Valor semiológico dos macrófagos hemáticos no líquido cefalorraquiano

Diagnostic value of macrophages in the cerebrospinal fluid

Foi estudado o líquido cefalorraquiano de 82 pacientes que apresentaram derrame de sangue no espaço subaracnóideo, com a finalidade de observar atentamente o comportamento dos macrófagos hemáticos durante o decurso da doença. As idades destes doentes variaram desde 24 horas até 80 anos. A análise deste material demonstrou que o macrófago eritrófago pode ser encontrado desde o 1º até o 30º dias do início do acidente hemorrágico. O macrófago com hemossiderina foi observado a partir do 6º dia do início do acidente hemorrágico, persistindo a possibilidade de sua observação em raros casos até o 70º dia. Desta forma o macrófago hemossiderófago é por vezes o único elemento patológico do exame do líquido cefalorraquiano que permite afirmar que ocorreu derrame de sangue no espaço subaracnóideo. Foi discutida a afirmação de que a presença do macrófago misto indique somente o sangramento repetido no espaço subaracnóideo. Em um recém-nascido com 24 horas de idade foi verificado liquor hemorrágico com a presença de macrófago com hemossiderina, denunciando uma hemorragia subaracnóidea que ocorrera durante a vida intra-uterina.


Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO R. Vergueiro, 1353 sl.1404 - Ed. Top Towers Offices Torre Norte, 04101-000 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 5084-9463 | +55 11 5083-3876 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista.arquivos@abneuro.org