Accessibility / Report Error

Pantanal de Cáceres: composição granulométrica dos sedimentos de fundo no rio Paraguai entre a foz do rio Cabaçal e a cidade de Cáceres, Mato Grosso, Brasil

Pantanal of Cáceres: granulometric composition of bottom sediments in the Paraguay River between the outfall of the Cabaçal River and the city of Cáceres, Mato Grosso, Brazil

Resumos

O estudo teve como objetivo verificar a composição granulométrica dos sedimentos de fundo ao longo do perfil longitudinal no rio Paraguai entre a foz do rio Cabaçal e a cidade de Cáceres - Mato Grosso, sob as coordenadas geográficas 15º58'00'' e 16º50'00''- Latitude Sul e 57º40'00'' e 57º44'00'' Longitude Oeste. Foi realizado trabalho de campo para caracterização dos pontos e coleta dos sedimentos de fundo com o amostrador de mandíbulas tipo Van Veen (sete amostras); análise granulométrica com os métodos de pipeta e peneiramento (o método utiliza uma combinação de peneiração e sedimentação). O rio Paraguai apresenta estilo sinuoso com dois períodos distintos (inundações periódicas e de estiagem) que, associado à dinâmica fluvial, alterna os processos de erosão, transporte e deposição de forma perceptível a partir das mudanças no complexo paisagístico. Desta maneira, a concentração de areia na carga de leito transportada no canal (cinco amostras) está relacionada aos elementos ambientais e uso da terra. Os sedimentos finos são transferidos para as feições (baías e lagoas) e planície de inundação; a intensa dinâmica fluvial bem como o curso (área de deposição aluvial) contribui para mudanças no canal e feições morfológicas (capacidade de transporte e deposição de sedimentos).

dinâmica e fragilidade fluvial; questões ambientais; carga de fundo; análise textural


The objective of the study was to verify the granulometric composition of bottom sediments along the longitudinal profile of the Paraguay River between the outfall of the Cabaçal River and the city of Cáceres, Mato Grosso, comprised by the geographic coordinates 15º58'00'' and 16º50'00'' South Latitude and 57º40'00'' and 57º44'00'' West Longitude. Work activity was conducted to characterize the sites and sediments collection with Van Veen sediment sampler (seven samples); textural analysis of the sediments by the pipetting and sieving method (the method uses a combination of sieving and sedimentation). The Paraguay River exhibits a meandering style with two distinct periods (periodic flooding regime and drought) that associated with of bottom sediments alternate processes of erosion, transport and deposition from the discernible changes in the complex landscaping. Thus, the concentration of sand in the bed load transported in the channel (five samples) is related to environmental elements and land use. The fine sediments are transferred to the features (bays and ponds) and flood plain; the intense fluvial dynamics and the course (alluvial deposition areas) contribute to changes in channel and morphologic features (capacity transport and sediment depositions).

fluvial dynamics and fragility; environmental questions; bed load; particle size distribution


