Accessibility / Report Error

Qualidade da água de uma represa localizada em área agrícola (Campo Verde, MT, Brasil)

Quality of water of a dam located in an agricultural area (Campo Verde, MT, Brazil)

Resumos

No presente estudo avaliaram-se as mudanças espacial e temporal de algumas variáveis limnológicas de uma represa formada em uma das nascentes do Rio São Lourenço (Campo Verde, MT). A área de entorno da represa é utilizada para cultivo de soja, milho, algodão e pasto. Foram determinadas variáveis bióticas (bactérias heterotróficas e clorofila-a) e abióticas (precipitação, temperatura da água e do ar, condutividade elétrica, oxigênio dissolvido, pH, turbidez, fósforo total, nitrito, nitrato e nitrogênio amoniacal) em três pontos amostrais na represa (entrada, meio e saída) e em três profundidades (superficial, Secchi e interface sedimento-água) da coluna d'água, bimestralmente, durante o ano de 2010. Para verificar a correlação entre as variáveis bióticas e abióticas e quais explicam melhor as variações dos dados entre os diferentes pontos de amostragem, profundidade da represa e períodos de observação. Foram analisadas a correlação de Spearman, componentes principais e de cluster. As análises mostraram uma forte correlação entre fatores como precipitação, bactérias heterotróficas, condutividade elétrica, turbidez e fósforo, indicando a influência da sazonalidade em áreas de cultivo. Observou-se que as variações entre os pontos de amostragem são mais significativas (p < 0,01) do que na coluna d'água para a maioria das variáveis analisadas, provavelmente devido às características particulares de cada ponto de amostragem e por se tratar de uma represa com pouca profundidade.

atividades agrícolas; recursos hídricos; estatística multivariada


In this study spatial and temporal variations in limnological characteristics of a dam located in one of the headwaters of the São Lourenço River (Campo Verde, MT) were evaluated. The surrounding area is used for soybeans cultivation, corn, cotton, and pasture. We examined biotic (heterotrophic bacteria and chlorophyll a) and abiotic factors (precipitation, air and water temperature, electrical conductivity, dissolved oxygen, pH, turbidity, total phosphorus, nitrite, nitrate, and ammonia nitrogen) at three sampling sites along the longitudinal axis of the water body, and at three depths (at the surface, the Secchi depth, and at the sediment-water interface). Samples were taken bimonthly during 2010. Spearman correlation analysis was used to examine the relationship between biotic and abiotic variables, and then principal components and cluster analyses were used to study the relationship between these factors and the variability observed among the various sampling sites, dam depths, and periods of observation. The analyses showed a strong correlation between factors such as rainfall, heterotrophic bacteria, conductivity, turbidity, and phosphorus, indicating the influence of seasonality in cultivated areas. It was observed that the variations between the sampling sites were more significant (p < 0.01) than in the water column for most of the variables, probably due to the particular characteristics of each sample point and its shallow water column.

