Surdez neurosensorial súbita: relato de um caso clínico corroborando a teoria auto-imune

A surdez neurosensorial aguda (SNSA) é uma das doenças auto-imunes do ouvido interno caracterizada pela perda da audição acima de 30 decibéis, em pelo menos 3 freqüências audiométricas contíguas, no período máximo de 3 dias. Sua causa só é definida em 10 a 15% dos pacientes. Achados histopatológicos demonstram degeneração neuronal retrógrada e atrofia do órgão de Corti e da estria vascular. Relatamos o caso de uma paciente de média idade em tratamento de hipertireoidismo que apresentou SNSA bilateral. A paciente foi tratada com metil-prednisilona (1mg/kg/dia) durante três dias evoluindo para uma melhora considerável da audição. Este tratamento foi seguido de tuberculose pulmonar e renal. Discute-se o mecanismo imunológico desta entidade, e a possibilidade de participação cruzada do tipo antígeno, doença autoimune e infecção bacteriana.

surdez neurosensorial aguda; doença auto-imune; doença auto-imune da tireóide; tuberculose


Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO R. Vergueiro, 1353 sl.1404 - Ed. Top Towers Offices Torre Norte, 04101-000 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 5084-9463 | +55 11 5083-3876 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista.arquivos@abneuro.org