Conhecimento, atitudes e percepções sobre epilepsia no Sul do Brasil

Asdrubal Falavigna Alisson Roberto Teles Felipe Roth Maíra Cristina Velho Marcelo Ricardo Rosa Roxo Alexandre Luiz Dal Bosco Roberta Castilhos da Silva Tatiane Carrer Miguel Francisco de Lessa Medina Gustavo Salvati Cleiton Dahmer Maira Basso Viviane Maria Vedana Thaís Mazzocchin Gabriela Mosena Ricardo Gil Ribeiro Tiago Adami Siqueira Sobre os autores

OBJETIVO: Verificar o conhecimento e as atitudes sobre epilepsia na população de Caxias do Sul. MÉTODO: Foi aplicado um questionário sobre familiaridade com a doença, conhecimentos e atitudes diante de um portador de epilepsia a 832 moradores da cidade. As respostas foram analisadas em três grupos distintos: G1, não-universitários; G2, universitários até o segundo ano; e G3, universitários com mais de dois anos e graduados. RESULTADOS: Os universitários e graduados possuem melhor conhecimento sobre causas e tratamento da epilepsia. Além disso, esses entrevistados apresentam menos atitudes negativas para com o portador de epilepsia. Entretanto, uma boa parte desse grupo apresenta falta de alguns conhecimentos básicos sobre a doença. CONCLUSÃO: Há falta de informação à população brasileira sobre epilepsia. Campanhas educacionais devem ser realizadas no intuito de desmistificar alguns aspectos concernentes à epilepsia.

epilepsia; conhecimento; atitudes; questionários; Brasil


Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO R. Vergueiro, 1353 sl.1404 - Ed. Top Towers Offices Torre Norte, 04101-000 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 5084-9463 | +55 11 5083-3876 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista.arquivos@abneuro.org