dividos em dois grupos. No grupo de controle (n=15) uma lesão duodenal suturada foi tratada com aplicação tópica de 1ml de solução 0,9% e no grupo teste (n=15) a lesão duodenal foi tratada com FN 1%. A cicatrização da lesão foi estudada após cinco, sete e dez dias de observação. O estudo histopatológico foi realizado nas colorações hematoxilina-eosina, tricrômico de Masson e reação imunohistoquímica para FN. Um sistema digital de graduação histológica foi usado para obtenção de escores para cada grupo. RESULTADOS: A FN esteve expressada em todas as camadas estudadas do duodeno. Os níveis celular e plasmático da FN aumentaram linearmente com a evolução do processo cicatricial. No grupo teste a FN contribuiu para melhorar a cicatrização das lesões nos três intervalos do estudo, quando se fez a comparação com o grupo de controle. CONCLUSÃO: O uso tópico de FN em feridas duodenais suturadas de ratos melhora a cicatrização mediante o incremento no aparecimento de fibroblastos, colágeno e tecido de granulação. Esta aceleração na cicatrização pode significar um importante papel na consolidação dessas lesões.

Fibronectina; Duodeno; Cicatrização; Imunohistoquímica


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br