Prevalência de distúrbios do sono em crianças de um hospital público em São Paulo

OBJETIVO: Investigar a prevalência de distúrbios do sono numa amostra de crianças de um hospital público da cidade de São Paulo, Brasil. MÉTODO: 330 crianças que compareceram ao laboratório clínico foram consecutivamente investigadas para a presença de distúrbios do sono, usando-se a Escala de Distúrbios do Sono para crianças. Foram consideradas variáveis como sexo, idade e classificação sócio econômica. RESULTADOS: Os distúrbios respiratórios do sono (DRS) mostraram alta prevalência (55%) em nossa amostra em relação aos dados encontrados na literatura. A prevalência de hiper hidrose do sono (HHS) foi de 27%. Meninos e crianças da faixa etária compreendida entre 7,1 e 11 anos apresentaram prevalências mais altas para distúrbios respiratórios do sono assim como crianças pertencentes às classificações sócio econômicas mais baixas, que também foram mais prevalentes para desordens da transição sono-vigília. CONCLUSÃO: Os distúrbios do sono foram altamente presentes em nosso estudo, principalmente DRS e HHS, que foram mais prevalentes nos meninos, comparados com a literatura internacional.

crianças; distúrbios do sono


Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO R. Vergueiro, 1353 sl.1404 - Ed. Top Towers Offices Torre Norte, 04101-000 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 5084-9463 | +55 11 5083-3876 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista.arquivos@abneuro.org