Accessibility / Report Error

Estudo histomorfométrico do sistema de fibras elásticas da artéria cerebral anterior no homem

O objetivo deste estudo foi o de quantificar a distribuição dos sistemas de fibras elásticas encontrados na parede da artéria cerebral anterior. O estudo foi baseado nos trabalhos de Glynn (1940) e Stehbens (1989) referentes a incidência e origem dos aneurismas cerebrais e estudos recentes sobre fibras elásticas. A artéria cerebral anterior foi dividida em três segmentos S1, S2 e S3; S1 corresponde ao segmento de origem da artéria cerebral anterior, S2 localizado entre a junção da artéria com o ramo comunicante anterior, e S3 ao segmento arterial ao nível da junção do rostro e joelho do corpo caloso; todos estes foram submetidos a procedimentos histológicos rotineiros . Foi realizado estudo histomorfométrico calculando-se a densidade linear dos componentes do sistema de fibras elásticas , que avalia o comprimento total de cada tipo de fibra em cada segmento analisado. Os dados obtidos foram calculados e as duas variáveis idade e densidade linear foram tratadas e correlacionadas estatisticamente através de métodos de regressão linear. Os resultados mostram de maneira geral um aumento da quantidade de fibras do sistema elástico com a idade e uma distribuição não homogênea destes sistemas na túnica média da artéria cerebral anterior. As fibras elaunínicas no entanto diminuem com a idade, sugerindo menor elasticidade do sistema, principalmente no segmento intermediário.

fibras elásticas; artérias cerebrais; artéria cerebral anterior; aneurisma


Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO R. Vergueiro, 1353 sl.1404 - Ed. Top Towers Offices Torre Norte, 04101-000 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 5084-9463 | +55 11 5083-3876 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista.arquivos@abneuro.org