• Therapeutic ultrasound did not increase the mechanical properties of flexor tendons after their repair Artigo Original

    Romano, Cristiane Vitaliano Graminha; Barbieri, Cláudio Henrique; Mazzer, Nilton; Volpon, José Batista; Shimano, Antônio Carlos; Roncaglia, Frederico Balbão

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Estudo experimental idealizado para investigar as propriedades mecânicas de tendões flexores profundos de coelhos submetidos à tenotomia seguida de tenorrafia e aplicação precoce de ultra-som terapêutico com diferentes intensidades, em comparação com tendões submetidos somente à tenorrafia. MATERIAL E MÉTODOS: Quarenta e quatro coelhos foram divididos em quatro grupos experimentais de acordo com a aplicação do ultra-som. Todos foram submetidos a uma secção do tendão flexor profundo na zona 2 e imobilizados com uma órtese mantida durante todo o experimento. O grupo A recebeu tratamento ultra-sônico com uma intensidade de 1,4 W/cm², o grupo B com 0,6 W/cm², ambos no modo contínuo, o grupo C com 0,6 W/cm² SATA, no modo pulsado à 50% e o grupo D não recebeu tratamento ultra-sônico algum. A frequência ultra-sônica empregada foi de 1 MHz. Após a eutanásia os tendões foram dissecados e submetidos ao ensaio mecânico de tração e análise histológica qualitativa. As propriedades mecânicas avaliadas foram: força máxima, deformação na força máxima e rigidez. RESULTADO: Não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos experimentais. CONCLUSÃO: O ultra-som terapêutico não melhorou as propriedades mecânicas dos tendões flexores após reparo.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: Experimental study idealized to investigate the mechanical properties of deep flexor tendons of rabbits that underwent the tenotomy followed by tenorrhaphy and early application of therapeutic ultrasound with different intensities, in comparison to tendons submitted to tenorrhaphy only. MATERIAL AND METHOD: Forty-four rabbits were divided into four experimental groups according to the ultrasound application. They were all submitted to a section of deep flexor tendon in zone 2 and immobilized with an orthosis maintained throughout the experiment. Group A received ultrasonic treatment with an intensity of 1.4 W/cm², group B with 0.6 W/cm², both in continuous mode, group C with 0.6 W/cm² SATA, in pulsated mode at 50% and group D did not receive any ultrasonic treatment. The ultrasonic frequency employed was 1 MHz. After euthanasia, the tendons were dissected and submitted to the mechanical test of traction and qualitative histological analysis. The evaluated mechanical properties were: maximum force, deformation in maximum force and stiffness. RESULTS: There were no statistically significant differences among the experimental groups. CONCLUSION: Therapeutic ultrasound did not improve the mechanical properties of the flexor tendons after repair.
  • Outcomes of arthroscopic treatment for rotator cuff tears Artigo Original

    Ramos, Carlos Henrique; Sallum, João Said; Sobania, Roberto Luis; Borges, Luis Gustavo; Sola Junior, Wilson Carlos; Ribeiro, Leandro Yuji Pereira

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar os resultados do reparo artroscópico das rupturas do manguito rotador. MÉTODOS: Realizado estudo retrospectivo com avaliação dos resultados da técnica em 42 pacientes operados entre 2002 e 2006. O seguimento médio foi de 31 meses e a média de idade foi de 57 anos, sendo o lado dominante operado em 73,8% dos casos. Para avaliação foram usadas escalas de UCLA e Escala Visual Analógica da dor no pós-operatório. RESULTADOS: Os resultados foram satisfatórios em 85,7% (59,5% excelentes e 26,2% bons respectivamente) e insatisfatórios em 14,3% dos pacientes. Nos casos com lesões associadas, a mais frequente foi no tendão da porção longa do bíceps (57,1%). Associação com outras lesões não comprometeu o resultado. O mesmo aconteceu com relação a idade e tempo de acompanhamento pós-cirurgia. Quanto ao tamanho da lesão, diferença significativa ocorreu nos casos de lesões grandes e maciças demonstrando resultados inferiores em relação às pequenas e médias. A função foi inferior principalmente nos casos de lesão maciça. CONCLUSÃO: A reparação artroscópica das lesões do manguito rotador (MR) proporciona baixa morbidade cirúrgica e possibilita diagnóstico de lesões articulares associadas. O benefício do procedimento foi confirmado principalmente pela melhora significativa da dor, mesmo nos casos de lesões maiores.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To evaluate the results of arthroscopic treatment for rotator cuff tears. METHODS: A retrospective study was carried out demonstrating the results of this technique in 42 patients operated between 2002 and 2006. The mean follow-up was 31 months and average age was 57 years. The dominant limb was operated in 73.8% of cases. Function and pain were evaluated using criteria of UCLA Score System and Visual Analogic Scale respectively. RESULTS: The results were satisfactory in 85.7% (59.5% excellent and 26.2% good), with 14.3% unsatisfactory. The most frequent associated lesion was the long head of the biceps tendon (57.1%). Nevertheless, the presence of other lesions did not alter the end results. The same occurred in relation to age and follow-up period. When comparing large and massive tears with small and mid-sized ones, the first group had significantly inferior functional results. The function was worse in cases of massive tear. CONCLUSION: Arthroscopic rotator cuff repair provides lower surgical morbidity and intrarticular diagnosis of associated lesions in comparison to open surgery. The benefit of the procedure was confirmed mainly by pain relief, even in cases of more extensive lesions.
  • Relationship between the lateral patellofemoral ligament and the width of the lateral patellar facet Artigo Original

