Audiology - Communication Research, Volume: 19, Issue: 4, Published: 2014
  • Editorial Editorial

  • Epidemiological surveillance instruments: terminological and conceptual issues Editorial Convidado

  • Translation and cultural adaptation of Brazilian Detailed Assessment of Speed of Handwriting: conceptual and semantic equivalence Original Articles

    Cardoso, Monique Herrera; Henderson, Sheila; Capellini, Simone Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Realizar a tradução e a adaptação cultural do Detailed Assessment of Speed of Handwriting (DASH) para a população brasileira. Métodos (1) Avaliação de equivalências conceitual e de itens e (2) Avaliação da equivalência semântica, que envolveu as etapas de (2a) Tradução, (2b) Retradução, (2c) Revisão pelo comitê de juízes e (2d) Pré-teste. A etapa 2a foi realizada por dois profissionais e a 2b por outros dois profissionais; na etapa 2c foi composto por um comitê de juízes fonoaudiólogas, pedagogas e terapeutas ocupacionais e a 2d foi realizada com 32 escolares, sendo quatro de cada faixa etária (de 9 a 16 anos). Resultados (1) Verificou-se que os conceitos e os itens são equivalentes nas duas culturas (britânica e brasileira). Na etapa 2a, observou-se que, em duas tarefas do procedimento original, foi utilizada uma frase classificada como pangrama na língua inglesa. Diante disso, ao se realizar a unificação das traduções, foi feita uma adaptação da frase para um pangrama na língua portuguesa. Na etapa 2b, verificou-se que a tradução foi válida e na 2c, todas as versões produzidas foram consolidadas em uma única versão, em português, que foi aplicada aos escolares. Na etapa 2d, constatou-se aceitabilidade e compreensão dos escolares nas tarefas propostas e valor de consistência interna de 0,701, ou seja, variabilidade satisfatória. Conclusão O DASH pode ser aplicado na população brasileira. Entretanto, novos estudos estão sendo desenvolvidos, com o objetivo de propiciar maior confiabilidade e validade ao instrumento.

    Abstract in English:

    Purpose To perform the translation and cultural adaptation of the Detailed Assessment of Speed of Handwriting (DASH) for the Brazilian population. Methods (1) Evaluation of conceptual and items equivalence, and (2) Semantic equivalence, including the steps of (2a) Translation, (2b) retranslation, (2c) Review by the committee of judges and (2d) Pre-test. The second step was carried out by two professionals and 2b by two other professionals, 2c was formed by speech therapists, occupational therapists and educators and the 2d was carried out with 32 students, four from each age group (9-16 years old). Results (1) It was found that the concepts and items are equivalent in both cultures (British and Brazilian). In the second stage it was found that two tasks in the original procedure, pangrama classified as a phrase in the English language is used. Therefore, when performing unification of translations, an adjustment was made for the phrase pangrama in Portuguese. In 2b showed that the translation was valid and 2c was consolidated all versions produced in a single version in Portuguese, which was applied in school. In 2d there was acceptance and understanding of the students in the proposed tasks and internal consistency value of 0.701, others words, satisfactory variability. Conclusion This procedure can be applied in the Brazilian population, however new studies are being developed with the objective of providing greater reliability and validity of the instrument.
  • Phonological impairment and short-term memory in school-aged children with specific language impairment Artigos Originais

    Cáceres-Assenço, Ana Manhani; Brasil, Priscilla Donaire; Befi-Lopes, Debora Maria

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Caracterizar a alteração fonológica e o desempenho na memória de curto prazo fonológica de escolares com distúrbio específico de linguagem (DEL), além de investigar se há correlação entre essas variáveis. Métodos O grupo foi composto por 15 escolares com DEL, de ambos os gêneros (14 meninos), com idades variando entre 7 anos e 12 anos e 11 meses. Todos estavam em terapia fonoaudiológica. A alteração fonológica foi caracterizada pela Porcentagem de Consoantes Corretas Revisada (PCC-R) das provas de Fonologia do ABFW. A memória de curto prazo fonológica foi avaliada a partir da porcentagem de acertos na similaridade e na extensão das pseudopalavras do Teste de Repetição de Pseudopalavras. A correlação foi investigada a partir do PCC-R, em cada prova, e da porcentagem total de acertos na repetição das pseudopalavras. Resultados Não houve diferença entre o PCC-R na nomeação de figuras e na imitação de palavras e o desempenho na memória de curto prazo fonológica foi melhor quando a similaridade das pseudopalavras era maior e o número de sílabas menor. Houve correlação positiva entre a fonologia e a memória de curto prazo fonológica. Todavia, enquanto o desempenho na fonologia esteve próximo do máximo de acertos possíveis, na memória de curto prazo o desempenho médio não alcançou a metade dos acertos possíveis. A média de acertos na porcentagem de consoantes corretas foi superior a 85%. Conclusão O desempenho dos escolares com DEL na memória de curto prazo fonológica diferiu quanto à similaridade e à extensão das pseudopalavras. Constatou-se ainda correlação positiva entre estas variáveis.

