Accessibility / Report Error

AVALIAÇÃO DE PRODUTOS NATURAIS PARA O CONTROLE DO ÁCARO RAJADO TETRANYCHUS URTICAE (KOCH, 1836) (ACARI: TETRANYCHIDAE) EM CASA DE VEGETAÇÃO

EVALUATION OF NATURAL PRODUCTS FOR THE CONTROL OF TWOSPOTTED SPIDER MITE TETRANYCHUS URTICAE (KOCH, 1836) (ACARI: TETRANYCHIDAE) IN THE GREENHOUSE

RESUMO

O ácaro rajado Tetranychus urticae é considerado um dos ácaros de maior importância por atacar várias culturas. O objetivo desse trabalho foi verificar, em casa de vegetação, a ação acaricida de alguns extratos vegetais sobre população de T. urticae, infestando plantas de feijão. Cada parcela constou de 5 plantas de feijão com 07-10 folhas previamente infestadas com 5 fêmeas de T. urticae cada. As espécies vegetais utilizadas foram Allamanda cathartica, Dieffenbachia brasiliensis, Pennisetum purpureum, Annona squamosa, Ruta graveolens, Sonchus oleraceus, Spondias purpurea, Codiaeum variegatum, Impatiens walleriana, Stryphnodendron barbatiman, Solanum melongena, Agave angustifolia e Allium cepa. O material vegetal coletado foi seco em estufa a 40º C e posteriormente moído e o pó resultante submetido à extração com água destilada por 14h e em seguida, filtrado. Os resíduos filtrados foram utilizados nos testes após um período de 30-45 dias da infestação, sendo aplicados sobre as plantas infestadas, na dose de 100 mL de extrato/L de água, empregando-se um pulverizador costal de 5 L. Previamente e após 7 dias do tratamento, foi avaliado o número de ácaros vivos (formas móveis), em uma área de 1 cm2 em 10 folhas de cada parcela. Os extratos aquosos de D. brasiliensis, R. graveolens, A. cepa, A. angustifolia e A. squamosa promoveram redução significativa da população de T. urticae, apresentando 86,87%, 83,95%, 80,97%, 76,30 e 75,40% de eficiência, respectivamente.

PALAVRAS-CHAVE
Tetranychus urticae ; produtos naturais; acaricida; controle

ABSTRACT

Tetranychus urticae is considered one of the most important mite species, attacking several agricultural crops. The aim of this work was to verify, in the greenhouse, the acaricide activity of some plant extracts on a population of T. urticae, infesting bean plants. Each plot consisted of 5 bean plants with 7 to 10 leaves previously infested with 5 T. urticae females each. The plant species used were Allamanda cathartica, Dieffenbachia brasiliensis, Pennisetum purpureum, Annona squamosa, Ruta graveolens, Sonchus oleraceus, Spondias purpurea, Codiaeum variegatum, Impatiens walleriana, Stryphnodendron barbatiman, Solanum melongena, Agave angustifolia and Allium cepa. The vegetable material collected was dried in an oven at 40º C and after that triturated, and the resulting dust was submitted to extraction with distilled water for 14 hours and then filtered. The filtered residues were utilized for tests after a period of 30 to 45 days of infestation, when they were applied on infested plants in doses of 100 mL of extract/L of water utilizing a knapsack sprayer of 5 L. Previously and 7 days after treatment an evaluation was made of the number of live mites (active stages) on 1cm2 of 10 leaves in each plot. The aqueous extracts of D. brasiliensis, R. graveolens, A. cepa, A. angustifolia and A. squamosa promoted a significant reduction of the T. urticae population, showing 86.87%, 83.95%, 80.97%, 76.30 and 75.40% efficiency, respectively.

