NÃO-PREFERÊNCIA PARA ALIMENTAÇÃO DE TRAÇA-DAS-CRUCÍFERAS POR GENÓTIPOS DE COUVE-FLOR

FEEDING NONPREFERENCE OF DIAMONDBACK IN CAULIFLOWER GENOTYPES

RESUMO

Avaliou-se a não-preferência alimentar de lagartas de Plutella xylostella (L.), pelos genótipos de couve-flor, híbridos Barcelona, Verona, Piracicaba Precoce, Sharon, Silver Streak e cultivar Teresópolis Gigante. Foram realizados ensaios com e sem chance de escolha, em laboratório do Departamento de Fitossanidade da FCAV/UNESP, Jaboticabal, SP, avaliando-se o número de insetos atraídos e a massa seca consumida pelas lagartas do primeiro ínstar (recém-eclodidas) e de quarto ínstar durante 24 horas. Nos testes com e sem chance de escolha, para lagartas de primeiro e quarto ínstar, não houve diferença significativa quanto à atratividade. O peso seco consumido verificado nos testes com e sem chance de escolha, para lagartas de primeiro e quarto ínstar, revelou diferença significativa entre os genótipos apenas no teste sem chance de escolha para lagartas de primeiro instar, destacando-se o híbrido Silver Streak como o mais consumido (3,72 mg) pelas lagartas de P. xylostella. Os genótipos de couve-flor testados não influenciaram a atratividade das lagartas primeiro instar (recém-eclodidas) e quarto ínstar e não apresentam resistência do tipo não-preferência para alimentação por lagartas de P. xylostella.

PALAVRAS-CHAVE
Plutella xylostella ; Brassicaceae; tipos de resistência; Insecta

Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br