    Navarro, Marcelo Schmidt; Beltrani Filho, Carlos Augusto; Akita Junior, Jorge; Navarro, Ricardo Dizioli; Cohen, Moisés

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar a relação entre o comprimento e largura do ligamento patelofemoral lateral (LPFL) e a largura da faceta articular patelar lateral (FAPL) em cadáveres. A instabilidade patelofemoral está intimamente relacionada com a morfologia patelar e com a tensão das estruturas retinaculares laterais. Estudos evidenciam que quanto mais larga a faceta patelar lateral e quanto mais tenso o retináculo lateral, maior a propensão do desenvolvimento de uma enfermidade na articulação patelofemoral. MÉTODOS: Foram dissecados 20 joelhos em 20 cadáveres. Identificamos as peças quanto ao gênero, idade, lado dissecado, comprimento e largura do LPFL e a largura da FAPL. Foi utilizado o nível de significância estatística de 5% (0,050) e a aplicação da análise de correlação de Spearman. RESULTADOS: O LPFL apresentou em média 16,05 milímetros de largura (desvio-padrão 2,48) e 42,10 milímetros de comprimento (desvio-padrão 8,84). A largura da FAPL variou de 23 a 37 milímetros (média 28,1). A relação entre a largura da FAPL e a largura do LPFL é estatisticamente não-significante (p=0,271), enquanto que a relação entre a largura FAPL e o comprimento do LPFL é estatisticamente significante (p=0,009). CONCLUSÃO: O comprimento do LPFL e a largura FAPL apresentam valores inversamente proporcionais.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The aim of this study, with cadavers, is to evaluate the relationship between the width and length of the lateral patellofemoral ligament (LPFL) and the size of the lateral patellar articulate facet (LPAF). Patellofemoral instability is closely related to patellar morphology and the lateral retinacular layers. Studies evidence that the wider the lateral patellar facet and the more strained the lateral retinacule, the greater the tendency for development of pathology in the patellofemoral joint. METHODS: 20 knees were dissected in 20 cadavers. The parts were identified according to gender, age, dissected side, length and width of LPFL and width of LPAF. In order to carry out the statistical analysis we adopted the significance level of 5% (0.050) and also used Spearman's Coefficient of Rank Correlation. RESULTS: The LPFL presented a mean width of 16.05 millimeters (standard deviation 2.48) and 42.10 millimeters of length (standard deviation 8.84). The width of the LPAF varied from 23 to 37 millimeters (mean 28.1). It was observed that the relationship between the LPAF and LPFL widths is not statistically significant (p=0.271), whereas the relationship between the LPAF width and the LPFL length is statistically significant (p=0.009). CONCLUSION: The shorter the LPFL the greater the width of the LPAF.
  • Evaluation of ankle and knee movement pattern during maturation of normal gait Artigo Original

    Morais Filho, Mauro César; Reis, Renata Albertin dos; Kawamura, Cátia Myuki

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Descrever o padrão de movimento dos joelhos e tornozelos na fase de apoio em grupos etários diferentes, com a proposta de identificar como estes parâmetros comportam-se durante a maturação da marcha normal. MÉTODOS: Foram considerados como critérios de inclusão a ausência de patologias osteo-musculares e neurológicas, e a realização de exame tridimensional da marcha de forma voluntária e consentida. Os dados cinemáticos foram coletados durante a velocidade auto selecionada no grupo de 34 crianças com idade média de 9.7 + 2.7 anos e no grupo de 17 adultos com idade média 25 + 3.8 anos. As variáveis analisadas foram: 1) Flexão de joelhos ao contato inicial, 2) Primeiro pico de flexão dos joelhos no apoio, 3) Flexão mínima dos joelhos no apoio e 4) Dorsiflexão máxima dos tornozelos no apoio. Os dados obtidos foram comparados entre os grupos e submetidos à análise estatística. RESULTADOS: Os resultados mostraram que o grupo de crianças apresentou um maior grau de flexão de joelhos na fase de apoio, porém a dorsiflexão dos tornozelos foi similar à apresentada pelos adultos. CONCLUSÃO: Na amostra estudada, o padrão de movimento dos joelhos na fase de apoio foi diferente entre crianças (9.7 anos em média) e adultos (25 anos em média), o que sugere que o processo de maturação da marcha normal pode se prolongar até a segunda década de vida.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The purpose of this study was to evaluate the movement pattern of knee and ankle during stance phase in order to analyze the behavior of these parameters during gait maturation process. METHODS: Subjects without neuro-muscular diseases and with complete documentation at gait laboratory were included. Kinematics data were collected during self-selected speed in the children group (n =34) with mean age of 9.7 + 2.7 years and in the adult group (n =17) with mean age 25 + 3.8 years. The variables analyzed were 1) Knee flexion at initial contact 2) First peak knee flexion in stance 3) Minimum knee flexion in stance and 4) Peak of ankle dorsiflexion in stance. RESULTS: The results were compared and underwent statistical analysis. The children group showed higher knee flexion in stance than the adult group; however, dorsiflexion peak in stance did not present statically significant differences between groups. CONCLUSION: In the studied group, knee flexion during stance phase was different between children (mean age 9.7 years) and adults (mean age 25 years), which suggests that gait maturation process can last until the second decade of life.
  • Experimental study on the action of methylprednisolone on Wistar rats before spinal cord injury Artigo Original

