Accessibility / Report Error
Arquivos de Gastroenterologia, Volume: 60, Issue: 4, Published: 2023
  • PERIOD OF SIGNIFICANT TRANSFORMATIONS Editorial

    VIEBIG, Ricardo Guilherme; PARDINI, Fernando
  • OCCULT AND SEMI-OCCULT CONSTIPATION IN CHILDREN WITH MONOSYMPTOMATIC OR NON MONOSYMPTOMATIC ENURESIS Original Article

    MAFFEI, Helga Verena L; VIDOLIN, Eliana; REIS, Joceara Neves dos; FREITAS, Marcia de; CABRAL, Beatriz Helena; TRIGO-ROCHA, Flavio

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Contexto: Constipação funcional e enurese frequentemente coexistem. Tratamento da constipação geralmente resulta em cura ou melhora da enurese. Entretanto, além da apresentação clássica, pode ocorrer constipação oculta (CO), diagnosticada por exame subsidiário; ademais, ao aplicar questionário detalhado, pode-se detectar constipação semioculta (CSO). Objetivo: Obter as frequências de CO e CSO em crianças com enurese mono- ou não monossintomática (EMN ou ENMN). Métodos: Crianças/adolescentes saudáveis, exceto por enurese refratária à terapia comportamental, e que negavam constipação após perguntas simples, respondiam a questionário estruturado sobre hábito intestinal, e realizavam radiografia simples de abdômen. A constipação foi classificada considerando os critérios diagnósticos de Boston (que permitem diagnóstico em fases iniciais) e retenção fecal na radiografia quantificada ≥10 pelo escore de Barr. As crianças com constipação receberam tratamento padronizado (exceto 26 crianças “piloto”). Resultados: Das 81 crianças, 80 com idade 9,34±2,07 anos, 52,5% masculinas, foram diagnosticadas com constipação: 30 CO, 50 CSO; 63.75% tinham EMN, 36.25% ENMN (6 ENMN sem terapia comportamental). Os dados demográficos e o escore de Barr foram semelhantes para CO e CSO, mas as crianças com CSO apresentaram significativamente mais complicações de constipação (incontinência fecal retentiva e/ou dor abdominal recorrente). A não apresentação da Escala Fecal de Bristol (EFB) para 24 crianças “piloto”, ou ausência de sintomas de constipação acompanhando EFB predominantemente do tipo 3, em 13 crianças, não teve impacto significativo na detecção de constipação pelo escore de Barr. Crianças que identificaram EFB 3 ou ≤2 tiveram resultados semelhantes. Vinte e oito crianças, com acompanhamento adequado após o tratamento, melhoraram ou se recuperaram da constipação em 44 de seus 52 retornos. Conclusão: Em pacientes com EMN ou ENMN refratária à terapia comportamental, e que inicialmente negavam constipação após perguntas simples, questionário baseado nos critérios diagnósticos de Boston detectou CSO em 61.7%, e o escore radiológico de Barr revelou retenção fecal (CO) em 37% deles.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • Constipation treatment often results in resolution or improvement of enuresis, but occult constipation (OC) has not been investigated in children with enuresis. • Fecal loading in the X-ray quantified by the Barr score detected OC in 37.0% of 81 enuretic children refractory to behavioral therapy denying constipation after simple questions; a detailed questionnaire based on the Boston diagnostic criteria detected overt constipation (called semi-occult constipation) in 61.7% of them. • These results indicate that constipation should be carefully searched for in children with enuresis.
  • EXPLORATORY ANALYSIS OF DIETARY PATTERNS OF PATIENTS WITH GASTRIC ADENOCARCINOMA: A CASE-CONTROL STUDY IN CENTRAL BRAZIL Original Article

    SANTIAGO, Silvana Barbosa; SOUSA, Gabriela Rodrigues de; RAMOS, Amanda Ferreira Paes Landim; FERNANDES, Gisele Aparecida; CURADO, Maria Paula; BARBOSA, Mônica Santiago