agricultural activities; water resources; multivariate statistics


  • AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION - APHA. Standard methods for examination of water and wastewater 20. ed. Washington, 1998.
  • ANDRADE, E. M.; PALÁCIO, H. A. Q.; CRISÓSTOMO, L. A.; SOUZA, I. H.; TEIXEIRA, A. S. Índice de qualidade de água, uma proposta para o vale do rio Trussu, Ceará. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 36, n. 2, p. 135-42, 2005.
  • ANDRADE, E. M.; ARAÚJO, L. F. P.; ROSA, M. F.; DISNEY, W.; ALVES, A. B. Seleção dos indicadores da qualidade das águas superficiais pelo emprego da análise multivariada. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 27, n. 3, p. 683-690, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-69162007000400011
  • ARAÚJO, G. C.; ZEILHOFER, P. Padrões espaciais da qualidade da água na Bacia do Rio Cuiabá e Rio São Lourenço - Mato Grosso. Hygeia, Uberlândia, v. 7, n. 13, p. 55-70, 2011.
  • BAMBI, P.; DIAS, C. A. A.; PINTO-SILVA, V. Produção primária do fitoplâncton e as suas relações com as principais variáveis limnológicas na baía das pedras, Pirizal Nossa Senhora do Livramento, Pantanal de Poconé MT. UNICiências, Cuiabá, v. 12, p. 47-64, 2008.
  • BARBOSA, J. E. L. Dinâmica do fitoplâncton e condicionantes limnológicos na escala de tempo (nictimeral/sazonal) e de espaço (horizontal/vertical) no açude Taperoá II: trópico semi-árido nordestino. 2002. 201f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2002.
  • BENGRAINE, K.; MARHABA, T. F. Using principal component analysis to monitor spatial and temporal changes in water quality. Journal of Hazardous Materials, v. 100, n. 1/3, p. 179-195, 2003. http://dx.doi.org/10.1016/S0304-3894(03)00104-3
  • BOLLMANN, H. A.; CARNEIRO, C.; PEGORINI, E. Qualidade da água e dinâmica de nutrientes. In: ANDREOLI, C. V.; CARNEIRO, C. Gestão integrada de mananciais de abastecimento eutrofizados Curitiba: SANEPAR, 2005. p. 213-270.
  • BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Resolução nº 357, de 17 março 2005 Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Brasília, 2005. 23 p.
  • CARVALHO, A. R.; SCHLITTLER, F. H. M.; TORNISIELO, V. L. Relações da atividade agropecuária com parâmetros físicos químicos da água. Química Nova, São Paulo, v. 23, n. 5, p. 618-622, 2000. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40422000000500009
  • CASSOL, E. A.; DENARDINI, J. E.; KOCHMANN, R. A. Sistema plantio direto: evolução e implicações sobre a conservação do solo e da água. In: SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIÊNCIA DO SOLO. Tópicos em ciência do solo Viçosa, 2007. p. 333-370.
  • COMPANHIA E TECNOLOGIA E SANEAMENTO AMBIENTAL - CETESB. Norma Técnica L5.306: determinação de pigmentos fotossintetizantes: Clorofila-a, b, c e Feofitina-a. São Paulo, 1990. 22 p.
  • ESTEVES, F. Fundamentos da limnologia. Rio de Janeiro: Interciência/FINEP, 2011. 771p.
  • INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. 2011. Disponível em: <www.ibge.gov.br>. Acesso em: 05 junho 2011.
    » link
  • MARTINAC, B.; SAIMI, Y.; KUNG, C. Ion channels in microbes. Physiological Reviews, Bethesda, v. 88, n. 4, p. 1449-1490, 2008. http://dx.doi.org/10.1152/physrev.00005.2008
  • MATO GROSSO. Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral - SEPLAN. Zoneamento sócio-econômico-ecológico do estado de Mato Grosso Cuiabá, 2000.
  • MEIRELES, A. C. M.; ANDRADE, E. M.; FRISCHKORN, H.; CHAVES, L. C. G.; CRISÓSTOMO, L. A. Identificação dos principais constituintes da salinidade da água no Rio Acaraú. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS HIDRICOS, 16., 2005, João Pessoa. Anais... João Pessoa: ABRH, 2005. 1 CD-ROM.
  • MOAT, A. G.; FOSTER, J. W.; SPECTOR, M. P. Microbial physiology New York: Wiley-Liss Publication, 2002. 714 p.