KEY WORDS
Tetranychus urticae ; natural products; acaricide; control

INTRODUÇÃO

O ácaro rajado Tetranychus urticae é considerado um dos ácaros de maior importância em todo o mundo, por atacar várias culturas, podendo-se citar o algodoeiro, morangueiro, roseira, tomateiro, feijoeiro, soja, pessegueiro etc. (GALLO et al., 2002GALLO, D.; NAKANO, O.; SILVEIRA NETO, S.; CARVALHO, R.P.L.; BATISTA, G.C.; BERTI FILHO, E.; PARRA, J.R.P.; ZUCCHI, R.A.; ALVES, S.B. Manual de entomologia agrícola. São Paulo: Agronômica Ceres, 2002. 649p.). Nessas culturas, este ácaro tem sofrido a ação de produtos químicos utilizados ao longo dos anos, para seu controle. Este fato tem levado a uma pressão de seleção sobre as populações de ácaro conseqüente resistência a vários defensivos, em diversos países. Em trabalhos realizados pelo Instituto Biológico, constatou-se casos da resistência de T. urticae a acaricidas como dimetoato, cihexatin, naled, mevinfós e propargito (SOUZA FILHO et al., 1994SOUZA FILHO, M.F.; SUPLICY FILHO, N.; SATO, M.E.; TAKEMATSU, A.P. Suscetibilidade do ácaro-rajado proveniente de videira de Pilar do Sul, SP, a diversos acaricidas. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.29, n.8, p.1187-1192, 1994.; SUPLICY FILHO et al., 1994SUPLICY FILHO, N.; SOUZA FILHO, M.F.; TAKEMATSU, A.P.; SATO, M. E. Resistência do ácaro rajado Tetranychus urticae (Koch) a acaricidas em roseira, na região de Itapevi, SP. Anais da Sociedade Entomológica do Brasil, v.23, n.1, p.51-55, 1994.; TAKEMATSU et al., 1994TAKEMATSU, A.P.; SUPLICY FILHO, N.; SOUZA FILHO, M.F.; SATO, M.E. Sensibilidade de Tetranychus urticae (Koch, 1836), proveniente de roseira (Rosa sp.) de Holambra-SP, a alguns acaricidas. Revista de Agricultura, v.69, n.2, p.129-137, 1994.; SATO et al., 1993SATO, M.E.; SUPLICY FILHO, N.; SOUZA FILHO, M.F. de Níveis de resistência do “ácaro rajado” Tetranychus urticae (Koch, 1836)Boudreaux&Dossé,1963àaçãodeváriosacaricidas das regiões de Atibaia e Piedade (SP) em laboratório, das culturas do morangueiro (Fragaria sp.). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 14., 1993, Piracicaba. Resumos. Piracicaba: Sociedade Entomológica do Brasil, 1993. p.477.).

A utilização dos inseticidas de origem vegetal merece destaque dentre os métodos alternativos ao controle químico convencional, pelos aspectos de segurança e pela conservação do equilíbrio do agroecossistema. Além disso, a flora brasileira é muito rica em espécies de plantas que encerram substâncias químicas com atividade inseticida (FERRACINI et al., 1990FERRACINI, V.L.; CAPALBO, D.M.F.; NARDO, E.A.B. DE.; ZAVATTI, L.M.S.; SAITO, M.L.; FRIGHETTO, R.T.S.; SCRAMIN, S.; CANUTO, J.C.; LIMA, E. DE S.; SISCARO, M.T.; SILVA, S.R. DA.; SOUZA, L.G.A. DE.; RIZZOLI, P.R.; STEFANUTO, M.A. Prefáiodo evento. In: WORKSHOP Sobre Produtos Naturais no Controle de Pragas, Doenças e Plantas Daninhas, 1., 1990, Jaguariúna, SP. Anais. Jaguariúna: EMBRAPA/ CNPDA, 1990. p.11-12.). As plantas tropicais constituem um reservatório de substâncias que, originalmente, são empregadas na defesa das próprias plantas contra herbívoros que delas se servem (VILELA, 1990VILELA, E.F. Produtos naturais no manejo de pragas. 1990. In: WORKSHOP SOBRE PRODUTOS NATURAIS NO CONTROLE DE PRAGAS, DOENÇAS E PLANTAS DANINHAS, 1., 1990, Jaguariúna. Anais. Jaguariúna: Embrapa/CNPDA, 1990. p.15-18.).