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Contexto: A dieta é um dos fatores de risco modificáveis mais importante para a incidência de câncer gástrico. Objetivo: Realizar uma análise exploratória sobre os padrões alimentares de indivíduos com adenocarcinoma gástrico (AdG) na região Brasil central. Métodos: Este é um estudo de caso-controle realizado no período de abril de 2019 a julho de 2022, em três centros de referência para o tratamento para câncer em Goiânia-GO. Os casos foram pacientes diagnosticados com AdG, o controle 1 pacientes dispépticos submetidos a endoscopia digestiva alta e o controle 2 pacientes sem queixas gástricas. Nos três grupos foram recrutados pacientes de 18 a 75 anos e de ambos os sexos. Para avaliar o consumo alimentar foi utilizado um Questionário de Frequência Alimentar validado para a população brasileira. Os padrões alimentares foram identificados por Análise Fatorial Exploratória (AFE), utilizando a análise de componentes principais como método de extração, seguida pela rotação Varimax. Resultados: Os valores de comunalidade na AFE para os alimentos/grupos alimentares consumidos pelos casos e controles ficaram acima de 0,30 para todas as variáveis. A variância explicada pelo modelo foi de 66,7%, para casos, 60,3% para o controle 1 e 59,7% para o controle 2. Foram identificados três padrões alimentares nos casos, controle 1 e controle 2 que explicaram 34,87%, 35,41% e 33,25% respectivamente da variância total. O primeiro padrão (“saudável”) foi caracterizado pelo consumo de vegetais, frutas, carne e queijos; o segundo (“não saudável”) por embutidos, pizzas, snacks, ketchup, bebidas doces e macarrão instantâneo e o terceiro (“prudente”) arroz, feijão, carnes e peixes fritos e massas. Conclusão: Esse estudo identificou três padrões alimentares entre os pacientes com AdG e os controles na região Brasil central. De acordo com os padrões identificados, será possível estabelecer uma relação entre a dieta e outras medidas epidemiológicas destinadas à prevenção do câncer gástrico.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • The identification of dietary patterns is useful to show the association between diet and gastric adenocarcinoma. • Studies on dietary patterns in Brazil are scarce, especially in the Midwest region. • The “unhealthy” pattern was characterized by the consumption of ultra-processed foods.
  • DIMINISHED HAND GRIP STRENGTH AND CIRRHOSIS: PREVALENCE AND ASSOCIATED FACTORS Original Article

    ANDRADE, Carolina Pretti Tumang de; DALCUMUNE, Lara Ferrari; FIORESE, Núbia Mesquita; TRINDADE, Livia Zardo; FERREIRA, Felipe Bertollo; PACHECO, Mariana Poltronieri

