Occurrence of severe and moderate traumatic brain injury in patients attended in a Brazilian Teaching Hospital: epidemiology and dosage of alcoholemy

Os objetivos deste estudo são investigar aspectos da epidemiologia e identificar o uso de álcool em pacientes com traumatismo craniencefálico grave e moderado em maiores de 18 anos atendidos no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia. Encontrou-se alcoolemia positiva em 39,3% dos pacientes. Nos 33 exames positivos, foram observadas alcoolemias superiores a 60 mg/dL em 28 (84,6%). Não houve relação significativa entre os níveis de alcoolemia e a gravidade do trauma. Maior prevalência ocorreu aos sábados, no período noturno. Os tipos de causa externa mais frequentes foram os acidentes de transporte (64,74%), seguidos de quedas acidentais (17,27%) e de agressões (16,55%). Dos pacientes com alcoolemia positiva, 93,9% eram do sexo masculino, com maior prevalência dos 20 aos 29 anos. Dentre aqueles com alcoolemia positiva, 24,2% vieram a falecer, não havendo diferença significante com os pacientes com alcoolemia negativa (n=51) (p=0,93); RR= 0,9; IC95%=0,40-2,08.

álcool; traumatismo craniencefálico


Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO R. Vergueiro, 1353 sl.1404 - Ed. Top Towers Offices Torre Norte, 04101-000 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 5084-9463 | +55 11 5083-3876 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista.arquivos@abneuro.org