Controle alternativo de Planococcus citri (Risso, 1813) com extratos aquosos de pinhão-manso

Alternative control Planococcus citri (Risso, 1813) with aqueous extracts of Jatropha

Anderson Mathias Holtz Mayara Loss Franzin Hágabo Honorato de Paulo Jéssica Mayara Coffler Botti Johnatan Jair de Paula Marchiori Érica Gonçalves Pacheco Sobre os autores

RESUMO:

A cochonilha-da-roseta, Planococcus citri (Risso, 1813) (Hemiptera: Pseudococcidae), constitui um problema fitossanitário na cultura do café. O controle mais usual dessa praga é o químico, o que pode acarretar, além de problemas socioambientais, a seleção de indivíduos resistentes. Com isso, torna-se necessário o controle alternativo. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi estudar, em condições de laboratório, o potencial inseticida de diferentes partes da planta de Jatropha curcas , em variadas concentrações, sobre P. citri . Discos de folhas de café conilon com 10 cochonilhas (ninfas e adultos) foram pulverizados direta e indiretamente com auxílio da torre de Potter, com pressão de 15 Lb/pol2, aplicando 6 mL de solução por repetição. Testaram-se sete concentrações do óleo e de extratos, tanto na aplicação direta quanto na indireta, com 10 repetições por tratamento, sendo avaliada a mortalidade em função do tempo. Todas as estruturas de pinhão-manso, em ambas as vias de aplicação, apresentaram índices de mortalidade satisfatórios de P. citri , alcançando 91,6% de mortalidade nas concentrações de 1,5, 2,0 e 3,0% do óleo na aplicação direta.

PALAVRAS-CHAVE:
Jatropha curcas; inseticida botânico; cochonilha-da-roseta

Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br