Efeito de lesão cerebral hipóxico-isquêmica isolada no esvaziamento gástrico de uma solução salina em ratos

OBJETIVO: Avaliar o efeito de lesão cerebral hipoxico-isquêmica sobre esvaziamento gástrico (EG) de líquidos em ratos. MÉTODOS: Cinqüenta e dois ratos Wistar com seis semanas de idade e pesando entre 100g e 150g foram divididos em três grupos. Um grupo Controle (C), um grupo Sham (S) de 18 animais submetidos a manipulação da artéria carótida esquerda sem ligadura e um grupo Hipoxico-isquêmico (HI) que consistiu de 18 animais submetidos a ligadura cirúrgica da artéria carótida esquerda e exposição a ambiente hipóxico por três horas. Metade dos animais foi estudada no terceiro dia pós-procedimento (Precoce) e a outra metade no 14º dia pós-procedimento (Tardio). O EG de uma solução salina foi avaliado por uma técnica de infusão usando a fenolsulftaleína como um marcador. RESULTADOS: Após o procedimento de HI, todos os animais apresentaram ptose palpebral à esquerda e seis animais mostraram leve desvio da marcha. O exame histológico do cérebro confirmou lesão cerebral em todos os animais do grupo HI. Não foi observada diferença estatística significativa entre os valores médios da retenção gástrica dos três grupos nem nas observações Precoces nem nas Tardias. CONCLUSÃO: A lesão cerebral difusa isolada provocada por um episódio HI não esta associada com retarde de esvaziamento gástrico de uma refeição líquida não calórica.

Esvaziamento Gástrico; Refluxo Gastroesofágico; Solução Salina Hipertônica; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br