DABROWSKI (1973)DABROWSKI, Z.T. Studies on the relationships of Tetranychus urticae Koch and host plants. II. Gustatory effect of some plant extracts. Polskie Pismo Entomologiczne, v.43, n.1, p.127-138, 1973. constatou ação de deterrência alimentar do extrato das folhas de Ginkgo biloba.SHAVER & SCHUTTERER (1981)SHAVER, M. & SCHUTTERER, H. Effect of freshly squeezed juices and crude extracts of the Labiate Ajuga remota on the two-spotted spider mite Tetranychus urticae Koch. Zeitschrift fur Angewandte Entomologie, v.91, n.5, p.425-433, 1981. investigaram os efeitos do extrato metanólico de Ajugaremotta em T. urticaee constataram repelência àsfêmease redução da fecundidade. MANSOUR & ASCHER (1984)MANSOUR, F.A.; ASCHER, K.R.S. Effects of neem (Azadirachta indica) seed kernel extracts from different solvents on the carmine spider mite, Tetranychus cinnabarinus. NEEM CONFERENCE, 2., 1984, Rauischholzhausen. Proceedings, Rauischholzhausen, 1984. p.461-470. utilizaram extratos de sementes de Azadirachta indica, obtendo redução na produção de ovos de Tetranychus cinnabarinus. TANAKA et al. (1985)TANAKA, H.; AHN, J.W.; KATAYAMA, M.; WADA, H.; MARUMO, S.; OSAKA, Y. Isolation of two ovicidal substances against two-spotted spider mite Tetranychus urticae Koch, from Skimmia repens Nakai. Agricultural and Biological Chemistry, v.49, n.7, p.2189-2190. 1985. comprovaram a toxicidade do extrato metanólico das folhas de Skimmia repens contra T. urticae.

BARAKAT et al. (1986a)BARAKAT, A.A.; SHEREEF, G.M.; ABDALLAH, S.A.; AMER, S.A.A. Joint action of some pesticides and plant extracts against Tetranychus urticae Koch. Bulletin of the Entomological Society of Egypt, v.14, p.243-249, 1986a. avaliaram o efeito de várias espécies de plantas sobre ovos e adultos de T. urticae. Os ovos foram menos afetados que os adultos, mas os extratos de Piper nigrum e Datura stramonium apresentaram propriedades ovicidas. Os adultos foram mais afetados pelos extratos de Lupinus termis e D. stramonium. BARAKAT et al. (1986b)BARAKAT, A.A.; SHEREEF, G.M.; ABDALLAH , S.A.; AMER, S.A.A., Effects the some pesticides and plant extracts on some biological aspects of Tetranychus urticae Koch. Bulletin of the Entomological Society of Egypt, v.14, p.225-232, 1986b. verificaram que o extrato acetônico de D. stramonium foi eficiente ovicida para T. urticae.

MANSOUR et al. (1986)MANSOUR, F.; RAVID, V.; PUTIEVSKY, E. Studies of the effects of essential oils isolated from 14 species of Labiatae on the carmine spider mite, Tetranychus cinnabarinus. Phytoparasitica, v.14, n.2, p.137-142, 1986. testaram soluções acetônicas de Lavandula angustifolia, Melissa officinalis, Mentha piperita, Salvia fruticosa e Ocimum basilicum, que provocaram mortalidade em fêmeas adultas de T. urticae. MANSOUR et al. (1987)MANSOUR, F.; ASCHER, K.R.S.; OMARI , N. Effects of neem (Azadirachta indica) seed kernel extracts from different solvents on the predacious mite Phytoseiulus persimilis and the phytophagous mite Tetranychus cinnabarinus. Phytoparasitica, v.15, n.2, p.125-130, 1987. avaliaram diferentes solventes nos extratos de sementes de A. indica sendo o extrato pentânico o mais eficiente para T. cinnabarinus.

URINOVA et al. (1988)URINOVA, K.H.Z.; UMAROV, A.A.; SAATOV, Z. Phytoecdysteroids as insecticides acaricides. Zashchita Rastenii Moskva, v.3, p.25-26, 1988. estudaram fitoecdisteróides extraídos de Silene brachiuca e comprovaram seu efeito na redução da viabilidade e número de ovos de T. urticae. URINOVA et al. (1989)URINOVA, K.H.Z.; UMAROV , A.A.; GOLOVINA, L.A.; SAGITDINOVA, G.V. Biological activity of complex esters. Zashchita Rastenii Moskva, v.7, p.29, 1989. testaram ésteres isolados de Ferula spp. e comprovaram a toxicidade para T. urticae.

AMER et al. (1989)AMER, S.A.A.; REDA, A.S.; DIMETRY, N.Z. Activity of Abrus precatorius L. extracts against the two spotted spider mite Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae). Acarologia, v.30, n.3, p.209-215, 1989. verificaram a toxicidade de vários solventes na preparação do extrato de sementes de Abrus precatorius e comprovaram que os solventes etil álcool e água são mais tóxicos para fêmeas adultas de T. urticae, enquanto os ovos são mais suscetíveis ao éter de petróleo.