    Abstract in English:

    Purpose To characterize phonological impairment and short-term memory performance of school-aged children with specific language impairment (SLI) and investigate the possible correlations between these variables. Methods The group comprised 15 school-aged children of both genders (14 boys) with SLI, aged between 7 years and 12 years and 11 months. They were all undergoing speech therapy. To verify phonological impairment, the tasks of naming and imitation from the phonology test were used and based the calculus of percentage of correct consonants reviewed (PCC-r). Phonological short-term memory was assessed by the Test of Pseudoword Repetition. Results There was no difference in PCC-R accuracy between picture naming and word imitation tasks. Phonological short-term memory performance was better for pseudowords that showed greater similarity and had fewer syllables. A positive correlation was observed between phonology and phonological short-term memory; however, while phonological performance approached the maximum number of possible correct answers, the average short-term memory performance did not reach half of the possible correct answers. PCC-r mean correct answer was higher than 85%. Conclusion Phonological short-term memory performance of school-aged children with SLI differs according to word similarity and pseudoword extensions, since positive correlations between these variables were observed.
  • Characteristics of fricatives consonants orthography in Brazilian children Original Articles

    Paschoal, Larissa; Pezarini, Isabela de Oliveira; Vaz, Suellen; Chacon, Lourenço

    Abstract in Portuguese:

    Objetivos (1) descrever o desempenho ortográfico de crianças no registro das consoantes fricativas em posição de ataque silábico simples; (2) verificar a influência do acento na ocorrência de erros; (3) categorizar a tipologia dos erros encontrados. Métodos Foram selecionadas produções textuais de 15 crianças, que cursaram a 1ª série do Ensino Fundamental no ano de 2001, referentes a 14 propostas temáticas. Dessas produções, foram selecionadas todas as palavras com ocorrência de consoantes fricativas em posição silábica de ataque simples. Essas ocorrências foram distribuídas em acertos e erros, organizados conforme aparecessem em sílabas pretônicas, tônicas, postônicas, monossílabos átonos e monossílabos tônicos. Resultados Observou-se (1) predomínio de acertos em relação a erros; (2) não relevância do acento no registro não convencional das fricativas; (3) maior ocorrência de substituições fonológicas, seguidas de ortográficas e, em menor número, omissões; (4) predomínio de erros dentro da classe fonológica das fricativas. Conclusão O grupo de crianças estudado, ainda que em início de alfabetização, já se mostra bastante estável no registro dos grafemas que remetem aos fonemas fricativos. Observou-se que o erro parece ser motivado, principalmente, pela dificuldade dessas crianças com as convenções ortográficas do Português Brasileiro.

    Abstract in English:

    Purpose (1) describe children’s orthographic performance in the record of fricative consonants in a position of simple syllabic attack; (2) verify the influence of the accent in errors occurrence; and (3) categorize the kind of errors found. Methods Fifteen children’s text productions were selected, they attended the First grade of Primary School in 2001, referred to 14 thematic proposals. From these productions, all the words with occurrence of fricative consonants in syllabic position of simple attack were selected. These occurrences were distributed in hits and errors, these were, then, organized according to the appearance in pre-tonic, tonic and post-tonic syllables, unstressed monosyllables and tonic monosyllables. Results It was noted that (1) a predominance of hits compared to the errors; (2) the non-relevance of the accent in the record of unconventional fricatives; (3) higher occurrence of phonological substitutions, followed by the orthographical ones and, finally, in lower number, omissions; (40 predominance of errors inside the fricative phonological class. Conclusion The group of children studied, even in the beginning of literacy, already shows very stable in the record of graphemes that is sent to the fricative phonemes. At last, it was observed that the errors seems to be motivated, mainly, by the difficulty of these children with the spelling of PB.
  • Description of the articulatory gestures concerned in the production of the sounds /r/ and /l/ Artigos Originais

    Barberena, Luciana da Silva; Keske-Soares, Márcia; Berti, Larissa Cristina

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Investigar os dados de natureza articulatória de consoantes líquidas e a coarticulação dessas consoantes diante da produção de diferentes contextos vocálicos, em adultos falantes típicos do Português Brasileiro (PB). Métodos Participaram da pesquisa cinco adultos com idades entre 25 e 37 anos. Os gestos articulatórios foram capturados pelo ultrassom Modelo DP-6600 e analisados por meio do software AAA (Articulate Assistant Advanced). Foram selecionados três pares de palavras com os sons /r/ e /l/, em Onset Medial, em diferentes contextos vocálicos: /a/, /i/, /u/. Todas as palavras foram representadas por figuras, incluídas em uma mesma frase veículo. As imagens dos gestos articulatórios visualizadas no ultrassom corresponderam aos frames relativos à elevação máxima da ponta da língua nas produções de /r/ e /l/. Resultados /r/ e /l/ apresentaram dois gestos simultâneos: ponta e corpo da língua. A vogal /i/, em contexto seguinte ao /r/, e a vogal /u/, em contexto seguinte ao /l/, proporcionaram maior grau de constrição da ponta e do corpo da língua, respectivamente. Conclusão Os segmentos pesquisados apresentaram duplos gestos de língua. A coordenação dos gestos de /r/ e /l/, associados aos diferentes contextos vocálicos, revelou diferentes configurações.