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Contexto: Sarcopenia é uma síndrome caracterizada por perda progressiva e generalizada de massa e força muscular, observada em diferentes graus em pacientes com afecções crônicas diversas. Nos cirróticos, reflete uma desnutrição proteico-energética por desequilíbrio metabólico de proteínas, e associa-se ao pior prognóstico e redução da sobrevida pós transplante hepático. Objetivo: Avaliar a distribuição epidemiológica da diminuição da força no teste de Hand Grip (HG) nos pacientes cirróticos do ambulatório da Santa Casa de Misericórdia de Vitória-ES, buscando sua associação com a função hepática e complicações. Métodos: Estudo transversal, epidemiológico e unicêntrico. Aplicou-se um questionário aos pacientes e mediu-se a força de preensão manual HG com o auxílio de um dinamômetro, sendo realizadas 3 medidas intervaladas durante 3 segundos cada. Resultados: A população total foi de 64 pacientes cirróticos, sendo a média de idade 58 anos e a etiologia mais prevalente o álcool. Definiu-se a presença de redução da força do HG a partir de dois valores de referência: com base no ponto de corte 1, a redução da força do HG foi identificada em 33 pacientes (51,6%); pelo ponto de corte 2, 23 (35,9%) tinham diminuição da força do HG. O estudo evidenciou que, dentre os parâmetros observados, houve associação entre o sexo feminino e a diminuição da força no teste de HG nos dois pontos de corte. Além disso, notou-se que pacientes com pontuação de 15 ou mais no Modelo para Doença Hepática Terminal (MELD) tiveram mais redução da força do HG de acordo com o ponto de corte 2. O estudo evidenciou que não houve associação entre a diminuição da força no teste de HG e o evento de complicações da cirrose na população estudada. Conclusão: Em nossa casuística, obtivemos uma variação da diminuição da força muscular entre 35-52% pelo teste de HG, o que teve relação com o MELD mais elevado, podendo demonstrar associação com piores desfechos clínicos. Dessa forma, concluiu-se que a presença de diminuição da força muscular no teste de HG nos cirróticos pode estar ligada a fatores prognósticos, e deve ser valorizada como dado clínico no manejo destes pacientes.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • This cross-sectional study seeks to evaluate the epidemiological distribution of diminished hand grip strength in cirrhotic patients at an outpatient clinic in Brazil, and its association with liver function and cirrhosis complications. • A questionnaire was administered to patients and hand grip strength was measured using a dynamometer, with 3 interval measures taken for 3 seconds each. • There was an association found between diminished hand grip strength and the female gender, and reduced hand grip strength and higher MELD scores. • Therefore, the presence of reduced muscle strength in cirrhotic patients may be linked to prognostic factors and should be valued as clinical data in the management of these patients.
  • CLINICAL, LABORATORIAL AND EVOLUTIONARY ASPECTS OF PEDIATRIC PATIENTS WITH LIVER DISEASE DUE TO ALPHA 1-ANTITRYPSIN DEFICIENCY Original Article

    COSTA, Mariana Pena; FERREIRA, Alexandre Rodrigues; RODRIGUES, Adriana Teixeira; FAGUNDES, Eleonora Druve Tavares; QUEIROZ, Thais Costa Nascentes

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Contexto: Deficiência de alfa 1-antitripsina (DAAT) é uma doença hereditária, de caráter autossômico codominante. A apresentação da doença hepática varia desde casos assintomáticos até doença terminal, o que dificulta reconhecimento e diagnóstico precoces. É a principal causa de transplante hepático pediátrico após atresia de vias biliares. Objetivo: Descrever as características clínicas, de exames laboratoriais, histológicos, avaliação fenotípica e/ou genética e sobrevida de uma coorte de pacientes pediátricos com DAAT. Métodos: Estudo observacional retrospectivo de 39 pacientes com diagnóstico de DAAT confirmada ou provável (sem fenotipagem ou genotipagem, mas com clínica sugestiva, baixo nível sérico de alfa 1-antitripsina (A1AT) e biópsia hepática com grânulos PAS, diástase resistentes). Variáveis clínicas, laboratoriais, histológicas, presença de hipertensão portal (HP) e sobrevida com fígado nativo foram analisadas. Resultados: Dos 39 pacientes, 66,7% eram do sexo masculino (26/39). A manifestação inicial foi icterícia colestática em 79,5% (31/39). Em 28,2% (11/39) houve necessidade de transplante hepático. O diagnóstico ocorreu com uma idade média de 3,1 anos e, o transplante hepático, 4,1 anos. Dos pacientes com DAAT confirmada, 89,2% (25/28) eram PI*ZZ ou ZZ. O valor médio de A1AT na admissão de pacientes PI*ZZ ou ZZ foi 41,6 mg/dL. Todos os transplantados com fenotipagem ou genotipagem eram PI*ZZ (ou ZZ). Os ictéricos à admissão foram referenciados mais cedo ao serviço especializado e apresentaram níveis mais elevados de GGT e plaquetas à admissão. Não houve diferença significativa na curva de sobrevida ao compararmos icterícia colestática ou não à admissão. Ao comparar os pacientes que progrediram ou não para HP, observou-se níveis mais elevados de AST e APRI escore ao diagnóstico (P=0,011 e P=0,026, respectivamente) e, nas curvas de sobrevida, pacientes com HP apresentaram comprometimento, com 20,2% de sobrevida com fígado nativo em 15 anos. Conclusão: Icterícia é um sinal clínico importante que motiva o encaminhamento ao especialista, mas parece não comprometer a sobrevida com fígado nativo. Pacientes com evolução para HP tiveram AST e escore APRi mais elevados à admissão e comprometimento significativo da sobrevida com fígado nativo. Importante atentar a esses sinais no seguimento de pacientes com DAAT.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • Jaundice is an important clinical sign that motivates referral to a specialist, but, in this study, it did not compromise survival with native liver in patients with alpha 1-antitrypsin deficiency. • Patients with alpha 1-antitrypsin deficiency who develop portal hypertension had higher AST and APRI scores on admission. • Patients with alpha 1-antitrypsin deficiency who develop portal hypertension have significant impairment of survival with native liver.
  • ANALYSIS OF THE TRACKING INITIATIVES OF COLORECTAL CANCER IN BRAZIL Original Article