REICHLING et al. (1991)REICHLING, J.; MERKEL, B.; HOFMEISTER, P. Studies on the biological activities of rare phenylpropanoids of the genus Pimpinella. Journal of Natural Products, v.54, n.5, p.1416-1418, 1991. estudaram o efeito biológico de fenilpropanóides de plantas do gênero Pimpinella sobre várias pragas, verificaram que a atividade acaricida em Tetranychus telarius ocasionou 100% de controle na concentração de 100 mg/L.

DIMETRY et al. (1990)DIMETRY, N.Z.; EL-GENGAIHI, S.; REDA, A.S.; AMER, S.A.A. Toxicity of some compunds isolated from Abrus precatorius L. seeds towards the two-spotted spider mite Tetranychus urticae Koch. Acarologia, v.31, n.4, p.361-366, 1990. trataram fêmeas de T. urticae com extrato de sementes de Abrus precatorius e obtiveram redução significativa no número de ovos e na sua viabilidade. DIMETRY et al. (1992)DIMETRY, N.Z.; EL-GENGAIHI, S., REDA, A.S.; AMER, S.A.A. Biological effects of some isolated Abrus precatorius L. alkaloids towards Tetranychus urticae Koch. Anzeiger für Schädlingskunde, v.65, n.5, p.99-101, 1992. Apud Review of Agricultural Entomology, v.81, n.11, resumo 11324, 1993. testaram alcalóides isolados de sementes de A. precatorius sobre fêmeas de T. urticae e obtiveram redução do período de oviposição e fecundidade.

DIMETRY et al. (1993)DIMETRY, N.Z.; AMER, S.A.A.; REDA, A.S. Biological activity of two neem seed kernel against the two-spotted spider mite Tetranychus urticae Koch. Journal of Applied Entomology, v.116, n.3, p.308-312, 1993. constataram que a azadiractina exibiu grande toxicidade e decréscimo na produção e fertilidade de ovos de T. urticae. SANGUANPONG & SCHMUTTERES (1992)SANGUANPONG, U.; SCHMUTTERES, H. Laboratory studies on the effect of neem oils an neem seed extracts on the spider mite Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae). Zeitschrift fur Pflanzenkrankheiten und Plfanzenshutz, v.99, n.6, p.637-646, 1992. comprovaram que o extrato de A. indica é mais tóxico para T. urticae quando preparado com pentano do que com outros solventes.

POTENZA et al. (1999a)POTENZA, M. R.; TAKEMATSU, A P.; SIVIERI , A.P.; SATO, M.E.; PASSEROTTI, C.M. Efeito acaricida de alguns extratos vegetais sobre Tetranychus urticae (koch, 1836) (Acari: Tetranychidae) em laboratório. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v.66,n.1,p.31-37, 1999a. obtiveram controle satisfatório de T. urticae com extratos de Annona sp., Agave sp., R. graveolens e D. brasiliensis, com eficiência superior a 80%. Outras plantas demonstraram atividade acaricida como Melia azedarach, S. oleraceus, Nicotiana tabacum, Hevea brasiliensis, Spondias sp., P. purpureum, C. variegatum e I. walleriana, com eficácia entre 51,3 e 77,3%. POTENZA et al. (1999b)POTENZA, M.R.; TAKEMATSU, A.P.; BENEDICTO, L.H. Avaliação do controle de Tetranychusurticae (koch, 1836) (Acari: Tetranychidae) através de extratos vegetais, em laboratório. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v.66, n.2, p.91-97, 1999b. realizaram testes em laboratório para avaliar a atividade acaricida de alguns extratos vegetais aquosos para o controle do ácaro rajado T. urticae. Controle satisfatório foi obtido com os extratos de Allium cepa (80,35%), Stryphnodendron barbatiman (72,13%) e Solanum melongena (75,81%).