    Abstract in English:

    Purpose Analyze the data of the nature articulatory of liquid consonants and the coarticulation of different contexts vowel production with the use of ultrasound with a focus on the Gestural Phonology in the speaker typical adults from the Brazilian Portuguese. Methods Participated in the survey five adults, aged 25 and 37 years. Three pairs of words were selected with the sounds /r/ and /l/, in Onset Medial, in different vowel contexts: /a/, /i/, /u/. The recordings of tongue images were made with the Portable Ultrasound Model DP- 6600. All the words were represented in images included in the same vehicle sentence. The articulatory gestures were captured by the ultrasound and analyzed by AAA software (Articulate Assistant Advanced). The images of articulatory gestures viewed in ultrasound corresponded of frames to the maximum elevation of the tongue tip in the production of /l/ and /r/. Results /r/ and /l/ have two gestures simultaneous: tip and body of tongue. The vowel /i/ following the /r/ and vowel /u/ following the /l/ showed higher degree of constriction in the tip and body of tongue, respectively. Conclusion The segments researched present doubles gestures of tongue. The coordination of gestures of /r/ and /l/ associated with different vowel contexts reveals different gestural configurations.
  • Clinical risk indicators for early childhood development questionnaire: evaluation of the sensibility for autism spectrum disorders Artigos Originais

    Machado, Fernanda Prada; Lerner, Rogerio; Novaes, Beatriz Cavalcanti de Albuqerque Caiuby; Palladino, Ruth Ramalho Ruivo; Cunha, Maria Claudia

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Avaliar a sensibilidade do IRDI-questionário para pais, para rastreamento de transtornos do espectro do autismo. Métodos Participaram do estudo 72 sujeitos, familiares de crianças na faixa etária de 2 anos e 11 meses a 7 anos e 7 meses, divididos em dois grupos: grupo pesquisa e grupo controle. O IRDI-questionário foi aplicado nos dois grupos estudados e a CARS-BR foi aplicada no grupo pesquisa. Os dados foram submetidos à análise estatística e, para a validade, foi realizado o coeficiente de correlação de Pearson, entre o IRDI-questionário e a CARS-BR, somente para o grupo pesquisa. Na definição do ponto de corte do escore gerado pelo instrumento IRDI-questionário, foi utilizada a curva ROC e calculados os valores de sensibilidade, especificidade e valor preditivo positivo. Na análise de concordância para o IRDI-questionário, foi utilizado o coeficiente de Kappa e concordância total. Resultados O IRDI-questionário mostrou-se de fácil aplicação, rapidez no preenchimento e baixo custo. A análise da consistência interna das questões do instrumento apresentou bom índice. Na comparação com a CARS-BR, apresentou correlação positiva. A análise da curva ROC identificou bom desempenho. Conclusão A avaliação da sensibilidade do instrumento, para fins de rastreamento de transtornos do espectro do autismo, mostrou bons índices, a partir do ponto de corte estabelecido no estudo.

    Abstract in English:

    Purpose To assess the sensitivity of the Clinical Risk Indicators for Early Childhood Development (IRDI) questionnaire for parents in identifying autism spectrum disorders. Methods Seventy-two subjects, which comprised parents of children aged 2 years 11 months to 7 years 7 months, participated in the study divided into two groups, namely the study and control groups. The IRDI questionnaire was administered in both groups, and the CARS-BR was applied in the study group. The data were subjected to statistical analysis, and the Pearson correlation coefficient between the IRDI questionnaire and CARS-BR was performed only for the study group to calculate validity. In defining the cutoff score generated by the IRDI questionnaire, the receiver-operating characteristic (ROC) curve was used, and sensitivity, specificity, and positive predictive value were calculated. In the reliability analysis for the IRDI questionnaire, the Kappa coefficient and overall concordance was used. Results The IRDI questionnaire was easy to use, quick to complete, and inexpensive. Analysis of the internal consistency of the questions of the instruments presented good content. The IRDI questionnaire was positively correlated with the CARS-BR. The ROC curve analysis revealed good performance. Conclusion The evaluation of the sensitivity of the instrument for purposes of identifying autism spectrum disorders showed good performance according to the established cutoff point in the study.
  • Quality of life in aphasia: differences between fluent and non-fluent aphasic Augmentative and Alternative Communication users Original Articles

    Bahia, Mariana Mendes; Chun, Regina Yu Shon

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Investigar e comparar a qualidade de vida de afásicos fluentes e não fluentes. Métodos Trata-se de pesquisa prospectiva, quantitativa, transversal, cuja amostra se constituiu de 11 sujeitos afásicos (5 não fluentes, usuários de comunicação suplementar e/ou alternativa e 6 fluentes, não usuários de comunicação suplementar e/ou alternativa. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de um questionário específico de qualidade de vida, entrevista estruturada e aplicação da escala de Rankin modificada. Resultados Na comparação dos grupos estudados, os afásicos não fluentes apresentaram escores de Rankin e de qualidade de vida menores do que os fluentes e as maiores diferenças referiram-se aos domínios de linguagem e função do membro superior. Os domínios mais prejudicados pelo acidente vascular cerebral foram linguagem, relações sociais e modo de pensar, para os afásicos não fluentes, e comportamento, relações sociais e modo de pensar, para os fluentes. Todos os sujeitos relataram que sua qualidade de vida piorou após o acidente vascular cerebral, sendo que linguagem e cuidados pessoais foram apontados como os aspectos que mais mudaram, após o episódio lesional. Conclusão Os achados mostram relação entre gravidade da afasia e funcionalidade do indivíduo, indicando que, no geral, os afásicos não fluentes apresentam qualidade de vida pior do que os fluentes. As diferenças não são homogêneas nos diversos domínios de qualidade de vida.