  • BAYER, M. Diagnóstico dos processos de erosão/assoreamento na planície aluvial do rio Araguaia, entre Registro do Araguaia (GO) e Cocalinho (MT). 2002. 126f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia - GO, 2002.
  • BAYER, M.; CARVALHO, T. M. Processos morfológicos e sedimentos no canal do rio Araguaia. Revista de Estudos Ambientais, v. 10, n. 2, p. 24-31, 2008.
  • BRASIL. Ministério de Minas e Energia. Secretaria Geral. Projeto RADAMBRASIL. Levantamentos dos recursos naturais, Folha SD 21 - Cuiabá. Rio de Janeiro, 1982. 448 p.
  • BÜHLER, B. F. Qualidade da água e aspectos sedimentares da bacia hidrográfica do rio Paraguai no trecho situado entre a baía do Iate e a região do Sadao, município de Cáceres (MT), sob os enfoques quantitativos e perceptivos. 2011. 140f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Instituto de Ciências Naturais e Tecnológicas, Universidade do Estado de Mato Grosso, Cáceres, 2011.
  • CAMARGO, L. (Org.). Atlas de Mato Grosso: abordagem socioeconômico-ecológica. Cuiabá: Entrelinhas, 2011. 96 p.
  • CARVALHO, N. O. Hidrossedimentologia prática Rio de Janeiro: CPRM, 1994. 372 p.
  • CARVALHO, T. M. Avaliação do transporte de carga sedimentar no médio rio Araguaia. Revista Geosul, v. 24. n. 47, p. 147-160, jan./jun. 2009.
  • EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Manual de métodos de análises de solos 2.ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA solos, 1997. 212 p.
  • FRANCO, A. L. A. Análise da dinâmica e estrutura de fluxo e da morfologia da confluência dos rios Ivaí e Paraná - PR/MS. 2007. 98f. Dissertação (Mestrado em Análise Geoambiental) - Universidade de Guarulhos, Guarulhos, 2007.
  • JUSTINIANO, L. A. A.; SOUZA, C. A. Evolução das margens e transporte de sedimentos no rio Paraguai entre a foz do rio Sepotuba e a foz do rio Cabaçal. In: SANTOS, J. E.; GALBIATI, C.; MOSCHINI, L. E. (Orgs.). Gestão e educação ambiental: água, biodiversidade e cultura. Vol. 3. São Carlos: Rima Editora, 2010. p. 62-89.
  • KUERTEN, S.; SANTOS, M. L.; SILVA, A. Variação das características hidrossedimentares e geomorfologia do leito do rio Ivaí - PR, em seu curso inferior. Revista Geociências, São Paulo, v. 28. n. 2, p. 143-151, 2009.
  • MORAIS, R. P. Mudanças históricas na morfologia do canal do rio Araguaia no trecho entre a cidade de Barra do Garças (MT) e a foz do rio Cristalino na ilha do Bananal no período entre as décadas de 60 e 90. 2002. 189f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia 2002.
  • PAES, R. J.; STEVAUX, J. C.; ETCHEBEHERE, M. L.; LELI, I. T. Dinâmica e morfologia do canal de confluência dos rios Paraná e Paranapanema pelo método do mapeamento temporal. Geografia, Londrina, v. 17. n. 2, p. 37-47, jul./dez. 2008.
  • QUEIROZ, F. L. L.; ROCHA, P. C. Avaliação de sedimentos do leito no canal Curutuba / planície fluvial do alto rio Paraná, Mato Grosso do Sul - Brasil. Revista AGB/TL, n. 11, p. 147-164, maio 2010.
  • RICCOMINI, C.; GIANNINI, P. C.; MANCINI, F. Rios e processos aluviais. In: TEIXEIRA, W.; TOLEDO, M. C. M.; FAIRCHILD, T. R.; TAIOLI, F. (Orgs.). Decifrando a Terra. São Paulo: Oficinas de textos, 2003. p. 191-210.
  • ROCHA, P. C. Dinâmica dos canais no sistema rio-planície fluvial do Alto rio Paraná, nas proximidades de Porto Rico - PR. 2002. 169f. Tese (Doutorado em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais) - Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2002.
  • ROSS, J. L. S.; FIERZ, M. S. M. Algumas técnicas de pesquisa em Geomorfologia. In: VENTURI, L. A. B. (Org.). Praticando geografia: técnicas de campo e laboratório. São Paulo: Oficina de Textos, 2009. p. 69-84.
  • SILVA, J. S. V.; ABDON, M. M. Delimitação do Pantanal brasileiro e suas sub-regiões. Revista PAB, v. 33, n. esp., p. 1703-1711, 1998.
  • SOUZA, C. A. Dinâmica do corredor fluvial do rio Paraguai entre a cidade de Cáceres e a Estação Ecológica da ilha de Taiamã-MT 2004. 173f. Tese (Doutorado em Geografia) - Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2004.
  • SOUZA, C. A.; LANI, J. L.; SOUSA, J. B. Questões ambientais: Pantanal mato-grossense. Cáceres: Unemat, 2009. 118 p.
  • SUGUIO, K.; BIGARELLA, J. J. Ambientes fluviais 2. ed. Florianópolis: Ed.UFSC/ UFPR, 1990. 183 p.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    16 Set 2014
  • Data do Fascículo
    Jun 2012
Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas (IPABHi), Estrada Mun. Dr. José Luis Cembranelli, 5000, Taubaté, SP, Brasil, CEP 12081-010 - Taubaté - SP - Brazil
E-mail: ambi.agua@gmail.com