Dias trabalháveis para o manejo do solo em função da chuva e da disponibilidade hídrica do solo em diferentes regiões brasileiras

Working days for soil management as a function of rainfall and soil moisture in different Brazilian regions

Resumos

O uso de maquinário nos sistemas agrícolas está se tornando cada vez mais intensivo levando à compactação ou degradação dos solos quando o manejo desses é feito em condições inadequadas, o que vem contribuindo para o decréscimo das produtividades agrícolas. Com base nisso, o objetivo deste trabalho foi definir os períodos do ano mais apropriados para a realização das operações mecanizadas de preparo de solo em algumas localidades brasileiras onde a agricultura é atividade de relevante impacto econômico. Foram utilizados dados históricos diários de chuva e temperatura do ar das localidades de Piracicaba, SP, Passo Fundo, RS, Londrina, PR, e Dourados, MS. As condições eram consideradas favoráveis ao preparo do solo quando o dia apresentava chuva diária menor do que 5 mm e o armazenamento relativo de água do solo entre 40 e 90% da capacidade de água disponível, sendo este último determinado por meio do balanço hídrico sequencial diário empregando-se o modelo de Thornthwaite e Mather (1955), para uma capacidade de água disponível de 100 mm, valor representativo dos solos dessas regiões. A partir da cadeia de Markov foram calculadas as probabilidades condicionais, com as quais se determinou os dias consecutivos aptos às atividades mecanizadas em cada decêndio ao longo do ano, sendo, portanto, uma ferramenta importante para o planejamento dos períodos mais adequados ao emprego de máquinas para o preparo e manejo do solo. A variabilidade anual das chuvas e do armazenamento de água no solo permitiu identificar os períodos do ano com favorabilidades baixa, média e alta às operações com máquinas para o preparo e manejo do solo. Dentre as localidades analisadas houve predomínio do número médio de dias trabalháveis entre 11 e 20 dias na grande maioria dos meses, exceto para Londrina onde houve uma maior predominância de um baixo número de dias trabalháveis ao longo do ano, ou seja, com até 10 dias.

probabilidades simples e condicionais; cadeia de Markov; preparo do solo


The use of machinery in agriculture is increasing. This leads to soil compaction or degradation when the machinery is operated under inappropriate soil conditions, which in turn results in decreasing crop yields. Therefore, the aim of this study was to identify the periods of the year when it is appropriate to use machinery for soil management, as a function of rainfall and soil moisture, in traditional agricultural regions in southern Brazil. The study used daily rainfall and air temperature data from Piracicaba, SP, Passo Fundo, RS, Londrina, PR and Dourados, MS, Brazil. Favorable conditions were calculated considering daily rainfall lower than 5 mm and soil moisture between 40 and 90% of soil water holding capacity. Daily soil water balance was calculated by the Thornthwaite and Mather (1955) method, for a soil water holding capacity of 100 mm, which represents the main soils of the studied regions. The Markov chain was applied and used to calculate the conditional probabilities which were used for estimating the sequential working days in each ten-day period throughout the year. The working days technique is an important tool for determining the most appropriate periods of the year for soil management. The annual rainfall and soil moisture variability was used to identify the periods of the year with low, medium and high suitability for soil management. For the assessed locations, there was a predominance of 11 to 20 working days per month, except for Londrina where up to 10 working days per month predominated.