    Abstract in English:

    Purpose To investigate and to compare quality of life (QOL) in fluent and non-fluent aphasics. Methods This is a prospective, quantitative, and transversal study. We included 11 stroke patients with aphasia (five non-fluent aphasics augmentative and alternative communication users and six fluent aphasics). Data was gathered from the Stroke Specific Quality of Life Scale (SS-QOL), a structure interview, and The Modified Rankin Scale. Results The non-fluent aphasics presented poorer Rankin and quality of life than the fluent aphasics. The major difference occurred in the fields of language and upper extremity function. The three most affected domains in non-fluent aphasics were language, social roles, and thinking, whereas in the fluent aphasics were personality, social roles, and thinking. All the subjects referred a worse quality of life after stroke. The domains of language and self-care were identified as the most affected after stroke. Conclusion This study demonstrated that, in general, non-fluent aphasics have lower quality of life than fluent aphasics. However, this difference is not homogeneous among the several quality of life domains. Additionally, this research evidences a relationship between aphasia severity and individual functionality, implying impairment in quality of life, especially for non-fluent aphasics.
  • Biological and socio-cultural factors in the assessment of receptive vocabulary in oral Portuguese of post-lingual hearing impaired Artigos Originais

    Palácios, Thiliê; Oliveira, Letícia Neves de; Chiossi, Júlia Santos Costa; Soares, Alexandra Dezzani; Chiari, Brasília Maria

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Avaliar o vocabulário receptivo em deficientes auditivos pós-linguais, analisando a influência de fatores biológicos e socioculturais. Métodos Realizou-se um estudo transversal com 78 indivíduos deficientes auditivos, com perda auditiva pós-lingual, neurossensorial, simétrica e idade entre 12 e 70 anos (média= 51,3 ± 21,6; mediana=53), usuários do português brasileiro como primeira língua. Foram levantados dados socioculturais, incluídos o nível de escolaridade e o hábito de leitura, e as características da perda auditiva e do dispositivo auditivo eletrônico utilizado (AASI ou Implante Coclear). Para a avaliação do vocabulário receptivo, foi utilizado o Teste de Vocabulário por figura, USP–Tvfusp92o. Resultados O desempenho médio dos deficientes auditivos no teste de vocabulário receptivo foi de 82,9 pontos (DP=26,0), apresentando correlação significativa com a escolaridade, hábito de leitura e uso de dispositivos auditivos eletrônicos. Quando comparados aos resultados normativos do teste, 51,8% dos deficientes auditivos demonstraram vocabulário receptivo classificado como rebaixado ou muito rebaixado. Conclusão Os fatores socioculturais, escolaridade e hábito de leitura e o uso de dispositivos eletrônicos influenciam positivamente o vocabulário receptivo oral. Já os fatores biológicos idade, grau da deficiência e tempo de aquisição da deficiência auditiva não tiveram influência sobre o mesmo. A maior parte dos participantes da amostra teve desempenho rebaixado ou muito rebaixado, quando comparados a ouvintes de 7 a 10 anos.

    Abstract in English:

    Purpose Assess the receptive vocabulary in postlingual hearing impaired patients, regarding the influence of biological and sociocultural factors. Methods We conducted a cross-sectional study, with 78 hearing impaired individuals diagnosed with sensorineural, symetric, postlingual hearing loss; and age between 12 and 70 years (mean=51.3±21.6; median=53), who speak brazilian portuguese as first language. We raised data about sociocultural status, hearing loss and hearing aids characteristics. The “Teste de Vocabulário por figura USP–Tvfusp92o”, in portuguese, was used to evaluate the receptive vocabulary. Results The hearing impaired individuals mean score in the recepetive vocabulary test was 82.9 (SD=26.0), showing significant correlaton with the educational level, reading habits and the use of a hearing aid. When compared with the test normative data, 51,3% of the hearing impaired scored as having poor or very-poor receptive vocabulary. Conclusion Sociocultural factors, as educational level and reading habit, and the use of a hearing aid have a positive influence on receptive vocabulary. By other side, biological factors as age and hearing loss characteristics did not demonstrate this influence. Mostly of hearing impaired subjects had worst scores in the receptive vocabulary test when compared to normal-hearing individuals, from seven to ten years old.
  • Analysis of informative material stored in DVD in the hearing aid adaptation of elderly users Artigos Originais

    Campos, Karis de; Maximino, Luciana; Oliveira, Jerusa Roberta Massola de; Pardo-Fanton, Cássia de Souza; Blasca, Wanderléia Quinhoneiro

