Accessibility / Report Error

Efeito antifúngico de extratos alcoólicos de própolis sobre patógenos da videira

Antifungal effect of propolis alcoholic extracts on grapevine pathogens

Objetivou-se com este trabalho verificar a fungitoxicidade in vitro de extratos alcoólicos de própolis (EAP) sobre a germinação de esporos de Phakopsora euvitis e Pseudocercospora vitis e também sobre o crescimento micelial e esporulação de esporos de Elsinoe ampelina. Para o ensaio de inibição de germinação o EAP foi utilizado nas concentrações de 0,025; 0,05; 0,1; 0,2; 0,25 e 0,5%. Como testemunhas utilizaram-se água destilada, etanol 0,35% e fungicida azoxystrobin. No ensaio de crescimento micelial e esporulação foram utilizadas as concentrações de 0,05; 0,1; 0,2; 0,4; 0,5 e 1,0% de EAP. As testemunhas foram o meio de cultura batata-dextrose-ágar (BDA), BDA + 0,7% de etanol e o fungicida azoxystrobin. Os resultados obtidos permitiram concluir que o EAP possui baixa atividade antifúngica in vitro contra P. euvitis, P. vitis e E. ampelina, para as concentrações testadas.

Phakopsora euvitis; Pseudocercospora vitis; Elsinoe ampelina


Instituto Biológico Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana - São Paulo - SP, 04014-002 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: arquivos@biologico.sp.gov.br