Imagens pesadas em difusão e pineoblastoma: diagnóstico e acompanhamento

Emerson L. Gasparetto L. Celso Hygino da Cruz Jr Thomas M. Doring Bertha Araújo Mário Alberto Dantas Leila Chimelli Romeu C. Domingues Sobre os autores

Pineoblastomas são tumores incomuns da glândula pineal, os quais têm crescimento rápido e prognóstico reservado. Os autores objetivam relatar o caso de um homem de 43 anos de idade com uma massa na região pineal com realce pelo contraste, a qual demonstrou restrição da difusão nas imagens de ressonância magnética (RM) pesadas em difusão. A biópsia cirúrgica definiu o diagnóstico de pineoblastoma e o tratamento foi iniciado com radio e quimioterapia. Três meses mais tarde, a RM de controle demonstrou áreas sugestivas de necrose e não mais eram observadas áreas de restrição da difusão da água. O diagnóstico diferencial das massas na região pineal que podem apresentar restrição da difusão é discutido.

pineoblastoma; ressonância magnética; imagens pesadas em difusão


Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO R. Vergueiro, 1353 sl.1404 - Ed. Top Towers Offices Torre Norte, 04101-000 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 5084-9463 | +55 11 5083-3876 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista.arquivos@abneuro.org