Suscetibilidade de Gyropsylla spegazziniana (Lizer & Trelles) (Hemiptera: Psyllidae) a Beauveria bassiana (Bals.) Vuill.

Gyropsylla spegazziniana é uma das principais pragas da cultura de erva-mate em todas as regiões produtoras do Brasil, da Argentina e do Paraguai. Inimigos naturais têm sido registrados sobre ninfas e adultos de G. spegazziniana, incluindo o fungo entomopatogênico Zoophthora radicans. Como não há relatos sobre Beauveria bassiana, o objetivo deste estudo foi registrar sua patogenicidade sobre esse inseto em condições de laboratório. Ramos de erva-mate foram infestados com insetos e mantidos em frascos de vidro com água. Cada um dos ramos tinha cerca de 20 ninfas recém-emergidas/folha, sendo preparadas 3 repetições/tratamento. As suspensões dos isolados do fungo (1 × 109 conídios/mL) foram pulverizadas sobre os ramos, que foram transferidos para gaiolas e mantidos em sala climatizada (26 ± 1°C, 70 ± 10% de Umidade Relativa (U.R.) e 14 horas de fotofase). Diariamente, realizou-se a avaliação da mortalidade do inseto, observando-se, após cinco dias da aplicação, alto nível de patogenicidade devido à presença do fungo, constatada visualmente sobre os cadáveres. A mortalidade total variou entre 25 e 70% (respectivamente para Unioeste 4 e CG 716) e a mortalidade confirmada foi de 30% para o isolado Unioeste 52, revelando o potencial do fungo. No entanto, mais estudos são necessários para avaliar novos isolados do fungo, bem como outras espécies.

Ilex paraguariensis; fungos entomopatogênicos; controle biológico


Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br