Influência da idade na resposta do esôfago proximal à deglutição

CONTEXTO: O processo natural de envelhecimento altera a motilidade do esôfago. OBJETIVO: Estudar o efeito da idade na resposta da parte proximal do esôfago à deglutição de água. MÉTODO: Mediu-se a resposta do esôfago proximal à deglutição de 5 mL de água em 69 voluntários saudáveis, 20 com idades de 18 a 30 anos (grupo I), 27 com idades de 31 a 50 anos (grupo II) e 22 com idades de 51 a 74 anos (grupo III). Utilizamos o método manométrico com perfusão contínua. As contrações do esôfago proximal foram medidas 5 cm distal a um registro das contrações em faringe, localizado 1 cm acima do esfíncter superior do esôfago. Foram medidos o tempo entre o início da contração em faringe e o início da contração em esôfago proximal (tempo faringoesofágico), e a amplitude, duração e área sob a curva da contração proximal. RESULTADOS: O tempo faringoesofágico teve menor duração nos sujeitos do grupo I do que naqueles dos grupos II e III (P<0,05). A duração da contração em esôfago proximal foi maior nos sujeitos do grupo I do que naqueles dos grupos II e III (P<0,001). Não houve diferenças entre os grupos na amplitude e na área sob a curva das contrações, e não houve diferenças entre os grupos II e III em todas as medidas. CONCLUSÃO: Observou-se que a idade pode alterar a resposta do esôfago proximal à deglutição de água.

Envelhecimento; Esôfago; Deglutição; Contração muscular


Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades - IBEPEGE. Rua Dr. Seng, 320, 01331-020 São Paulo - SP Brasil, Tel./Fax: +55 11 3147-6227 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: secretariaarqgastr@hospitaligesp.com.br