    TOLEDO, Camila Mendes; ALMEIDA, Letícia Maria Perrelli Ramalho de; AVERBACH, Marcelo; BARBOSA, Joanny de Lima e Silva

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Contexto: O câncer colorretal (CCR) é um importante problema de saúde pública, uma vez que representa a terceira neoplasia mais diagnosticada no mundo e a quarta causa de mortalidade. Sua prevenção pode ser dividida em primária, secundária, demonstrada pelas técnicas de rastreamento e terciária, que consiste no diagnóstico de câncer em pacientes sintomáticos. Apesar de apresentar uma alta incidência, as taxas de mortalidade diminuíram nas últimas duas décadas nos países desenvolvidos, enquanto o contrário ocorreu em países subdesenvolvidos, o que atribui-se a elevação dos programas de rastreamento colorretal nesses países, de modo que permite o diagnóstico precoce e o tratamento de lesões pré-cancerosas e do CCR. Desse modo, a American Cancer Society divide os métodos de rastreio secundário em testes baseados em amostras de fezes e exames visuais do cólon e reto, indicando-se seu início a partir dos 45 anos de idade, em pacientes de baixo risco. Objetivo: Verificar de forma analítica as ações de rastreamento do câncer colorretal realizadas no Brasil, de modo a avaliar a necessidade da implementação de um programa nacional de rastreamento do CCR. Métodos: A metodologia baseou-se em um estudo secundário quantitativo descritivo que correlacionou a incidência do CCR e sua morbimortalidade e o impacto dos programas de rastreamento precoce. Foram incluídas atividades não relatadas na literatura médica através de contatos pessoais com coordenadores de programas regionais, de modo a comparar com os dados existentes na literatura. Utilizou-se como variáveis as estratégias de triagem, os exames realizados e seus respectivos resultados. Resultados: Foram descritos nove programas realizados em diversas regiões do Brasil utilizando dois métodos de rastreio para o CCR, um não invasivo que consiste na pesquisa de sangue oculto nas fezes, sendo a maioria pelo método FIT; e outro invasivo, tendo a colonoscopia como representante. Essas iniciativas foram efetivas na detecção de formas precoces desta doença. Conclusão: Apesar da existência de diversos programas de rastreamento de início privativo e a ampla divulgação da importância do rastreamento e diagnóstico precoce do CCR, foi demonstrado que o Brasil carece de um programa nacional que padronize as formas de rastreio, o que reflete na maior prevalência de diagnósticos tardios na população.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • The text highlights the importance of effective colorectal cancer (CRC) screening methods that are cost-effective, safe, and acceptable to both professionals and patients. • It categorizes screening methods into stool-based tests and visual examinations according to the American Cancer Society (ACS). • Stool-based tests, particularly FIT, are favored due to their higher sensitivity. Recommendations for screening frequency are discussed, as well as genetic testing for those with a family history of CRC. The text emphasizes the positive impact of CRC screening on reducing incidence and mortality rates, the need for tailored screening programs, and the crucial role of early diagnosis in improving survival rates.
  • LOGISTICS AND RESULTS OF A COLORECTAL CANCER SCREENING PROGRAM IN A MUNICIPALITY IN THE HINTERLAND OF ALAGOAS Original Article