simple and conditional probabilities; Markov chain; soil management


  • ARAUJO, M. A.; TORMENA, C. A.; SILVA, A. P. Propriedades físicas de um latossolo vermelho distrófico cultivado e sob mata nativa. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 28, n. 2, p. 337-345, 2004. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832004000200012
  • ASSIS, F. N.; VILLA NOVA, N. A. Modelagem da ocorrência e da quantidade da chuva em Piracicaba. Scientia Agricola, v. 51, n. 3, p. 172-182, 1995.
  • ATAÍDE, L. T.; CARAMORI, P. H.; RICCE, W. S.; SILVA, D. A. B.; SOUZA, J. R. P. The probability of potentially useful work days during the year in Londrina. Semina, v. 33, n. 6, p. 2215-2226, 2012. http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n6p2215
  • AVIAD, Y.; KUTIEL, H.; LAVEE, H. Variation of Dry Days Since Last Rain (DDSLR) as a measure of dryness along a Mediterranean - Arid transect. Journal of Arid Environments, v. 73, n. 6/7, p. 658-665, 2009. http://dx.doi.org/10.1016/j.jaridenv.2009.01.012
  • BLAIN, G. C.; PIEDADE, S. M. S.; CAMARGO, M. B. P.; GIAROLLA, A. Distribuição temporal da precipitação pluvial mensal observada no posto meteorológico do Instituto Agronômico, em Campinas, SP. Bragantia, v. 66, n. 2, p. 347-355, 2007.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052007000200019
  • CAMARGO, A. P.; MARIN, F. R.; SENTELHAS, P. C.; PICINI, A. G. Ajuste da equação de Thornthwaite para estimar a evapotranspiração potencial em climas áridos e superúmidos, com base na amplitude térmica diária. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v. 7, n. 2, p. 251-257, 1999.
  • CAMILOTTI, F.; ANDRIOLI, I.; DIAS, F. L. F.; CASAGRANDE, A. A.; SILVA, A. R.; MUTTON, M. A. et al. Efeito prolongado de sistemas de preparo do solo com e sem cultivo de soqueira de cana crua em algumas propriedades físicas do solo. Engenharia Agrícola, v. 25, n. 1, p. 189-198, 2005. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-69162005000100021
  • CHEN, G.; WEIL, R. R. Root growth and yield of maize as affected by soil compaction and cover crops. Soil and Tillage Research, v. 117, p. 17-27, 2011. http://dx.doi.org/10.1016/j.still.2011.08.001
  • COSTA, F. S.; ALBUQUERQUE, J. A.; BAYER, C.; FONTOURA, S. M. V.; WOBETO, C. Propriedades físicas de um Latossolo Bruno afetadas pelos sistemas plantio direto e preparo convencional. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 27, n. 3, p. 527-535, 2003. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832003000300014
  • ERTHAL, L. C.; SENTELHAS, P. C. Probabilidade da sequência de dias secos em Campinas (SP) como subsídio ao planejamento do uso de máquinas agrícolas. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROMETEOROLOGIA, 9., 1995, Campinas Grande, PB. Anais... Campina Grande: CCT/UFPb; Sociedade Brasileira de Agrometeorologia, 1995. p. 409-411.
  • FIETZ, C. R.; URCHEI, M. A.; FRIZZONE, J. A. Probabilidade de ocorrência de déficit hídrico na região de Dourados, MS. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 5, n. 3, p. 558-562, 2001. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662001000300031
  • GABRIEL, K. R.; NEUMANN, J. A. Markov chain model for daily rainfall occurrences at Tel Aviv. Quarterly journal of the Royal Meteorological Society, n. 88, p. 90-95, 1962. http://dx.doi.org/10.1002/qj.49708837511
  • GOMES, A. A.; MUSSURY, R. M.; SCALON, S. P. Q.; WATTHIER, F.; CUNHA, K. A. A.; SCALON FILHO, H. Avaliação do impacto da fragmentação     de florestas nativas sobre a mesofauna edáfica na região de Dourados-MS. Ciência e Agrotecnologia, v. 31, n. 3, p. 612-618, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542007000300003
  • HEMMAT, A.; TAHMASEBI, M.; VAFAEIAN, M.; MOSADDEGHI, M. R. Relationship between pre-compaction stress and shear strength under confined and semi-confined loadings for a sandy loam soil. Biosystems Engineering, v. 102, p. 219-226, 2009. http://dx.doi.org/10.1016/j.biosystemseng.2008.11.001
  • MARCUZZO, F. F. N.; MELO, D. C. R.; COSTA, H. C. Sazonalidade e distribuição espaço-temporal das chuvas no bioma do Cerrado do Estado do Mato Grosso do Sul. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v. 17, p. 77-86, 2012.
