CONTROLE QUÍMICO DO PERCEVEJO BARRIGA-VERDE DICHELOPS MELACANTHUS (HEMIPTERA: PENTATOMIDAE) NA CULTURA DO MILHO*

CHEMICAL CONTROL OF GREEN BELLY STINK BUG DICHELOPS MELACANTHUS (HEMIPTERA: PENTATOMIDAE)ON MAIZE

G.L.M. Martins L.C. Toscano G.V Tomquelski W.I Maruyama Sobre os autores

RESUMO

Devido os prejuízos ocasionados por Dichelops melacanthus (Dallas, 1851) na cultura do milho, foram avaliados os efeitos de inseticidas aplicados no manejo da dessecação (MD), tratamento de sementes (TS) e pulverização foliar (PF) aos 10 dias após a emergência (DAE), no controle de D. melacanthus. O ensaio foi desenvolvido na Fazenda Zeca Silva no Município de Chapadão do Sul, MS, no período de 29/10/2004 a 6/3/2005, com delineamento experimental de blocos ao acaso, com dez tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos utilizados foram: monocrotofós e cipermetrina (MD), thiodicarb + imidacloprid, thiametoxan, clothianidim, imidacloprid e acetamiprid (TS), cipermetrina + thiametoxan e endossulfan + NaCl (PF), nas dosagens recomendadas, e uma testemunha sem inseticida. Foi avaliada a porcentagem de plantas atacadas por D. melacanthus aos 25 DAE. Os resultados mostram que a utilização de inseticidas em MD e PF não proporcionaram redução de plantas atacadas por D. melacanthus e imidacloprid (TS) foi o mais eficiente, proporcionando a menor porcentagem de plantas atacadas pela praga (4%).

PALAVRAS-CHAVE
Zea mays ; pragas iniciais; manejo integrado

Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br