    TOLEDO, Gabriela Mendes; MONTEIRO, Daniel Galvão Araújo; MELO, Tiago Torres; SILVA, Herbeth José Toledo; AVERBACH, Marcelo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Contexto: O câncer colorretal (CCR) possui altas taxas de mortalidade em todo mundo. No Brasil é o segundo câncer mais comum em ambos os sexos. O atraso na detecção de lesões pré-malignas contribui com o aumento da morbimortalidade. Neste cenário, o projeto Piranhas foi criado para rastrear o CCR em uma população carente do sertão alagoano. Objetivo: O estudo teve como meta estabelecer as principais estratégias e verificar a viabilidade da implementação de um programa de rastreamento do CCR, assim como demonstrar os resultados obtidos na Campanha de prevenção de CCR no município de Piranhas/AL. Métodos: O programa aconteceu em Piranhas, Alagoas, Brasil, através de parcerias público-privadas. Foram incluídos indivíduos entre 50 e 70 anos para triagem com pesquisa de sangue oculto nas fezes (PSOF) e colonoscopia dos casos positivos. Os dados dos pacientes foram coletados em formulários padrão. Resultados: Foram rastreados um total de 2152 pacientes com idade entre 50 e 70 anos, sendo destes, 130 submetidos à colonoscopia. Várias lesões pré-neoplásicas foram detectadas em 58 pacientes. A taxa de detecção de adenoma foi de 33,85%. Conclusão: O estudo demonstrou-se eficaz e viável, uma vez que 44,6% dos participantes do programa que realizaram a triagem com PSOF seguido de colonoscopia nos casos positivos apresentava algum tipo de lesão pré-neoplásica. Além disso, o programa gerou grande impacto social na população de Piranhas, pela oportunidade de diagnóstico e tratamento de lesões precursoras do CCR.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • Colorectal cancer (CRC) has high mortality rates worldwide. In Brazil, it is the second most common cancer in both sexes. • The aim of the study was to establish the main strategies and verify the feasibility of implementing a RCC screening program in the municipality of Piranhas/AL. • A total of 2152 patients aged between 50 and 70 were screened. • The study proved to be effective and feasible, since 44.6% of program participants who underwent screening with PSOF followed by colonoscopy in positive cases had some type of pre-neoplastic lesion.
  • COLD SNARE POLYPECTOMY: A SAFE PROCEDURE FOR REMOVING SMALL NON-PEDUNCULATED COLORECTAL LESIONS Original Article

    SANTOS, Carlos Eduardo Oliveira Dos; MALAMAN, Daniele; SANMARTIN, Ivan David Arciniegas; LEÃO, Ari Ben-Hur Stefani; BOMBASSARO, Isadora Zanotelli; PEREIRA-LIMA, Júlio Carlos

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Contexto: A polipectomia é uma importante opção terapêutica na prevenção do câncer colorretal (CCR). A ressecção incompleta do pólipo (RIP) é reconhecida como fator de risco para o câncer de intervalo. Objetivo: O principal objetivo foi avaliar o índice de ressecção completa da polipectomia a frio (PF) em pequenos pólipos não pediculados e, secundariamente, a recuperação do espécime e índice de complicações. Métodos: Avaliamos prospectivamente 479 pólipos <10 mm removidos por PF em 276 pacientes, por um endoscopista sem experiência com este método. Resultados: Foram ressecados em bloco 476 pólipos (99,4%). Tivemos margem negativa, considerada ressecção completa do pólipo (RCP), em 435 (90,8%) casos. Margem indefinida ou positiva (classificada como RIP) foi observada em 43 (9,0%) casos e em 1 (0,2%) caso, respectivamente, com um índice global de RIP de 9,2% (44/479). O índice de RIP foi de 12,5% na primeira metade dos casos e 5,9% na última metade (P=0,02). Dividindo em tercis, o índice de RIP foi de 15,0% no primeiro terço, 6,9% no segundo terço e 5,7% no terceiro quarto, P=0,01. Dividindo em quartis, o índice de RIP foi de 15,8% no primeiro quarto, enquanto o último quarto foi de 5,9%, P=0,03. O índice de RIP foi de 6,3% para lesões tipo 0-IIa e de 14,1% para lesões tipo 0-Is, P=0,01. O índice de RIP foi de 9,2% para lesões serrilhadas e adenomatosas. Houve falha na recuperação dos espécimes em 3,6% dos casos. Sangramento imediato (>30 s) ocorreu em um caso (0,2%), controlado com plasma de argônio. Sem sangramento tardio e perfuração. Conclusão: PF é uma técnica segura que apresenta bons resultados para a ressecção de pequenas lesões não pediculadas, com uma curta curva aprendizado.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • Cold snare polipectomy showed complete polyp resection rate of 90.8% by an inexperienced endoscopist. A short learning curve was observed. Specimen retrieval failed in 3.6% of cases and adverse event occurred in only 1 case (0.2%).
  • ROLE OF INCISURA ANGULARIS BIOPSY IN GASTRITIS STAGING AND RISK ASSESSMENT OF GASTRIC CÂNCER Original Article

