Sucesso no tratamento de infecção generalizada em bezerra por Dermatophilus congolensis baseado em teste in vitro modificado de difusão com discos

Paulo Francisco Domingues Simony Trevizan Guerra Carolina Lechinski de Paula Ana Carolina Alves Carmen Alicia Daza Bolanos Amanda Bonalume Cordeiro de Morais Rafaela Mastrangelo Risseti Bruna da Silva Colhado Fábio Vinicius Ramos Portilho Marília Salgado Caxito Fernando José Paganini Listoni Daniel Ornelas de Oliveira Márcio Garcia Ribeiro Sobre os autores

RESUMO:

A dermatofilose bovina é uma dermatite caracterizada por lesões focais ou localizadas com aspecto de “pincel” e, ocasionalmente, como lesão cutânea disseminada. Relata-se o caso de uma fêmea bovina de um ano de idade, que foi atendida apresentando história de lesões cutâneas crônicas imediatamente após um período de alta pluviosidade. Ao exame clínico, lesões serosas a purulentas, com hiperqueratose, coalescentes, não pruriginosas, ressecadas, de coloração amarelada à acinzentada foram observadas distribuídas de modo generalizado pelo animal. A remoção das crostas revelou áreas ulceradas ou hemorrágicas, com crostas irregulares e elevadas semelhantes a “pincel”. O diagnóstico microbiológico possibilitou a identificação do micro-organismo Dermatophilus congolensis. Apesar das lesões disseminadas e crônicas, a cura do animal foi obtida com tratamento parenteral usando oxitetraciclina de longa duração, baseado em teste in vitro de sensibilidade microbiana modificado. O presente relato ressalta o sucesso no tratamento de caso incomum de lesões generalizadas de dermatofilose bovina com respaldo de teste in vitro de sensibilidade modificado, bem como a necessidade do uso responsável de antimicrobianos em animais de produção.

PALAVRAS-CHAVE:
dermatofilose; bovinos; tratamento; teste de sensibilidade microbiana in vitro; oxitetraciclina

Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br