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Verificar a eficácia do DVD “Conhecendo e Aprendendo sobre meu Aparelho Auditivo” como ferramenta no processo de adaptação do aparelho de amplificação sonora individual (AASI) em idosos. Métodos Participaram dessa pesquisa 27 indivíduos, divididos em dois grupos: grupo controle, que recebeu as orientações fonoaudiológicas e o manual técnico de instruções que acompanhava o AASI retroauricular adaptado; e grupo experimental, que recebeu as mesmas orientações do grupo controle, acrescidas do referido DVD. A eficácia do DVD foi mensurada por meio do instrumento específico de habilidades de manuseio com o AASI Practical Hearing Aid Skills Test, usando-se análise estatística-descritiva e o teste não paramétrico de Mann-Whitney. Resultados O grupo experimental obteve melhor desempenho nas tarefas de limpeza do AASI e molde auricular, manipulação do controle de volume, manuseio da bobina telefônica e posicionamento correto do telefone na orelha. Não houve diferença entre os desempenhos do grupo controle e grupo experimental, no Practical Hearing Aid Skills Test. A maioria do grupo experimental afirmou estar muito satisfeita com as informações contidas no DVD. Conclusão Foi observada tendência de melhora, no grupo experimental, quanto à compreensão do conteúdo sobre o AASI, devido ao uso do DVD e elevado grau de satisfação desse grupo com o instrumento, confirmando ser um material possível de ser utilizado durante o processo de adaptação do AASI.

    Abstract in English:

    Purpose To verify the effectiveness of the DVD “Knowing and Learning about my Hearing Aid” as a tool in the hearing aid (HA) adaptation process in the elderly. Methods A total of 27 individuals, divided in two groups, participated in this study: a control group, which received the audiological guidance and the technical instruction manual accompanying the adapted behind-the-ear hearing aids; and an experimental group, which received the same guidance as the control group, plus the DVD. The effectiveness of the DVD was measured through a specific tool that evaluates the skills to manipulate the HA, the Practical Hearing Aid Skills Test, using descriptive statistics analysis and the non-parametric Mann-Whitney test. Results The experimental group obtained a better performance in the tasks of cleaning the hearing aid and the earmold, manipulating the volume control, handling the telecoil and correctly placing the phone in the ear. No difference was found between the performances of the control group and the experimental group in the Practical Hearing Aid Skills Test. Most of the experimental group affirmed to be very satisfied with the information stored in the DVD. Conclusion An improvement trend was observed in the experimental group regarding the understanding of the content about the HA, due to the use of the DVD, and a high level of satisfaction was observed among the participants of this group with the tool, which confirms such material is a tool possible to be used during the HA adaptation process.
  • Characterization of tongue pressure in the elderly Artigos Originais

    Magalhães Junior, Hipólito Virgílio; Tavares, Juliana Carvalho; Magalhães, Amanda Almeida Batista; Galvão, Hébel Cavalcanti; Ferreira, Maria Angela Fernandes

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Caracterizar a pressão da língua em idosos. Métodos Estudo transversal, com a participação de 45 idosos, de 61 a 96 anos, sendo 34 (75,6%) do gênero feminino e 11 (24,4%) do masculino, sem distúrbios neurológicos e cognitivos, sem histórico de câncer de cabeça e pescoço e de procedimento radioterápico. Consistiu na aplicação de questionário, com registro da presença ou ausência de queixa de problemas na deglutição, seguido da avaliação miofuncional orofacial, enfocando a mobilidade e tensão de língua. Para a mensuração da pressão da língua, foi utilizado o Iowa Oral Performance Instrument (IOPI). A análise dos dados foi descritiva, com nível de significância de 5%. Resultados A média do pico pressórico foi de 44,6 KPa (±16), com os valores mínimo e máximo entre 9 e 88 KPa. Houve correlação moderada negativa entre pico pressórico e idade. Os longevos apresentaram a menor média de pico pressórico e inferior ao padrão de normalidade. Houve diferença entre a média de pico pressórico e uso de próteses, tensão de língua e mobilidade de língua no estalo. Conclusão Houve diminuição moderada do pico pressórico da língua com o aumento da idade e redução pressórica com o decréscimo da tensão da língua e de sua mobilidade no estalo. Em contrapartida, os valores de pico foram maiores nos idosos que utilizam próteses dentárias, quando comparados aos que destas não fazem uso.

    Abstract in English:

    Purpose To characterize tongue pressure in elderly individuals. Methods This was a cross-sectional study involving 45 individuals aged between 61 and 96 years old (34 [75.6%] women; 11 [24.4%] men) with no neurological or cognitive disorders, no history of head or neck cancer, and no history of radiotherapy. The subjects were surveyed with a questionnaire that recorded the presence or absence of complaints about swallowing problems and an orofacial myofunctional evaluation, which examined the movement and tension of the tongue. The Iowa Oral Performance Instrument (IOPI) was used to measure tongue pressure. The data analysis was descriptive, with significance set at the 5% level. Results The mean pressure peak was 44.6 kPa (±16), with minimum and maximum values of 9 and 88 kPa, respectively. Pressure peak and age were moderately and negatively correlated. The oldest subject had the lowest average pressure peak, which was less than the normal range. The mean pressure peak differed according to the use of dentures, tongue pressure, and tongue mobility during clicking. Conclusion The pressure peak and the pressure of the tongue decreased moderately with increasing age, decreasing tongue tension, and mobility during clicking. In contrast, the pressure peak values were higher in the elderly who used dentures than those who did not.
  • Spectrographic analysis of the effect of vocal warm-up on the voice of choir girls Original Articles

    Falcão, Lília Maria Gomes; Masson, Maria Lúcia Vaz; Oliveira, Gisele; Behlau, Mara

