Qualidade do leite em amostras individuais e de tanque de vacas leiteiras

Milk quality in samples from individual dairy cows and milk tanks

Resumos

Amostras de leite foram coletadas de tanques de expansão (n = 69) e das vacas individualmente (n = 3517), em propriedades com sistema de produção especializado (ES, n = 3), semiespecializado (SE, n = 5) e não especializado (NE, n = 7). A composição, contagem de células somáticas (CCS) e teor de nitrogênio ureico (NU) foram avaliados nos diferentes sistemas e estações do ano. Os dados foram comparados aos parâmetros da Instrução Normativa 51/2002 (IN51) para a região Sul do Brasil, de maio/2009 a junho/2010. Analisando os três sistemas de produção, 42% (n = 29/69) das amostras de leite dos tanques de expansão e 11% (n = 375/3517) das individuais atenderam a IN51. Amostras de leite de tanque do sistema ES 70% (n = 14/20), SE 39% (n = 9/23) e NE 23% (n = 6/26) atenderam os critérios da IN51. Amostras de leite individuais apresentaram menor percentual com parâmetros mínimos da IN51 comparada ao tanque. O leite de vacas sadias dilui a CCS de vacas doentes, indicando que a CCS do tanque não é um indicador confiável para qualidade do leite. Os teores médios de gordura, proteína e sólidos totais em amostras de tanque foram semelhantes entre os sistemas de produção. A lactose e NU nas amostras do tanque foram similares entre as estações do ano. Em contraste, a CCS do tanque e individual não alcançaram os parâmetros da IN51. O teor médio de NU foi maior (P < 0,001) nas amostras de leite de tanque e individual do sistema especializado. A análise de amostras de leite de cada vaca permitiu melhoria nutricional do rebanho especializado.

CCS; tanque de expansão; composição do leite


Bovine milk samples were collected from milk tanks (n = 69) and from individual cows (n = 3,517) on specialized (S, n = 3), partially specialized (PS, n = 5) and nonspecialized (NS, n = 7) production systems. Compositions, somatic cell count (SCC) and urea nitrogen content were analyzed for the different production systems and all the four seasons. Data were compared to the ranges allowed by the Federal Normative Instruction 51/2002 (IN51) for South Brazil from May 2009 to June 2010. Forty-two percent (n = 29/69) of all milk samples obtained from tanks and 11% of the individual samples in the three production systems met IN51 standards. Of the collected tank samples, 70% (n = 14/20), 39% (n = 9/23) and 23% (n = 6/26) of the S, PS and NS systems, respectively, met IN51 criteria. These data indicate that evaluation of individual samples yields a lower percent of conformity with IN51 standards than tank samples. This implies that the milk from healthy cows may dilute the higher SCC of diseased cows, suggesting that tank samples are not accurate for a confident milk quality indicator. The fat, protein and total solids content in the tank samples were similar among the three production systems. Average lactose and urea nitrogen content in tank samples were similar between seasons. In contrast, the average SCC was above the IN51 standard in the tank and individual samples during the fall. Urea nitrogen content average was highest (P < 0.001) in the specialized production system, both in the tank and individual samples. The evaluation of individual samples may improve nutritional support of the specialized system.

