Remissão completa de psicose epiléptica de paciente submetida a lobectomia temporal: relato de caso

Relatamos o caso de uma paciente que apresentava crises parciais complexas desde a idade de 15 anos, episódios psicóticos recorrentes desde os 35, evoluindo para psicose crônica interictal refratária, em quem investigação pela ressonância magnética (RM) revelou a presença de esclerose temporal mesial (ETM) direita. Após investigação abrangente (monitorização intensiva pelo vídeo-EEG, SPECT interictal e ictal e avaliação neuropsicológica incluindo teste de WADA), a paciente foi submetida a lobectomia temporal direita. Desde então, ela está sem crises e a sua psicose remitiu, persistindo apenas alguns traços de personalidade (religiosidade, viscosidade) que ela já apresentava anteriormente. Este caso dá suporte à idéia de que a lobectomia temporal pode ser uma medida terapêutica segura e eficaz para pacientes com ETM, epilepsia refratária e psicose epiléptica pós-ictal recorrente ou psicose epiléptica interictal com agravamento pós-ictal.

epilepsia; transtornos mentais; psicose; lobo temporal


Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO R. Vergueiro, 1353 sl.1404 - Ed. Top Towers Offices Torre Norte, 04101-000 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 5084-9463 | +55 11 5083-3876 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista.arquivos@abneuro.org