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Analisar o efeito imediato do aquecimento vocal em crianças cantoras, por meio de análise acústica espectrográfica. Métodos Estudo de natureza experimental com 14 meninas de um coro infantil amador, com idades entre 9 e 12 anos. Foi realizada avaliação acústica espectrográfica antes e após a utilização de um programa de aquecimento vocal, em uma sequência hierarquizada de atividades, incluindo exercícios corporais, treino respiratório e articulatório, exercícios de produção vocal com escalas ascendentes e descendentes e sons facilitadores. Foi realizada gravação da vogal sustentada /Ɛ:/ nos momentos pré e pós-aquecimento vocal, para análise espectrográfica dos seguintes parâmetros: instabilidade do traçado, ruído nas frequências baixas e altas, bifurcação de frequência, série de harmônicos, presença de ataque vocal brusco, quebras de frequência e de sonoridade. Também foi analisada a média da frequência fundamental. Resultados Não foram encontradas diferenças em relação ao efeito do aquecimento vocal entre os momentos pré e pós-aquecimento, porém, no momento pós-aquecimento vocal, observou-se correlação negativa de grau bom entre número de harmônicos e ruído nas frequências altas. Conclusão O aquecimento vocal em meninas coristas produziu maior riqueza no espectro acústico, indicando provável melhora na coaptação glótica, ou em ajuste do trato vocal.

    Abstract in English:

    Purpose To analyse the immediate effect of a vocal warm-up program on children that sang in a choir by means of spectrographic analysis. Methods Experimental study consisting of 14 girls from an amateur children’s choir, aged 9 to 12 years. Acoustic spectrographic analyses were performed before and after a specific vocal warm-up program, consisting of a hierarchical sequence of body exercises, respiratory and articulation training, vocal exercises, ascending and descending musical scales and facilitating sounds. The speech material for spectrographic analysis was the sustained /Ɛ:/ vowel, pre and post warm-up program. The selected acoustic parameters were instability of trace, noise at low and high frequencies, frequency bifurcation, harmonics series, presence of a hard vocal attack, pitch and voice breaks, and mean fundamental frequency. Results No significant differences were found regarding the effect of the vocal warm-up when pre and post data were compared. However, there was a negative correlation between the level of harmonics and noise in the high frequencies post warm-up. Conclusion The vocal warm-up program implemented for children that sang in choirs produced a richer acoustic spectrum that may indicate enhanced glottic closure or vocal tract adjustment.
  • Vocal acoustic and auditory-perceptual measures, vocal complaints and professional characteristics of teachers from the city of Santa Maria (Rio Grande do Sul), Brazil Original Articles

    Ribeiro, Vanessa Veis; Cielo, Carla Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Descrever e correlacionar medidas vocais perceptivo-auditivas e acústicas, queixas vocais e características profissionais de um grupo de professoras. Métodos Noventa e nove mulheres, entre 20 e 66 anos, professoras do ensino fundamental, realizaram análise vocal perceptivo-auditiva (CAPE-V) e acústica (Multi-Dimensional Voice Program Advanced) e responderam a questionário, contendo dados de identificação, saúde geral, ocupacionais e queixas vocais. Foram aplicados os testes estatísticos Correlação de Pearson e ANOVA. Resultados As professoras trabalhavam, em média, 6,98horas por dia e atuavam como docentes há 12,91 anos, aproximadamente. A maioria apresentou queixas vocais e pertencia à rede de ensino particular. Os parâmetros perceptivo-auditivos estiveram normais. Todas as medidas de jitter, shimmer, segmentos surdos ou não sonorizados e sub-harmônicos mostraram-se acima da normalidade, bem como desvio-padrão da frequência fundamental e índice de fonação suave. Observou-se correlação positiva entre perturbação de frequência e idade, rugosidade, soprosidade e grau geral da voz com idade e tempo de atuação profissional. Observou-se correlação negativa entre perturbação da amplitude e uso diário da voz. Conclusão A voz das professoras foi considerada normal pela avaliação perceptivo-auditiva, mas houve detecção de ruído e instabilidade na análise acústica, com predomínio de queixas vocais, bem como alteração de medidas acústicas e perceptivo-auditivas, com o aumento de idade e tempo de profissão.

    Abstract in English:

    Purpose Describe and correlate acoustic and auditory-perceptual vocal measures, vocal complaints and professional characteristics of a group of teachers. Methods Ninety-nine female primary school teachers, aged 20 to 66 years, underwent auditory-perceptual (CAPE-V) and acoustic (Multi-Dimensional Voice Program Advanced) vocal assessments, and answered a questionnaire with questions about personal identification, overall health, occupational activities and vocal complaints. The ANOVA and Pearson’s correlation statistical tests have been applied. Results The teachers worked 6.98 hours a day, on average, and had been working as teachers for 12.91 years, approximately. Most of them reported vocal complaints and were employed in private schools. Auditory perceptual parameters were normal. All measures of jitter, shimmer, voiceless or unvoiced and subharmonic segments were above the normal range, as well as the standard deviation for fundamental frequency and soft phonation index. Perturbation frequency and age, roughness, breathiness and overall degree of voice were positively correlated with age and length of professional practice. There was also a negative correlation between amplitude perturbation and daily use of voice. Conclusion The teachers’ voices were considered as normal by the auditory-perceptual assessment, but noise and instability were detected in the acoustic analysis; there were, particularly, vocal complaints, and alteration of vocal acoustic and auditory-perceptual measures with increasing age and length of professional practice.
  • Analysis of teacher working environment: factors that influence the voice Original Articles

