La Grande Peur dans la montagne ou o nascimento de uma lenda

Jérôme Berney

Ramuz era apaixonado pelas lendas alpinas e nelas se inspirou para escrever numerosos textos. O presente artigo examina o caso de La Grande Peur dans la montagne, de 1926, e mostra que o romance é atravessado por vários lugares comuns lendários, como o caçador diabólico e o purgatório glacial onde erram as almas danadas. À maneira de certas novelas de Maupassant, o personagem principal de La Grande Peur, Joseph, confronta-se com acontecimentos sobrenaturais que o fazem progressivamente penetrar em um universo onírico, fantástico, até mesmo fantasmático. O final do romance, ao menos na edição original, permite pensar que a narrativa como um todo é uma lenda.

Ramuz; La Grande Peur dans la montagne; lenda; fantástico; purgatório glacial


Programa de Pos-Graduação em Letras Neolatinas, Faculdade de Letras -UFRJ Av. Horácio Macedo, 2151, Cidade Universitária, CEP 21941-97 - Rio de Janeiro RJ Brasil , - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: alea.ufrj@gmail.com