Sensibilidade de isolados de fungos entomopatogênicos às radiações solar, ultravioleta e à temperatura

Sensibility of isolates of entomopathogenic fungi to solar radiation, ultraviolet rays and temperature

Manuela Teodoro de Oliveira Antonio Carlos Monteiro Newton La Scala Júnior José Carlos Barbosa Dinalva Alves Mochi Sobre os autores

RESUMO:

Este trabalho teve por objetivo avaliar a sensibilidade de isolados dos fungos Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok. e Beauveria bassiana (Bals). Vuill. ao efeito das radiações solar e ultravioleta e da temperatura. Conídios dos isolados foram expostos, por vários períodos, aos raios de um simulador solar em diversas irradiâncias e a uma lâmpada de raios ultravioleta germicida. Os conídios do isolado de M. anisopliae foram também expostos às temperaturas de 19,5; 24,2 e 31,0ºC, e os do isolado de B. bassiana a 19,4; 20,8 e 28,3ºC, e 18,7; 23,8 e 30,9ºC. Avaliou-se a germinação de conídios pelo teste de viabilidade. Os isolados dos fungos se mostraram bastantes sensíveis aos raios do simulador solar e aos raios ultravioleta. A germinação de ambos sofreu significativa redução a partir de 30 minutos de exposição à radiação do simulador solar. O efeito mais severo foi evidenciado pelo isolado de B. bassiana, com grande redução da germinação dos conídios em todas as irradiâncias testadas. A sensibilidade à radiação ultravioleta também foi grande, pois ocorreu acentuada redução da germinação dos conídios do isolado de M. anisopliae (38,2%) e de B. bassiana (65%) já aos 30 segundos de exposição. A temperatura afetou a viabilidade de ambos os fungos. Temperaturas entre 23,8 e 31ºC favoreceram a germinação dos conídios, enquanto temperaturas próximas de 20ºC dificultaram a germinação.

PALAVRAS-CHAVE:
Beauveria bassiana; Metarhizium anisopliae; controle biológico; exposição à luz

Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br