Avaliação dos métodos de coleta aplicados no estudo do ficoperifíton no estuário do rio Ratones, SC, Brasil

OBJETIVO: O presente trabalho tem por objetivo testar a eficiência de quatro métodos de coleta para a identificação e quantificação empregadas no estudo sobre a biodiversidade e distribuição espaço temporal do ficoperifíton no estuário do rio Ratones; MÉTODOS: As coletas foram realizadas em três estações de amostragem ao longo do rio Ratones em março e agosto de 2008. As metodologias testadas para separação do perifíton do sedimento foram realizadas através do uso de peneiras e armadilhas de tecido. Para as epífitas, foi utilizado método de remoção através de agitação manual e análise "in situ". Para avaliar a eficiência da metodologia para perifíton, foram incluídos dados sobre fitoplâncton para fins comparativos; RESULTADOS: A opção pelo método de armadilha mostrou ser mais adequada para separar os espécimes vivos, do sedimento, e para tentar minimizar os problemas encontrados nas outras duas metodologias testadas. No caso das microalgas epífitas, a melhor forma de análise resultou dos métodos "in situ"; CONCLUSÕES: Em síntese, os resultados aqui apresentados reiteram as dificuldades encontradas ao se estudar amostras ficoperifíticas em ambientes estuarinos que, por serem ambientes rasos e dinâmicos, sofrem a influência constante do sedimento na formação das comunidades presentes nestes locais.

métodos de coleta; estuário; epipélica; epifítica; fitoplâncton


Associação Brasileira de Limnologia Av. 24 A, 1515, 13506-900 Rio Claro-SP/Brasil, Tel.:(55 19)3526 4227 - Rio Claro - SP - Brazil
E-mail: actalimno@gmail.com