Sorologia e suscetibilidade antimicrobiana em isolados de Escherichia coli de pesque-pagues

Serology and patterns of antimicrobial susceptibility in Escherichia coli isolates from pay-to-fish ponds

Mayhara Martins Cordeiro Barbosa Fernanda de Rezende Pinto Laryssa Freitas Ribeiro Cintia Sobue Lorenzon Guriz Antônio Sérgio Ferraudo Renato Pariz Maluta Everlon Cid Rigobelo Fernando Antonio Ávila Luiz Augusto Amaral Sobre os autores

Pesquisou-se a ocorrência de Escherichia coli (EPEC, EIEC, O157) em água e peixe (pele, trato digestivo e músculo) de pesque-pagues da microbacia do Córrego Rico, Jaboticabal (SP). Foram isoladas 115 cepas de E. coli, entre as quais 49 (43%) foram sorogrupadas como EPEC. Os sorogrupos mais frequentes foram O125, O126 e O158. Dentre as amostras testadas, 60 (52%) apresentaram resistência simultânea a dois antimicrobianos. A análise de correspondência foi realizada com o intuito de verificar as possíveis correspondências envolvendo o local de isolamento, sorogrupos e multirresistência e, com isso, pôde-se observar que o músculo apresentou menor correspondência com os demais fatores analisados. Porém, o isolamento de sorogrupos EPEC neste estudo representa risco à saúde dos consumidores.

Escherichia coli ; sorogrupo; água; peixe


Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br