SCC; milk tanks; milk composition


  • BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal. Instrução normativa nº. 51, de 18 de setembro de 2002. Publicado no Diário Oficial da União de 20/09/2002, Seção 1, Página 13. Aprova os regulamentos técnicos de produção, identidade e qualidade do leite tipo A, do leite tipo B, do leite tipo C, do leite pasteurizado e do leite Cru refrigerado e o regulamento técnico da coleta de leite cru refrigerado e seu transporte a granel.
  • BARBOSA R.S. Caracterização eletroforética de proteínas e estabilidade do leite em vacas submetidas à restrição alimentar. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.47, n.4, p.621-628, 2012.
  • CAMPOS, R. Alguns indicadores metabólicos no leite para avaliar a relação nutrição: fertilidade. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINÁRIA, 29., 2002, Gramado, RS. Anais. Gramado, 2002. p.40-48.
  • CASSOLI, L.D.; MACHADO, P.F. Diagnóstico da qualidade do leite na região sudeste entre 2005 e 2008. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE QUALIDADE DO LEITE, 3., 2008, Recife. Anais Recife: CCS Grafica Editora, 2008. v.1. p.45-51.
  • DÜRR, J.W.; CARVALHO, M.P.; SANTOS, M.V. Programa nacional de melhoria da qualidade do leite: uma oportunidade única. In: ____. (Ed.). O compromisso com a qualidade do leite no Brasil. Passo Fundo: Editora Universidade de Passo Fundo, 2004. 331p. p.38-55.
  • FONSECA, L.F.L da; SANTOS, M.V. dos Qualidade do leite e controle da mastite. São Paulo: Lemos Editorial, 2000. 175p.
  • GONZALEZ, H.L.; FISCHER, V.; RIBEIRO, M.E.R.; GOMES, J.F.; STUMPF JÚNIOR, W.; SILVA, M.A. da Avaliação da qualidade do leite na bacia leiteira de Pelotas, RS. Efeito dos meses do ano. Revista Brasileira de Zootecnia, v.33, n.6, p.1531-1543, 2004.
  • MACHADO, P.F.; CASSOLI, L.D. Diagnóstico da qualidade do leite na região sudeste. In: MESQUITA, A.J.; DÜRR, J.W.; COELHO, K.O. (Ed.). Perspectivas e avanços da qualidade do leite no Brasil Goiânia: Talento, 2006. 352p.
  • MARTINS, P.R.G. Avaliação da qualidade do leite em diferentes sistemas de produção e meses do ano. 2003. 61p. Dissertação (Mestrado em Produção Animal) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2003.
  • MATTOS, R.S.W.; PEDROSO, M.A. Influência da nutrição sobre a composição de sólidos totais no leite. In: SIMPÓSIO SOBRE BOVINOCULTURA DE LEITE, 5., 2005, Piracicaba, SP. Anais Piracicaba, 2005. p.103-128.
  • NORMAN, H.D.; MILLER R.H.; ROSS JUNIOR, F.A. Somatic cell counts of milk from Dairy Herd Improvement herds during 2008. In:__________. (Ed.). Animal Improvement Programs Laboratory Beltsville: ARS- USDA, 2009.
  • OLTNER, R.; EMANUELSON, M.; WIKTORSSON, H. Urea concentrations in milk in relation to milk yield, live weight, lactation, number and amount and composition of feed given to dairy cows. Livestock Production Science, v.12, p.47-57, 1985.
  • PERES, J.R. O leite como ferramenta do monitoramento nutricional. In:____________ (Ed.). FÉLIX, H.D. Uso do leite para monitorar a nutrição e o metabolismo de vacas leiteiras. Porto Alegre: Gráfica da UFRGS, 2001. p.30-45.
  • PHILPOT, W.N.; NICKERSON, S.C. Vencendo a luta contra a mastite São Paulo: Editora Milkbizz, 2002. 30p.
  • RAJALA-SCHULTZ, P.J., SAVILLE W.J.A., FRAZER G.S., WITTUM T.E. association between milk urea nitrogen and fertility in ohio dairy cows. Journal of Dairy Science, v.84, p.482-489, 2001.
  • RIBEIRO, M.E.R.; STUMPF JÚNIOR, W.; BUSS, H. Qualidade de leite. In: BITENCOURT, D.; PEGORARO, L.M.C.; GOMES, J.F. (Ed.). Sistemas de pecuária de leite: uma visão na região de clima temperado. Pelotas: EMBRAPA Clima Temperado, 2000. p.175-195.
  • STUMPF JÚNIOR, W. Produção de leite no Rio Grande do Sul: produtividade e competitividade frente ao Mercosul. In: CICLO DE PALESTRA EM PRODUÇÃO DE BOVINOS, 5., 2000, Canoas, RS. Anais. Canoas, 2000. p.19-30.
  • SUTTON, J.D. Altering milk composition by feeding. Journal of Dairy Science, v.72, p.2801-2814, 1989.
  • ZANELA M.B.; FISCHER, V.; RIBEIRO, M.E.R.; STUMPF JÚNIOR, W.; ZANELA, C,; MARQUES, L.T.; MARTINS, P.R.G. Qualidade do leite em sistemas de produção na região sul do Rio Grande do Sul. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.41, n.1, p.153-159, 2006.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    03 Jun 2013
  • Data do Fascículo
    Dez 2012

Histórico

  • Recebido
    18 Jul 2011
  • Aceito
    22 Out 2012
Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br