    Cediel, Melissa Rincón; Neira, Javier Alfonso Reyes

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Identificar os fatores do ambiente de trabalho que influenciam na produção de voz de professores do ensino fundamental, e o impacto de repouso vocal e da metodologia utilizada para ensinar. Métodos Foi realizada uma pesquisa quantitativa de tipo correlacional com um desenho não experimental transversa. Foram aplicados um questionário estruturado de autopreenchimento e outro preenchido por um avaliador, envolvendo 90 professores do ensino fundamental. Foram consideradas as seguintes variáveis: tamanho da sala de aula, ruído, número de alunos, produtos químicos, temperatura, disciplina, metodologia e tempo que fala em sala de aula. A análise dos dados foi realizada utilizando o software estatístico SPSS versão 20. Resultados O isolamento de som externo é dado por janelas que são de vidro ou grade sem revestimento, telhados de zinco ou cimento e portas em alumínio; o ruído médio na sala de aula foi de 77 dB, o ambiente foi considerado quente e úmido. O método predominante de ensino foi o expositivo, sendo que os professores ministram todas as disciplinas e o intervalo tem a duração de 30 minutos. Na análise inferencial, por meio do teste qui-quadrado, comprovou-se que não houve correlação entre os fatores do ambiente de trabalho e a presença de disfonia. Conclusão Os elementos do ambiente de aprendizagem e os fatores intrínsecos da prática docente não estão relacionados com a presença de disfonia. Estes elementos sozinhos não geram distúrbios vocais.

    Abstract in English:

    Purpose Determine the work environment factors related to hazards in voice production for elementary school teachers, as well as the impact of vocal rest and teaching methodology. Methods This research features a quantitative, cross-sectional, non-experimental, correlational study, which applies an instrument consisting of a fill-out form and a questionnaire performed by the evaluator to 90 elementary school teachers. The following variables were taken into account: classroom size, acoustics, noise, amount of students in the classroom, chemical substances, temperature, subject taught, teaching method and classroom vocal use time. The statistical analysis was performed using the PASW statistical software, version 20. Results Regarding the external acoustic insulation, the windows are made of glass or structures with metal bars, and no elements covering the surface of the window, zinc sheets or cement in ceilings and aluminum doors. The average noise measurement in the classroom is 77 dB, and the temperature and humidity measurements show a warm humid weather tendency. The most frequent teaching method is the lecture-type class. Elementary teachers must teach all of the subjects, and have an average voice rest period of 30 minutes. The inferential analysis using the chi-square test found no correlation between work environment factors of the teacher and the presence of dysphonia. Conclusion The elements of the teaching environment and the intrinsic factors of the teaching practice are not directly related to the presence of dysphonia, but they are associated elements that do not generate vocal disorders by themselves.
  • Changes in the profile of speech-language therapists from Paraná and Santa Catarina from 2000 to 2011 Brief Communication

    Berberian, Ana Paula; Ribas, Angela; Massi, Giselle; Marques, Jair Mendes; Serratto, Maria Regina Franke; Guarinello, Ana Cristina

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Realizar análise comparativa do perfil dos fonoaudiólogos atuantes nos Estados de Santa Catarina e Paraná nos anos de 2000 e 2011. Métodos Aplicação de questionário, considerando as seguintes variáveis: dados de identificação; formação em graduação e pós-graduação; aspectos profissionais. As respostas obtidas em 2000 e 2011 foram comparadas entre si por meio do teste de diferença de proporções, com nível de significância de 5%. Resultados A comparação dos dados permitiu verificar que o número de fonoaudiólogos ativos na jurisdição do Conselho Regional que abarca os Estados do Paraná e de Santa Catarina triplicou; o perfil manteve-se inalterado quanto ao gênero, porém houve aumento de 10 anos na média de idade e na idade máxima dos profissionais atuantes nesses Estados; a maioria dos respondentes, em 2000 e 2011, concluiu o curso de graduação na jurisdição do Conselho, sendo que o maior deslocamento dos profissionais se deu da capital para cidades interioranas dos próprios Estados; houve aumento significativo de concluintes em cursos de especialização; verificou-se diminuição de profissionais autônomos e aumento do número de fonoaudiólogos empregados em instituições públicas. Conclusão Nos anos de 2000 e 2011, houve mudanças no perfil dos fonoaudiólogos atuantes nos Estados do Paraná e Santa Catarina, especialmente, quanto à formação em nível de especialização e ao deslocamento de ações, prioritariamente desenvolvidas em instituições privadas, de caráter clínico-reabilitativo, para ações em instituições públicas de saúde e educação, voltadas à prevenção e promoção.