  • MOITA NETO, J. M.; MOITA, G. C. Uma introdução à análise exploratória de dados multivariados. Química Nova, São Paulo, v. 21, n. 4, p. 467-469, 1998. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40421998000400016
  • MORAIS, E. B.; TAUK-TORNISIELO, S. M.; VENTORINI, S. H. Impacto de atividades agropecuárias na qualidade das águas do rio Cabeça, na bacia do rio Corumbataí. Holos Environment, Rio Claro, v. 12, n. 1, p. 45-57, 2012.
  • NASCIMENTO, R. F. F.; ALCÂNTARA, E; KAMPEL, M.; STECH, J. L. Caracterização limnológica do reservatório hidrelétrico de Itumbiara, Goiás, Brasil. Revista Ambiente & Água, Taubaté, v. 6, n. 2, p. 143-156, 2011. http://dx.doi.org/10.4136/ambi-agua.191
  • NETO, M. S. S.; ALVEZ, R.; FIGUEIREDO, A. C.; HINO, K. Caracterização hidrogeoquímica da bacia do rio Manso-Cuiabá, Mato Grosso. Acta Limnológica Brasiliensia, Rio Claro, v. 6, p. 230-44, 1993.
  • NOGUEIRA, E. N.; DORES, E. F. G. C.; PINTO, A. A.; AMORIM, R. S. S.; RIBEIRO, M. L.; LOURENCETTI, C. Currently used pesticides in water matrices in central-western Brazil. Journal of the Brazilian Chemical Society, ahead of print Epub Aug 07, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-50532012005000008
  • PÉREZ, G. A. R.; RESTREPO, J. J. R. Fundamentos de limnología neotropical. 2. ed. Medellín: Editora da Universidade de Antioquia, 2008. 413 p.
  • SHRESTHA, S.; KAZAMA, F. Assessment of surface water quality using multivariate statistical techniques: a case study of the Fuji river basin, Japan. Environmental Modelling & Software, Maryland Heights, v. 22, n. 4, p. 464-475, 2007. http://dx.doi.org/10.1016/j.envsoft.2006.02.001
  • TUNDISI, J. G. Água no século XXI: enfrentando a escassez. São Carlos: RIMA/IIE. 2005. 248 p.
  • TUNDISI, J. G; MATSUMURA-TUNDISI, T. Limnologia. São Paulo: Oficina de Textos, 2008. 631p.
  • TOLEDO, L. G.; NICOLELLA, G. Índice de qualidade de água em microbacia sob uso agrícola e urbano. Scientia Agrícola, Piracicaba, v. 59, n. 1, p. 181-186, 2002. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162002000100026
  • VASCO, A. N.; BRITTO, F. B.; PEREIRA, A. P. S.; MÉLLO JÚNIOR, A. V. M.; GARCIA, C. A. B.; NOGUEIRA, L. C. Avaliação espacial e temporal da qualidade da água na sub-bacia do rio Poxim, Sergipe, Brasil. Revista Ambiente & Água, Taubaté, v. 6, n. 1, p. 118-130, 2011. http://dx.doi.org/10.4136/ambi-agua.178
  • VEGA, M.; PARDO, R.; BARRADO, E.; DEBAN, L. Assessment of seasonal and polluting effects on the quality of river water by exploratory data analysis. Water Research, Maryland Heights, v. 32, n. 12 p. 3581-3592, 1998. http://dx.doi.org/10.1016/S0043-1354(98)00138-9
  • WANG, X. L.; LU, Y. L.; HAN, J.Y.; HE, G. Z.; WANG, T. Y. Identification of anthropogenic influences on water quality of rivers in Taihu watershed. Journal of Environmental Science, Maryland Heights, v. 19, n. 4, p. 475-481, 2007. http://dx.doi.org/10.1016/S1001-0742(07)60080-1
  • ZHOU, T.; WU, J.; PENG, S. Assessing the effects of landscape pattern on river water quality at multiple scales: a case study of the Dongjiang River watershed, China. Ecological Indicators, Maryland Heights, v. 23, p. 166-175, 2012. http://dx.doi.org/10.1016/j.ecolind.2012.03.013
  • ZIMMERMANN, C. M.; GUIMARÃES, O. M.; PERALTA-ZAMORA, P. G. Avaliação da qualidade do corpo hídrico do rio Tibagi na região de Ponta Grossa utilizando análise de componentes principais (PCA). Química Nova, v. 31, n. 7, p. 1727-1732, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40422008000700025

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    16 Set 2014
  • Data do Fascículo
    Jun 2012
Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas (IPABHi), Estrada Mun. Dr. José Luis Cembranelli, 5000, Taubaté, SP, Brasil, CEP 12081-010 - Taubaté - SP - Brazil
E-mail: ambi.agua@gmail.com