Efeitos de diferentes períodos de oxigenação hiperbárica na lesão de isquemia e reperfusão de intestino delgado de ratos

OBJETIVO: Determinar se a oxigenação hiperbárica (OHB) protege a mucosa do intestino delgado de ratos após isquemia e reperfusão. MÉTODOS: 32 ratos machos foram submetidos a clampeamento da artéria e da veia mesentéricas superiores durante 60 minutos (isquemia) seguido de 60 minutos de reperfusão. Após estes procedimentos os animais fora separados em quatro grupos, a saber: grupo I (GI) isquemia e reperfusão (IR); grupo II (GII) submetido a OHB concomitante a isquemia, Grupo III (GIII) submetido a OHB durante a reperfusão e, grupo IV (GIV) submetido a OHB durante o período de isquemia e de reperfusão. A OHB foi realizada em câmara acrílica (2.0 ATA). Após anestesia, fragmentos do intestino delgado (íleo) foram fixados e processados para inclusão em parafina sendo os cortes corados pelo HE. As lâminas foram avaliadas quanto a presença de lesões histopatológicas da mucosa e avaliado a espessura da mucosa. RESULTADOS: A lesão histopatológica da mucosa foi significativamente inferior quando a OHB foi administrada na isquemia (12.6 ± 0.6) em comparação com o IR (21.3 ± 1.8). A OHB não foi efetiva quando aplicada durante a reperfusão (23.1 ± 2.1), ou durante a isquemia e reperfusão (18.7 ± 1.9). A espessura da mucosa foi preservada pela OHB na isquemia (327,50 ± 30.23 µm) em comparação com o IR (172.79 ± 5.95 µm). Nos períodos de reperfusão (162.50 ± 6.05 µm) e a isquemia (296.49 ± 20.01 µm) a mucosa apresentou lesão estrutural. CONCLUSÃO: A oxigenação hiperbárica protege a mucosa intestinal quando realizada durante o período de isquemia.

Oxigenação Hiperbárica; Isquemia; Intestino Delgado; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br