CHIASSON et al. (2001)CHIASSON , H.; BELANGER, A.; BOSTANIAN , N.J.; VINCENT, C.; POLIQUIN, A. Acaricidal properties of Artemisia absinthium and Tanacetum vulgare (Asteraceae) essential oils obtained by three methods of extraction. Journal of Economic Entomology, v.94, n.1, p.167-171, 2001. estudaram as propriedades acaricidas dos óleos essenciais deArtemisia absinthium e Tanacetum vulgare, por diferentes métodos de extração, sobre T. urticae. Todos os óleos provocaram mortalidade, em diferentes porcentagens, sobre T. urticae. CHIASSON et al. (2004)CHIASSON , H.; BOSTANIAN , N.J.; VINCENT, C. Acaricidal properties of a Chenopodium-based botanical. Journal of Economic Entomology, v.97, n.4, p.1373-1377, 2004. avaliaram a eficiência da formulação concentrado emulsionável do óleo essencial de Chenopodium ambrosioides var. ambrosioides sobre ovos e adultos de T. urticae e Panonychus ulmi. O óleo de C. ambrosioides a 0,5% apresentou 94,7% e 97,1% de mortalidade sobre fêmeas adultas de T. urticae e P. ulmi, resultado superior ao óleo de nim a 0,7% que apresentou 22,1% de mortalidade sobre T. urticae.

MATERIAL E MÉTODOS

Através de trabalhos realizados no Instituto Biológico (POTENZA et al. 1999aPOTENZA, M. R.; TAKEMATSU, A P.; SIVIERI , A.P.; SATO, M.E.; PASSEROTTI, C.M. Efeito acaricida de alguns extratos vegetais sobre Tetranychus urticae (koch, 1836) (Acari: Tetranychidae) em laboratório. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v.66,n.1,p.31-37, 1999a.; POTENZA et al. 1999bPOTENZA, M.R.; TAKEMATSU, A.P.; BENEDICTO, L.H. Avaliação do controle de Tetranychusurticae (koch, 1836) (Acari: Tetranychidae) através de extratos vegetais, em laboratório. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v.66, n.2, p.91-97, 1999b.) com o ácaro rajado T. urticae, algumas espécies vegetais foram selecionadas. O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Inseticidas e Acaricidas/CPDSV do Instituto Biológico, São Paulo, SP, no período de agosto de 2004 a julho de 2005.

a-) Extrato aquoso: folhas de A. cathartica, D. brasiliensis, P. purpureum, A.squamosa, R. graveolens, S. oleraceus, S. purpurea, C. variegatum, I. walleriana, S. barbatiman, Solanum melongena, A. angustifolia e A. cepa foram coletadas na parte mediana da planta e secas em estufa a 40º C, o material moído e submetido à extração com água destilada por 14h e filtrado em seguida. Os resíduos filtrados foram utilizados para os testes. As coletas foram realizadas em dezembro de 2004, março e maio de 2005 (Tabelas 1, 2 e 3).

Tabela 1
Número de formas móveis do ácaro (médias originais) Tetranychus urticae (nº)* * Médias seguidas pela mesma letra não diferem entre si pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. e % Eficiência (%E)** ** Eficiência calculada pela fórmula de Henderson & Tilton. . Dezembro 2004 - janeiro de 2005. São Paulo, SP.
Tabela 2
Número de formas móveis do ácaro (médias originais) Tetranychus urticae (nº)* * Médias seguidas pela mesma letra não diferem entre si pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. e % Eficiência (%E)** ** Eficiência calculada pela fórmula de Henderson & Tilton. . Março-abril de 2005. São Paulo, SP.
Tabela 3
Número de formas móveis do ácaro (médias originais) Tetranychus urticae (nº)* * Médias seguidas pela mesma letra não diferem entre si pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. e % Eficiência (%E)** ** Eficiência calculada pela fórmula de Henderson & Tilton. . Maio-junho de 2005. São Paulo, SP.

Os testes foram realizados em casa de vegetação utilizando-se plantas de feijão (var. Carioquinha) cultivadas em vasos. Cada parcela constou de 5 plantas de feijão com 7-10 folhas previamente infestadas com 5 fêmeas de T. urticae cada. Após um período de 30-45 dias os extratos diluídos em água, na dose de 100mL do extrato/L de água, foram aplicados sobre as plantas infestadas empregandose um pulverizador costal de 5 L. Previamente e após 7 dias do tratamento, foi avaliado o número de ácaros vivos (formas móveis), em uma área de 1cm2 em 10 folhas de cada parcela, como auxílio de uma lupa conta fio com aumento de 10 vezes. O delineamento estatístico adotado foi inteiramente casualizado com 5 tratamentos e 1 testemunha, com cinco repetições por tratamento. Os dados obtidos foram transformados em (raiz quadrada de x + 0,5) e submetidos a análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. A eficiência foi calculada pela fórmula de Henderson & Tilton (NAKANO et al., 1981NAKANO, O.; SILVEIRA NETO, S.; ZUCCHI, R.A. Entomologia econômica. Piracicaba: Livroceres, 1981. 314p.).