    FERRARI, Fangio; OGATA, Daniel Cury; MELLO, Celso Abdon Lopes de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Contexto: A atrofia gástrica (AG) e a metaplasia intestinal (MI) são estágios iniciais do desenvolvimento do câncer gástrico. As avaliações são baseadas no Sistema de Sydney Atualizado, que inclui uma biópsia da incisura angular (IA), e nos sistemas de estadiamento de risco de câncer gástrico Operative Link on Gastritis Assessment (OLGA) e Operative Link on Gastritis Assessment using Intestinal Metaplasia (OLGIM). Objetivo: Comparar as classificações OLGA e OLGIM com e sem biópsia da IA. Além disso, determinar a prevalência de Helicobacter pylori (HP) e alterações pré-neoplásicas (AG e MI) em diferentes regiões biopsiadas e identificar os achados exclusivos da IA. Métodos: Estudo observacional, prospectivo, descritivo, unicêntrico, com 350 pacientes sem diagnóstico de câncer gástrico, submetidos à endoscopia digestiva alta com biópsias na Gastroclínica Itajaí, no período de março de 2020 a maio de 2022. A classificação histopatológica da gastrite seguiu o Sistema de Sydney Atualizado, e a avaliação do risco de câncer gástrico seguiu os sistemas OLGA e OLGIM. A metodologia aplicada avaliou os escores dos sistemas OLGA e OLGIM com e sem a avaliação da biópsia da IA. A análise estatística foi realizada por meio de medidas descritivas (frequências, porcentagens, média, desvio padrão, intervalo de confiança de 95%). As classificações foram comparadas usando os testes de Kruskal-Wallis ou Wilcoxon. Para analisar a relação entre as frequências, foi usado o teste exato de Fisher bilateral. O escore de Wilson com correção de continuidade foi aplicado ao intervalo de confiança. Resultados: A idade média foi de 54.7 anos, com 52.57% de pacientes do sexo feminino e 47.43% do sexo masculino. A comparação entre o protocolo de biópsias utilizado (corpo + antro [CA] vs corpo + antro + incisura angular [CAI]) e os estágios OLGA e OLGIM mostrou uma diminuição significativa em ambos os sistemas de estadiamento quando o protocolo de biópsia restrito ao corpo e ao antro foi aplicado (OLGA CAI vs CA; P=0.008 / OLGIM CAI vs CA; P=0.002). A prevalência de lesões pré-malignas (GA, MI e displasia) da mucosa gástrica foi de (33.4%, 34% e 1.1%, respectivamente) na amostra total. A região do antro exibiu um número significativamente maior de alterações (P<0.001), com exceção da infecção por HP, que estava presente em 24.8% dos pacientes. Conclusão: A biópsia de IA é importante porque aumentou o número de casos diagnosticados em estágios mais avançados de MI e AG. O estudo teve limitações, sendo a principal delas o tamanho relativamente pequeno da amostra, composta principalmente por indivíduos saudáveis, embora em sua maioria idosos.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • Incisura angularis biopsy is significant because it has increased the diagnosis of cases at more advanced stages of intestinal metaplasia and atrophy. • The prevalence of pre-malignant lesions (gastric atrophy, intestinal metaplasia, and dysplasia) in the gastric mucosa was 33.4%, 34%, and 1.1%, respectively, in the total sample. • The antrum region exhibited notably higher numbers of pre-malignant alterations.
  • FISTULIZING PERIANAL CROHN’S DISEASE: IS THE PATIENT’S SEX A BURDEN? A SYSTEMATIC REVIEW Review

