Estudo comparativo entre o desenvolvimento de plântulas de milho após período de exposição a vários potenciais hídricos

Development of corn seedlings after a period of exposition to various water potential

Resumos

Submetendo sementes de milho com e sem tratamento fungicida, a ambientes de germinação variáveis quanto à disponibilidade de água (0 a -12atm), o presente trabalho avaliou o desenvolvimento posterior das plântulas postas em ambientes sem limitações hídricas. Os resultados obtidos permitiram concluir que a ocorrência de déficit hídrico, durante o início do processo de germinação, promove reduções posteriores no comprimento das estruturas embrionárias e, de forma mais acentuada, do epicótilo; apesar disso, esse efeito se atenua com o passar do tempo pela elevação progressiva na velocidade de crescimento em ambientes que oferecem menores potenciais hídricos. Paralelamente, o tratamento fungicida das sementes pode não trazer vantagens em ambientes hidricamente deficientes; esta afirmação, contudo, considera o papel toalha como meio fornecedor de água o que, em contrapartida, exige cautela na sua extrapolação para as condições proporcionadas pelo solo.

milho; plântulas; desenvolvimento; disponibilidade hídrica


Fungicide treated and untreated corn seeds were sets to germinate under varying water availability conditions (0 to -12atm water potential). The seedlings obtained on each individual treatment were subsequently grown under ideal available water conditions. The results permitted to conclude that the occurrence of a water deficit during the on set of the germination process results in reductions on the length of the embryonic structures, particularly the epicotil. This effect attenuates with times due to the increase in growth velocity in environments where water potential is lower. Fungicid treated seeds, did not appear to be consistently vantageous in environments with water stress.

corn; seedlings; development; water availability


ARTIGOS ARTICLES

FITOTECNIA CROP SCIENCE

Estudo comparativo entre o desenvolvimento de plântulas de milho após período de exposição a vários potenciais hídricos* * Publicado em Resumos dos Trabalhos Técnicos do VI Congresso Brasileiro de Sementes, Brasília, 1989. Extraído da Tese de Doutorado do primeiro autor: (ESALQ/USP, 1989).

Development of corn seedlings after a period of exposition to various water potential

W.R. da Silva; J. Marcos Filho

Departamento de Agricultura da E.S.A. "Luiz de Queiroz" da Universidade de São Paulo - 13.400 - Piracicaba, SP. Bolsistas do CNPq

RESUMO

Submetendo sementes de milho com e sem tratamento fungicida, a ambientes de germinação variáveis quanto à disponibilidade de água (0 a -12atm), o presente trabalho avaliou o desenvolvimento posterior das plântulas postas em ambientes sem limitações hídricas. Os resultados obtidos permitiram concluir que a ocorrência de déficit hídrico, durante o início do processo de germinação, promove reduções posteriores no comprimento das estruturas embrionárias e, de forma mais acentuada, do epicótilo; apesar disso, esse efeito se atenua com o passar do tempo pela elevação progressiva na velocidade de crescimento em ambientes que oferecem menores potenciais hídricos. Paralelamente, o tratamento fungicida das sementes pode não trazer vantagens em ambientes hidricamente deficientes; esta afirmação, contudo, considera o papel toalha como meio fornecedor de água o que, em contrapartida, exige cautela na sua extrapolação para as condições proporcionadas pelo solo.

Termos para indexação: milho, plântulas, desenvolvimento, disponibilidade hídrica.

ABSTRACT

Fungicide treated and untreated corn seeds were sets to germinate under varying water availability conditions (0 to -12atm water potential). The seedlings obtained on each individual treatment were subsequently grown under ideal available water conditions. The results permitted to conclude that the occurrence of a water deficit during the on set of the germination process results in reductions on the length of the embryonic structures, particularly the epicotil. This effect attenuates with times due to the increase in growth velocity in environments where water potential is lower. Fungicid treated seeds, did not appear to be consistently vantageous in environments with water stress.

Index terms: corn, seedlings, development, water availability.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

