Sem mais - decidir desde a loucura

Nothing else - deciding from madness

Piero Eyben

Tomando a epígrafe de Kierkegaard lançada por Jacques Derrida em seu "Cogito e história da loucura", digo, de sua leitura do texto de Foucault, o presente trabalho propõe discutir o instante da decisão, mais além do enigma, como instância última, aporética e no limiar do enlutamento. Desse modo, toda interpretação convergiria a um espaçamento da escritura, ao espaçamento que rompe a clausura e institui-se desde o segredo, desde a paixão do nome, como fica evidenciado pela textualidade de Mallarmé, Artaud, Rosa e Derrida.

decisão; loucura; aporia; desconstrução


Programa de Pos-Graduação em Letras Neolatinas, Faculdade de Letras -UFRJ Av. Horácio Macedo, 2151, Cidade Universitária, CEP 21941-97 - Rio de Janeiro RJ Brasil , - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: alea.ufrj@gmail.com