RESULTADOS E DISCUSSÃO

Ensaio I: Verificou-se na avaliação prévia, infestação uniforme das plantas de feijão com o ácaro rajado. Aos 7 dias após a aplicação observou-se que os extratos aquosos de D. brasiliensis, R. graveolens e A. squamosa promoveram redução significativa da população de T. urticae, apresentando 86,87%, 83,95% e 75,40% de eficiência, respectivamente. Estes resultados estão de acordo com os apresentados por POTENZA et al. (1999a)POTENZA, M. R.; TAKEMATSU, A P.; SIVIERI , A.P.; SATO, M.E.; PASSEROTTI, C.M. Efeito acaricida de alguns extratos vegetais sobre Tetranychus urticae (koch, 1836) (Acari: Tetranychidae) em laboratório. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v.66,n.1,p.31-37, 1999a. que obtiveram controle satisfatório com os extratos de A. squamosa, R. graveolens e D. brasiliensis, com eficiência superior a 80%, em condições de laboratório. Os extratos aquosos de A. cathartica e P. purpureum não apresentaram controle satisfatório, com eficiência inferior a 60% (Tabela 1).

Ensaio II: Avaliação prévia indicou uma infestação uniforme das plantas de feijão com o ácaro rajado. Os extratos utilizados neste ensaio não apresentaram controle satisfatório de T. urticae. Aos 7 dias após a aplicação verificou-se que os melhores resultados foram obtidos com os extratos de S. oleraceus e I. walleriana, que provocaram 66,5% e 60,4% de redução da na população de T. urticae, respectivamente. Os extratos de S. purpurea e C. variegatum apresentaram 51,28% e 57,61% de eficiência, respectivamente (Tabela 2).

Ensaio III: Verificou-se na avaliação prévia, uma infestação uniforme das plantas de feijão com o ácaro rajado. Controle satisfatório foi obtido com o extrato de A. cepa, que apresentou 80,97% de eficiência no controle de T. urticae, aos 7 dias após a aplicação. Os extratos aquosos de A. angustifolia, S. barbatiman e S. melongena apresentaram 76,30%, 62,76% e 23,59% de eficiência, respectivamente (Tabela 3).

Os resultados com A. angustifolia e S. melongena estão abaixo daqueles obtidos por POTENZA et al. (1999aPOTENZA, M. R.; TAKEMATSU, A P.; SIVIERI , A.P.; SATO, M.E.; PASSEROTTI, C.M. Efeito acaricida de alguns extratos vegetais sobre Tetranychus urticae (koch, 1836) (Acari: Tetranychidae) em laboratório. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v.66,n.1,p.31-37, 1999a., 1999b)POTENZA, M.R.; TAKEMATSU, A.P.; BENEDICTO, L.H. Avaliação do controle de Tetranychusurticae (koch, 1836) (Acari: Tetranychidae) através de extratos vegetais, em laboratório. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v.66, n.2, p.91-97, 1999b., 90,41% e 75,81% respectivamente. Esse resultado pode ser explicado pelo fato que em casa de vegetação apenas o parâmetro “mortalidade” foi avaliado. Os extratos vegetais poderiam ter atuado de outra maneira, como por exemplo, repelência, diminuição da longevidade dos adultos e na oviposição etc.

CONCLUSÕES

Os extratos aquosos de D. brasiliensis, R. graveolens e Allium cepa apresentaram controle satisfatório da população de T. urticae, em condições de casa de vegetação.

Os resultados obtidos em condições de laboratório não se repetiram em casa de vegetação, como os extratos de A. angustifólia e S. melogena.