Entregue para publicação em: 26/01/90

Aprovado para publicação em: 10/10/90

  • BEWLEY, J.D. & BLACK, M. Seeds physiology of development and germination. New York, Plenum, 1984. 367p.
  • BRADFORD, K.J. Manipulation of seed water relations via osmotic priming to improve germination under stress conditions. Hortscience, Alexandria, 21(5): 1105-12, 1986.
  • BRASIL. Ministério da Agricultura. Regras para análise de sementes. Brasília, LANARV/SNAD/MA, 1976. 188p.
  • DELTOUR, R. & JACQMARD, A. Relation between water stress and DNA synthesis during germination of Zea mays L. Annals of Botany, London, 38:529-34, 1974.
  • EIRA, M.T.S. Germinação x déficit hídrico. Piracicaba, ESALQ, 1987. 35p.
  • EL-SHARKAWI, H.M. & SPRINGUEL, I. Germination of some crop seeds under reduced water potential. Seed Science and Technology, Zurich, 5:677-88, 1977.
  • FANCELLI, A.L. & LIMA, U.A. Milho-produção, pré-processamento e transformação agroindustrial. São Paulo, Sec. Ind. Com. Ciência e Tecnologia/FEALQ, s.d. 112p. (Extensão agroindustrial, 5).
  • FRANÇA NETO, J.B.; HENNING, A.A.; COSTA, N.P. Estudo da deterioração da semente de soja no solo. In: EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Centro Nacional de Pesquisa de Soja. Resultado de pesquisa de soja 1984/85. Londrina, 1985. p.440-5.
  • GOMES, J. & KARAZAWA, M. Como a planta de milho se desenvolve. In: FUNDAÇÃO INSTITUTO AGRONÔMICO DO PARANÁ. O milho no Paraná. Londrina, IAPAR, 1982. p.35-50.
  • HEGARTY, T.V. Seed activation and seed germination under moisture stress. New Phytologist, London, 78:349-59, 1977.
  • HUNTER, J.R. & ERICKSON, A.E. Relation of seed germination to soil moisture tension. Agronomy Journal, Madison, 44:107-9, 1952.
  • KHAN, A.A.; PECK, H.H.; SAMIMY, C. Seed osmoconditioning, physiological and biochemical changes. Israel Journal of Botany, Jerusalem, 29:133-44, 1980/81.
  • KHAN, A.A.; TAO, K.L.; KNYPL, J.S.; BORROWSKA, B.; POWELL, L.E. Osmotic conditioning of seeds; physiological and biochemical changes. Acta Horticulturae, The Hague, 83:267-78, 1978.
  • KIMATI, H.; SOAVE, J.; ESKES, A.B.; KUROZAWA, C; BRIGNANI NETO, F.; FERNANDES, N.G. Guia de fungicidas agrícolas. Piracicaba, Livroceres, 1986. 281p.
  • KNYPL, J.S. & KHAN, A.A. Osmoconditioning of soybean seeds to improve performance at suboptimal temperatures. Agronomy Journal, Madison, 73:112-6, 1981.
  • KNYPL, J.S.; JANAS, K.M.; RADZIWONOWSKA-JOZWIAK, A. Is enhanced vigour un soybean (Glycine max) dependent on activation of protein turnover during controlled hydration of seeds? Physiologie Vegetale, Paris, 18(1):157-61, 1980.
  • LABOURIAU, L.G. A germinação das sementes. Washington, OEA, 1983. 174p.
  • MAGALHÃES, A.C. & SILVA, W..J. Determinantes genético-fisiológicos da produtividade do milho. In: PATERNIANI, E. & VIEGAS, G.P., ed. Melhoramento e produção de milho. Campinas, Fundação Cargill, 1987. 795p.
  • MARCOS FILHO, J. Germinação de sementes. In: SEMANA DE ATUALIZAÇÃO EM PRODUÇÃO DE SEMENTES. 1., Piracicaba, 1986. Campinas, Fundação Cargill, 1986. p.11-39.
  • PANDEY, D.K. Priming induced repair in french bean seeds. Seed Science and Technology, Zurich, 16: 527-32, 1988.
  • PARMAR, M.T. & MOORE, R.P. Carbowax 6000, mannitol, and sodium chloride for simulating drought conditions in germination studies of corn (Zea mays L.) of strong and weak vigor. Agronomy Journal, Madison, 60:192-5, 1968.
  • PESKE, S.T. Germination and emergence of soybean seeds as related to moisture stress. Mississipi, 1983. 81p. (PhD - Mississippi State University).
  • PESKE, S.T. & DELOUCHE, J.C. Semeadura de soja em condições de baixa umidade do solo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasilia, 20(1):69-85, 1985.
  • SILVA, G.L.P.; VICENTE, J.R.; CASER, D.V. Efeitos das condições de tempo sobre a produtividade do milho no Estado de São Paulo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, 22(3):225-31, 1987.
  • SILVA, W.J.da & ANTUNES, F.Z. Aptidão climática para a cultura do milho. Informe Agropecuário, Belo Horizonte, 6(72):10-4, 1980.
  • SILVA, W.R. & MARCOS FILHO, J. Avaliação da embebição e do desenvolvimento inicial das estruturas embrionárias de sementes de milho submetidas a diferentes potenciais hídricos. Anais da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Piracicaba, 47(2): 335-59, 1990.
  • TEKPONY, D.M.; EGLI, D.B.; PHILLIPS, A.; STILL, T.W. Effect of fungicide seed treatment on soybeans germination and field emergence. Proceedtrigs of the Association of Official Seed Analysts, Oklahoma City, 64:80-9, 1976.
  • TILDEN, P.. L. & WEST, S.H. Reversal of the effects of aging in soybean seeds. Plant Physiology, Rochville, 77:584-6, 1985.
  • WOODSTOCK, L.W. & TAO, K.L.J. Prevention of imbibitional injury in low vigor soybean embryonic axes by osmotic control of water uptake. Physiologia Plantarum, Kobenhavn, 51: 133-9, 1981.
  • YOUNG, J.A.; EVANS, R.A.; ROUNDY, B.; GREG, C. Moisture stress and seed germination. Washington, USDA, 1983. 40p. (Agric. Res. Service, 36).

  • *
    Publicado em Resumos dos Trabalhos Técnicos do VI Congresso Brasileiro de Sementes, Brasília, 1989. Extraído da Tese de Doutorado do primeiro autor: (ESALQ/USP, 1989).

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    06 Maio 2009
  • Data do Fascículo
    1990

Histórico

  • Recebido
    26 Jan 1990
  • Aceito
    10 Out 1990
Universidade de São Paulo, Escola Superior de Agricultura Av.Páduas Dias, 11, C.P 9 / Piracicaba - São Paulo, Brasil, tel. (019)3429-4486, (019)3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@esalq.usp.br