  • MARTIN-VERTEDOR, A. I.; DODD, I. C. Root-to-shoot signalling when soil moisture is heterogeneous: increasing the proportion of root biomass in drying soil inhibits leaf growth and increases leaf abscisic acid concentration. Plant, Cell and Environment, v. 34, p. 1164-1175, 2011. http://dx.doi.org/10.1111/j.1365-3040.2011.02315.x
  • OLIVEIRA, G. C.; DIAS JÚNIOR, M. S.; RESCK, D. V. S.; CURI, N. Alterações estruturais e comportamento compressivo de um Latossolo Vermelho distrófico argiloso sob diferentes sistemas de uso e manejo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 38, n. 2, p. 291-299, 2003. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2003000200017
  • ROBERTSON, G. W. Dry and wet spells Malaysia: Project Field Report, 1976. 28p.
  • ROWHANI, P.; LOBELL, D. B.; LINDERMAN, M.; RAMANKUTTY, N. Climate variability and crop production in Tanzania. Agricultural and Forest Meteorology, v. 151, p.449-460, 2011. http://dx.doi.org/10.1016/j.agrformet.2010.12.002
  • RÜCKNAGEL, J.; CHRISTEN, O.; HOFMANN, B.; ULRICH, S. A simple model to estimate change in precompression stress as a function of water content on the basis of precompression stress at field capacity. Geoderma, v. 177, p. 1-7, 2012. http://dx.doi.org/10.1016/j.geoderma.2012.01.035
  • SAMPAIO, S. C.; LONGO, A. J.; QUEIROZ, M. M. F.; GOMES, B. M.; VILAS BOAS, M. A.; SUSZEK, M. Estimativa e distribuição da precipitação mensal provável no Estado do Paraná. Acta Scientiarum, v. 28, n. 2, p.267-272, 2007.
  • SEVERIANO, E. C.; OLIVEIRA, G. C.; DIAS JUNIOR, M. S.; OLIVEIRA, L. F. C.; CASTRO, M. B. Pressão de preconsolidação e intervalo hídrico ótimo como indicadores de alterações estruturais de um latossolo e de um cambissolo sob cana-de-açúcar. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. 4, p. 1419-1427, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832008000400006
  • SILVA, R. V.; REINERT, D. J.; REICHERT, J. M.; SOARES, J. M. Fatores controladores da compressibilidade de um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico arênico e de um Latossolo Vermelho distrófico típico. I - Estado inicial de compactação. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 26, p. 1-8, 2002.
  • SOUZA, Z.M.; PRADO, R.M.; PAIXÃO, A.C.S.; CESARIN, L.G. Sistemas de colheita e manejo da palhada de cana-de-açúcar. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 40, n. 3, p. 271-278, 2005. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2005000300011
  • SPERA, S. T.; DENARDIN, J. E.; ESCOSTEGUY, P. A. V.; SANTOS, H. P.; FIGUEROA, E. A. Dispersão de argila em microagregados de solo incubado com calcário. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. especial, p. 2613-2620, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832008000700002
  • STRECK, N. A.; BURIOL, G. A.; HELDWEIN, A. B.; GABRIEL, L. F.; PAULA, G. M. Associação da variabilidade da precipitação pluvial em Santa Maria com a Oscilação Decadal do Pacífico. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 44, n. 12, p. 1553-1561, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2009001200001
  • TERAMOTO, E. R.; LEPSCH, I. F.; VIDAL-TORRADO, P. V. Relações solo, superfície geomorfológica e substrato geológico na microbacia do Ribeirão Martins (Piracicaba - SP). Scientia Agricola, v. 58, n. 2, p. 361-371, 2001. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162001000200021
  • THORNTHWAITE, C. W.; MATHER, J.R. The water balance Centerton: Drexel Institute of Tecnology, 1955. 104p. (Publications in climatology, 8, n .1).
  • WADT, P. G. S.; PEREIRA, J. E. S.; GONÇALVES, R. C.; SOUZA, C. B. C.; ALVES, L. S. Práticas de conservação de solo e recuperação de áreas degradadas. Rio Branco: EMBRAPA Acre, 2003. 29p. (Documentos EMBRAPA Acre 90).
  • ZANETTI, S. V.; SAMPAIO, S. C.; SILVESTRE, M. G.; BOAS, M. A.V.; URIBE-OPAZO, M. A.; QUEIROZ, M. M. F. Análise espacial da umidade do solo cultivado com soja sob dois sistemas de manejo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 11, n. 3, p. 239-247, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662007000300001

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    17 Set 2014
  • Data do Fascículo
    Set 2014

Histórico

  • Aceito
    17 Jun 2014
  • Recebido
    04 Maio 2014
Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas (IPABHi), Estrada Mun. Dr. José Luis Cembranelli, 5000, Taubaté, SP, Brasil, CEP 12081-010 - Taubaté - SP - Brazil
E-mail: ambi.agua@gmail.com