REFERÊNCIAS

  • AMER, S.A.A.; REDA, A.S.; DIMETRY, N.Z. Activity of Abrus precatorius L. extracts against the two spotted spider mite Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae). Acarologia, v.30, n.3, p.209-215, 1989.
  • BARAKAT, A.A.; SHEREEF, G.M.; ABDALLAH, S.A.; AMER, S.A.A. Joint action of some pesticides and plant extracts against Tetranychus urticae Koch. Bulletin of the Entomological Society of Egypt, v.14, p.243-249, 1986a.
  • BARAKAT, A.A.; SHEREEF, G.M.; ABDALLAH , S.A.; AMER, S.A.A., Effects the some pesticides and plant extracts on some biological aspects of Tetranychus urticae Koch. Bulletin of the Entomological Society of Egypt, v.14, p.225-232, 1986b.
  • CHIASSON , H.; BELANGER, A.; BOSTANIAN , N.J.; VINCENT, C.; POLIQUIN, A. Acaricidal properties of Artemisia absinthium and Tanacetum vulgare (Asteraceae) essential oils obtained by three methods of extraction. Journal of Economic Entomology, v.94, n.1, p.167-171, 2001.
  • CHIASSON , H.; BOSTANIAN , N.J.; VINCENT, C. Acaricidal properties of a Chenopodium-based botanical. Journal of Economic Entomology, v.97, n.4, p.1373-1377, 2004.
  • DABROWSKI, Z.T. Studies on the relationships of Tetranychus urticae Koch and host plants. II. Gustatory effect of some plant extracts. Polskie Pismo Entomologiczne, v.43, n.1, p.127-138, 1973.
  • DIMETRY, N.Z.; EL-GENGAIHI, S.; REDA, A.S.; AMER, S.A.A. Toxicity of some compunds isolated from Abrus precatorius L. seeds towards the two-spotted spider mite Tetranychus urticae Koch. Acarologia, v.31, n.4, p.361-366, 1990.
  • DIMETRY, N.Z.; EL-GENGAIHI, S., REDA, A.S.; AMER, S.A.A. Biological effects of some isolated Abrus precatorius L. alkaloids towards Tetranychus urticae Koch. Anzeiger für Schädlingskunde, v.65, n.5, p.99-101, 1992. Apud Review of Agricultural Entomology, v.81, n.11, resumo 11324, 1993.
  • DIMETRY, N.Z.; AMER, S.A.A.; REDA, A.S. Biological activity of two neem seed kernel against the two-spotted spider mite Tetranychus urticae Koch. Journal of Applied Entomology, v.116, n.3, p.308-312, 1993.
  • FERRACINI, V.L.; CAPALBO, D.M.F.; NARDO, E.A.B. DE.; ZAVATTI, L.M.S.; SAITO, M.L.; FRIGHETTO, R.T.S.; SCRAMIN, S.; CANUTO, J.C.; LIMA, E. DE S.; SISCARO, M.T.; SILVA, S.R. DA.; SOUZA, L.G.A. DE.; RIZZOLI, P.R.; STEFANUTO, M.A. Prefáiodo evento. In: WORKSHOP Sobre Produtos Naturais no Controle de Pragas, Doenças e Plantas Daninhas, 1., 1990, Jaguariúna, SP. Anais Jaguariúna: EMBRAPA/ CNPDA, 1990. p.11-12.
  • GALLO, D.; NAKANO, O.; SILVEIRA NETO, S.; CARVALHO, R.P.L.; BATISTA, G.C.; BERTI FILHO, E.; PARRA, J.R.P.; ZUCCHI, R.A.; ALVES, S.B. Manual de entomologia agrícola São Paulo: Agronômica Ceres, 2002. 649p.
  • NAKANO, O.; SILVEIRA NETO, S.; ZUCCHI, R.A. Entomologia econômica Piracicaba: Livroceres, 1981. 314p.
  • MANSOUR, F.A.; ASCHER, K.R.S. Effects of neem (Azadirachta indica) seed kernel extracts from different solvents on the carmine spider mite, Tetranychus cinnabarinus NEEM CONFERENCE, 2., 1984, Rauischholzhausen. Proceedings, Rauischholzhausen, 1984. p.461-470.
  • MANSOUR, F.; RAVID, V.; PUTIEVSKY, E. Studies of the effects of essential oils isolated from 14 species of Labiatae on the carmine spider mite, Tetranychus cinnabarinus Phytoparasitica, v.14, n.2, p.137-142, 1986.
  • MANSOUR, F.; ASCHER, K.R.S.; OMARI , N. Effects of neem (Azadirachta indica) seed kernel extracts from different solvents on the predacious mite Phytoseiulus persimilis and the phytophagous mite Tetranychus cinnabarinus Phytoparasitica, v.15, n.2, p.125-130, 1987.