    ROSEVICS, Leticia; SAVIO, Mariane Cristina; LIMA JÚNIOR, Emilton; RAMOS JÚNIOR, Odery

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Contexto: A doença de Crohn perianal fistulizante representa um desafio de tratamento, e postula-se que esse fenótipo em pacientes jovens do sexo masculino poderia ter um pior resultado. Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar se o sexo influencia a resposta ao tratamento desses pacientes. Métodos: Esta revisão sistemática (PROSPERO CRD42022319629) foi conduzida de acordo com o protocolo Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses. Foram selecionados artigos publicados em inglês, espanhol, português e italiano entre 2010 e 2020 nas bases de dados PubMed e Science Direct. De acordo com o acrônimo PICO, foram selecionados estudos prospectivos em pacientes maiores de 18 anos com objetivo de tratamento da doença de Crohn perianal fistulizante. Foram excluídos estudos em populações pediátricas, retrospectivos, sem objetivos de tratamento e que incluíssem apenas fístulas retovaginais ou um único sexo. A qualidade dos estudos foi avaliada usando a ferramenta de risco de viés Cochrane e a escala Newcastle-Ottawa. Resultados: Dos 1.887 artigos encontrados, 33 foram incluídos. A maioria dos estudos utilizou medicamentos anti-TNF como tratamento (n=11). Dez estudos tiveram análises de subgrupos; deles, os dois estudos que relataram diferenças entre os sexos usaram infliximabe e adalimumabe como tratamento e mostraram que as mulheres tiveram um tempo de fechamento da fístula maior que os homens. Conclusão: Esta revisão sistemática mostrou que poucos dados corroboram a diferença entre os sexos no tratamento da doença de Crohn perianal fistulizante, possivelmente tendo maior relação com o fenótipo. Porém, dada à falta de resultados, são necessários mais estudos com esse objetivo e com padronização das fístulas e métodos de avaliação da resposta.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • Anti-TNFa are the most studied drug for perianal Crohn’s disease. • Some studies conclude that women had a longer fistula closure time than men. • Few data corroborate the difference between sexes in the treatment of fistulizing perianal Crohn’s disease. • Studies don’t separate simple and complex fistula healing.
  • THE ROLE OF ELASTOGRAPHY IN CLINICALLY SIGNIFICANT PORTAL HYPERTENSION Review

    MATTOS, Angelo Alves de; MATTOS, Angelo Zambam de; SARTORI, Giovana Dal Pozzo; BOTH, Gustavo Tovo; TOVO, Cristiane Valle

