Determinação do nível de controle econômico de Enneothrips flavens Moulton, 1941 (Thysanoptera: Thripidae) em cultivar de amendoim de porte ereto

Determination of the level of economic control of Enneothrips flavens Moulton, 1941 (Thysanoptera: Thripidae) in the upright peanut crop

O objetivo do presente trabalho foi avaliar diferentes níveis de controle econômico de Enneothrips flavens, na cultura do amendoim ereto, nas épocas de cultivo "das águas" e "da seca ". O estudo foi realizado na área experimental do Departamento de Fitossanidade da FCAV/UNESP - Campus de Jaboticabal, SP, em 2007/2008. Para a avaliação, foram realizadas amostragens a partir dos 17 dias após a emergência das plantas (DAE), coletando-se dez folíolos fechados por parcela. Determinaram-se a produção de grãos em casca e a massa seca de 100 sementes. Determinadas a produção e o número de aplicações de thiametoxam + lambda-cialotrina, foram obtidos o ganho de produção e a variação no rendimento líquido. Concluiu-se no estudo que as plantas de amendoim foram mais infestadas dos 17 aos 30 e dos 47 aos 74 (DAE) para o plantio na época "da seca" e dos 32 aos 53 (DAE) na época "das águas"; o tratamento controle total obteve as maiores produções e variação no rendimento líquido em relação à testemunha com 26,43 sacas. ha-1 e R$ 585,66 para o plantio realizado na época "da seca", e com 53,88 sacas. ha-1 e R$ 1354,26 para o plantio realizado na época "das águas". O controle de E. flavens com 20% dos folíolos atacados para os cultivos rea-lizados foi o mais próximo do controle total na produção (sacas.ha-1) e variação do rendimento líquido; o inseticida thiametoxam + lambda-cialotrina mostrou-se eficiente no controle da praga resultando em acréscimo na produção de amendoim nas duas épocas de cultivo.

Tripes; Arachis hypogaea L.; manejo integrado de pragas


Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br