  • POTENZA, M. R.; TAKEMATSU, A P.; SIVIERI , A.P.; SATO, M.E.; PASSEROTTI, C.M. Efeito acaricida de alguns extratos vegetais sobre Tetranychus urticae (koch, 1836) (Acari: Tetranychidae) em laboratório. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v.66,n.1,p.31-37, 1999a.
  • POTENZA, M.R.; TAKEMATSU, A.P.; BENEDICTO, L.H. Avaliação do controle de Tetranychusurticae (koch, 1836) (Acari: Tetranychidae) através de extratos vegetais, em laboratório. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v.66, n.2, p.91-97, 1999b.
  • REICHLING, J.; MERKEL, B.; HOFMEISTER, P. Studies on the biological activities of rare phenylpropanoids of the genus Pimpinella Journal of Natural Products, v.54, n.5, p.1416-1418, 1991.
  • SANGUANPONG, U.; SCHMUTTERES, H. Laboratory studies on the effect of neem oils an neem seed extracts on the spider mite Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae). Zeitschrift fur Pflanzenkrankheiten und Plfanzenshutz, v.99, n.6, p.637-646, 1992.
  • SATO, M.E.; SUPLICY FILHO, N.; SOUZA FILHO, M.F. de Níveis de resistência do “ácaro rajado” Tetranychus urticae (Koch, 1836)Boudreaux&Dossé,1963àaçãodeváriosacaricidas das regiões de Atibaia e Piedade (SP) em laboratório, das culturas do morangueiro (Fragaria sp.). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 14., 1993, Piracicaba. Resumos Piracicaba: Sociedade Entomológica do Brasil, 1993. p.477.
  • SHAVER, M. & SCHUTTERER, H. Effect of freshly squeezed juices and crude extracts of the Labiate Ajuga remota on the two-spotted spider mite Tetranychus urticae Koch. Zeitschrift fur Angewandte Entomologie, v.91, n.5, p.425-433, 1981.
  • SOUZA FILHO, M.F.; SUPLICY FILHO, N.; SATO, M.E.; TAKEMATSU, A.P. Suscetibilidade do ácaro-rajado proveniente de videira de Pilar do Sul, SP, a diversos acaricidas. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.29, n.8, p.1187-1192, 1994.
  • SUPLICY FILHO, N.; SOUZA FILHO, M.F.; TAKEMATSU, A.P.; SATO, M. E. Resistência do ácaro rajado Tetranychus urticae (Koch) a acaricidas em roseira, na região de Itapevi, SP. Anais da Sociedade Entomológica do Brasil, v.23, n.1, p.51-55, 1994.
  • TANAKA, H.; AHN, J.W.; KATAYAMA, M.; WADA, H.; MARUMO, S.; OSAKA, Y. Isolation of two ovicidal substances against two-spotted spider mite Tetranychus urticae Koch, from Skimmia repens Nakai. Agricultural and Biological Chemistry, v.49, n.7, p.2189-2190. 1985.
  • TAKEMATSU, A.P.; SUPLICY FILHO, N.; SOUZA FILHO, M.F.; SATO, M.E. Sensibilidade de Tetranychus urticae (Koch, 1836), proveniente de roseira (Rosa sp.) de Holambra-SP, a alguns acaricidas. Revista de Agricultura, v.69, n.2, p.129-137, 1994.
  • URINOVA, K.H.Z.; UMAROV, A.A.; SAATOV, Z. Phytoecdysteroids as insecticides acaricides. Zashchita Rastenii Moskva, v.3, p.25-26, 1988.
  • URINOVA, K.H.Z.; UMAROV , A.A.; GOLOVINA, L.A.; SAGITDINOVA, G.V. Biological activity of complex esters. Zashchita Rastenii Moskva, v.7, p.29, 1989.
  • VILELA, E.F. Produtos naturais no manejo de pragas. 1990. In: WORKSHOP SOBRE PRODUTOS NATURAIS NO CONTROLE DE PRAGAS, DOENÇAS E PLANTAS DANINHAS, 1., 1990, Jaguariúna. Anais Jaguariúna: Embrapa/CNPDA, 1990. p.15-18.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    25 Fev 2022
  • Data do Fascículo
    Oct-Dec 2006

Histórico

  • Recebido
    06 Abr 2006
  • Aceito
    12 Set 2006
Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br