    Abstract in English:

    Purpose Comparative analysis of the profile of speech-language therapists that work in the states of Paraná and Santa Catarina in 2000 and 2011. Methods application of a questionnaire that considered the following variables: identification of data, undergraduates and graduates, professional aspects. The responses obtained in 2000 and 2011 were compared by means of the difference of proportions test, with a significance level of 5%. Results The comparison of the data has shown that: the number of speech-language therapists in the jurisdiction of the Board tripled; the profile was unchanged with regard to gender; however, there was a 10-year increase in average and maximum age; the majority of respondents in 2000 and in 2011 completed the undergraduate course in the jurisdiction of the Board; a larger migration of professionals from the capitals to other cities in the two states; significant increase of graduates in specialization courses; significant differences in employment and the type of institution in which they work; a decrease in the number of freelance professionals and an increase in the number of speech-language therapists that work in public institutions. Conclusion There were changes in the profile of speech-language therapists that work in the states of Paraná and Santa Catarina from 2000 to 2011, especially in terms of specialization levels and actions primarily developed inside private institutions that work with clinical and rehabilitative actions for public health, and educational institutions that work with prevention and promotion.
  • Ultrasonography and swallowing: a critical review of the literature Revisão De Literatura

    Leite, Karoline Kussik de Almeida; Mangilli, Laura Davison; Sassi, Fernanda Chiarion; Limongi, Suelly Cecília Olivan; Andrade, Claudia Regina Furquim de

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Identificar como a função da deglutição tem sido avaliada por meio da ultrassonografia (USG). Estratégia de pesquisa Esta revisão da literatura levantou publicações científicas internacionais sobre a USG e seu uso na avaliação da deglutição, por meio da base de dados PubMed. Foi realizada a localização e seleção dos estudos através de levantamento de textos publicados sobre o assunto, no período de janeiro de 2002 a agosto de 2013, limitando-se a estudos em seres humanos, no idioma inglês. Critérios de seleção Foram excluídos aqueles repetidos por sobreposição das palavras-chave, estudos de caso, revisões de literatura, cartas ao editor e os não relacionados diretamente à temática. Resultados Foram identificados 17 estudos que corresponderam aos critérios de inclusão. Observou-se que mais da metade dos estudos avaliou a deglutição de indivíduos adultos saudáveis, sem preferência por nenhum dos gêneros. Os parâmetros adotados para a análise das imagens não foram unânimes, havendo variação considerável entre os estudos. Conclusão A USG da deglutição demonstrou ser um método rápido, não invasivo, de baixo custo, que fornece parâmetros objetivos sobre a deglutição e que pode ser realizado em beira de leito, uma vez que o equipamento costuma ser de fácil manuseio e transporte.

    Abstract in English:

    Purpose To identify how the deglutition function has been evaluated using ultrasound (US). Research strategy This literature review used the PubMed database to survey international scientific publications about US and its use to evaluate deglutition. Studies were located and selected by surveying relevant articles published between January 2002 and August 2013. The survey was limited to studies on humans published in English. Selection criteria Repeated studies (determined by overlapping keywords), case studies, literature reviews, letters to the editor and studies not directly related to the topic were excluded. Results A total of 17 studies matching the inclusion criteria were identified. More than half of the studies evaluated the deglutition of healthy adults with no preference for gender. The parameters adopted for image analysis were not unanimous, and there was considerable variation among studies. Conclusion US proved to be a fast, non-invasive, low-cost method for evaluating objective parameters of deglutition. As a further advantage, US may be performed at bedside because the equipment is typically easy to handle and transport.
  • Acoustic reflectance measurements in otosclerosis: case study Relato De Caso

    Neto, Letícia Cortez; Cibin, Bruna Carla; Carvallo, Renata Mota Mamede; Sanches, Seisse Gabriela Gandolfi

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste trabalho foi analisar as medidas de reflectância em uma paciente com otosclerose. A paciente, do gênero feminino, 51 anos, apresentava queixa de hipoacusia bilateral e a hipótese diagnóstica de otosclerose. Foram realizados os seguintes testes de avaliação audiológica: imitanciometria, audiometria tonal, vocal e medidas de reflectância acústica, em ambas as orelhas. Por meio da análise dos resultados da reflectância acústica de banda larga, foi possível observar aumento na reflectância, característico de otosclerose, entre as frequências de 500 e 1500 Hz, e diferenciar a orelha esquerda e a orelha direita. As medidas de reflectância permitiram a obtenção de resultados detalhados por frequência que, em conjunto, possibilitaram a diferenciação entre as duas orelhas. O uso da reflectância de banda larga é sugerido para complementar o diagnóstico da otosclerose.

    Abstract in English:

    This research aimed to analyze the reflectance measurements in a patient with otosclerosis. The patient, female, 51 years old; she complained of bilateral hearing loss and had a diagnosis hypothesis of otosclerosis. The following audiological tests were performed in both ears: tympanometry, pure-tone audiometry, and speech audiometry tests and acoustic reflectance measurements. Through acoustic wideband reflectance analysis, it was possible to observe an increase in reflectance, such as is seen in otosclerotic ears, between the frequencies of 500 Hz and 1500 Hz and to differentiate the left and right ear. Acoustic reflectance measurements have the potential to yield results that allow the differentiation between the two ears; thus, the use of the wideband acoustic reflectance is suggested as a part of the otosclerosis diagnostic procedure.
Academia Brasileira de Audiologia Rua Itapeva, 202, conjunto 61, CEP 01332-000, Tel.: (11) 3253-8711, Fax: (11) 3253-8473 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@audiologiabrasil.org.br