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Trata-se de uma revisão narrativa que visa discutir a importância dos métodos elastográficos na avaliação da hipertensão portal clinicamente significativa (HPCS) em pacientes cirróticos, onde os autores propõem um algoritmo para avaliação desses pacientes. Na doença hepática crônica avançada compensada, o objetivo é prevenir o desenvolvimento de HPCS, e naqueles já com HPCS prevenir o aparecimento de varizes gastroesofágicas (VGE) e outras complicações da hipertensão portal. Na cirrose compensada, a prevalência de VGE é de 30-40% e 10-20% são varizes com risco de sangramento, portanto o uso de métodos não invasivos dispensaria o paciente de endoscopia. A elastografia hepática é um método não invasivo, seguro e reprodutível, disponível através de várias técnicas: elastografia transitória (VCTE), onda de cisalhamento (SWE) e elastografia por ressonância magnética. O Baveno VII apresentou a “regra dos 5” para VCTE: medida da rigidez hepática (LSM) ≤15 kPa e plaquetas >150.000/mm3 excluem HPCS enquanto um LSM ≥25 kPa é altamente sugestivo de HPCS. Além disso, foi proposta a “regra dos 4” para SWE: pacientes com ≥17 kPa podem ser considerados como portadores de HPCS. Por fim, a medição da rigidez do baço (SSM) foi proposta como uma técnica mais específica para prever a presença de HPCS. Em conclusão, a elastografia ganhou prestígio na avaliação não invasiva de pacientes com doença hepática crônica avançada, ao permitir a adoção de medidas profiláticas ao sugerir a presença de HPCS.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • In compensated cirrhosis, using non-invasive methods would exempt the patient from the need of an endoscopy. • The Baveno VII presented the “rule of 5” for Vibration-Controlled Transient Elastography; liver stiffness measurement ≤15 kPa and platelets >150.000/mm3 exclude clinically significant portal hypertension (CSPH), while when ≥25 kPa is highly suggestive of CSPH. • Spleen stiffness measurement has been proposed as a more specific technique to predict the presence of CSPH. • Elastography has gained prestige in the non-invasive evaluation of patients with advanced chronic liver disease by allowing prophylactic measures to be taken when suggesting the presence of CSPH.
  • THE CONNECTION BETWEEN BILE ACIDS AND TYPE 2 DIABETES MELLITUS - A REVIEW Review

    ANDRADE, Luis Jesuino de Oliveira; OLIVEIRA, Gabriela Correia Matos de; OLIVEIRA, Luis Matos de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Contexto: Os ácidos biliares (ABs) são moléculas esteróides sintetizadas exclusivamente no fígado, sendo produtos finais do catabolismo do colesterol. Os ABs são conhecidos por estarem envolvidos em várias alterações metabólicas, incluindo a síndrome metabólica e o diabetes mellitus tipo 2 (DM2). A DM2 é uma doença crônica degenerativa caracterizada pela resistência insulínica, deficiência de insulina devido à produção insuficiente de células ß pancreáticas e hiperglicemia levando a múltiplas complicações. Objetivo: O objetivo deste estudo é investigar o papel dos ABs na fisiopatologia da DM2, destacando as possibilidades no desenvolvimento de procedimentos terapêuticos visando os ABs como uma via opcional no tratamento da DM2. Métodos: A pesquisa foi realizada por meio de revisão narrativa e publicações sobre a relação entre ABs e DM2. As bases de dados usadas para a pesquisa incluem PubMed, Scopus e Web of Science. As palavras-chave usadas para a pesquisa incluíram: ácidos biliares, diabetes mellitus tipo 2, síndrome metabólica e distúrbios metabólicos. Resultados: Os estudos relataram o envolvimento dos ABs na fisiopatologia da DM2. Os ABs atuam como ligantes para o receptor nuclear farnesoide X, regulando o metabolismo da glicose, metabolismo lipídico e produção de energia celular. Além disso, os ABs regulam a produção, eliminação e mobilização de ABs através do receptor farnesoide X. Os ABs também atuam como uma via de sinalização através do receptor acoplado à proteína G Takeda 5, contribuindo ainda mais para a regulação metabólica. Esses achados sugerem que o ABs pode oferecer uma nova abordagem terapêutica no tratamento da DM2. Conclusão: Este estudo destaca o papel importante do ABs na DM2, especificamente por meio de suas interações com vias metabólicas-chave. O redirecionamento ao ABs pode representar uma abordagem inovadora e eficaz para o tratamento da DM2.

    Abstract in English:

    HIGHLIGHTS • Bile acids play a significant role in the pathophysiology of type 2 diabetes mellitus by regulating glucose metabolism, lipid metabolism, and cellular energy production. • Targeting bile acids as a therapeutic approach shows potential in the treatment of type 2 diabetes mellitus, offering innovative and effective options. • The interactions between bile acids and key metabolic pathways highlight the importance of studying and understanding their role in type 2 diabetes mellitus.
Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades - IBEPEGE. Rua Dr. Seng, 320, 01331-020 São Paulo - SP Brasil, Tel./Fax: +55 11 3147-6227 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: secretariaarqgastr@hospitaligesp.com.br