    Marcon, Raphael Martus; Barros Filho, Tarcísio Eloy Pessoa de; Oliveira, Reginaldo Perilo; Cristante, Alexandre Fogaça; Taricco, Mário Augusto; Colares, Guilherme; Barbarini, Almir Fernando; Teixeira, William Gemio Jacobsen; Souza, Fabiano Inácio de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar os efeitos da metilprednisolona empregada previamente ao traumatismo medular, tanto em relação aos possíveis efeitos benéficos quanto às possíveis complicações associadas. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram utilizados 32 ratos Wistar, divididos em 4 grupos. Dois grupos receberam as drogas A (placebo) e B (metilprednisolona) imediatamente após a lesão. Outros 2 grupos receberam as mesmas drogas 4 horas antes da lesão. Todos foram avaliados por um período de 28 dias quanto à função locomotora e complicações associadas. RESULTADOS: Os 4 grupos foram comparados quanto ao peso e idade. Não foi encontrada diferença estatisticamente significante entre os grupos de estudos quanto às médias de peso e de idade. Na comparação entre os 4 grupos quanto às intercorrências foi encontrada diferença estatisticamente significante nos óbitos (p = 0,047), onde o grupo Droga B T0 apresentou proporção de óbitos (0%) significantemente menor do que a encontrada no grupo Droga B T-4 (55,6%). Não houve diferença estatística entre estres grupos quanto aos índides motores e quanto às complicações (p > 0,05 em todas as comparações). CONCLUSÕES: os animais tratados com metilprednisolona quatro horas antes do trauma apresentaram um número de óbitos significativamente maior quando comparados aos ratos tratados com a mesma droga após o trauma.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To evaluate the effects of methylprednisolone used prior to spinal injury, both in relation to possible beneficial effects and to possible associated complications. MATERIALS AND METHODS: The study subjects were 32 Wister rats, divided into 4 groups. Two groups received drugs A (placebo) and B (methylprednisolone) immediately after the injury. Another 2 groups received the same drugs 4 hours before the injury. They were all evaluated over a period of 28 days to verify locomotor function and associated complications. RESULTS: The 4 groups were compared in terms of weight and age. No statistically significant difference was found between the study groups in relation to mean weight and age. In the comparison of intercurrences among the 4 groups a statistically significant difference was found in deaths (p = 0.047), where the Drug B T-0 group exhibited a significantly lower proportion of deaths (0%) than that found in the Drug B T-4 group (55.6%). There was no statistical difference among these groups in terms of motor and complication rates (p > 0.05 in all the comparisons). CONCLUSIONS: the animals treated with methylprednisolone four hours before the injury trauma presented a significantly higher number of deaths than the rats treated with the same drug after the injury.
  • Bone cement and gentamIcin in the treatment of bone infection: background and in vitro study Artigo Original

    Azi, Matheus Lemos; Kfuri Junior, Mauricio; Martinez, Roberto; Paccola, Cleber Antonio Jansen

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Determinar as características de eluição da gentamicina. MÉTODO: 480mg de gentamicina foram adicionadas a 40g de cimento ósseo. Dez corpos de teste semelhantes foram produzidos e imersos individualmente em solução salina tamponada por 28 dias. Amostras dos dias 1, 2, 7, 14, 21 e 28 foram analisadas pelo método de imunofluorescência polarizada. RESULTADO: A maior parte da gentamicina foi liberada do cimento nas primeiras 24 horas. Uma queda gradual se deu do 2° ao 14° dia. No 28° dia, a maior parte das amostras não apresentava mais níveis detectáveis do antibiótico. CONCLUSÃO: A mistura liberou quantidades elevadas e em doses terapêuticas do antibiótico de forma previsível ate o décimo quarto dia.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To determine the elution characteristics of the antibiotic (gentamicin) mixed with bone cement. METHODS: 480mg of gentamicin was added to 40g of bone cement. Ten specimens were immersed in buffered saline solution for 28 days. Samples of days 1, 2, 7, 14, 21 and 28 were analyzed by the fluorescence polarization immunoassay method. RESULTS: Most of the gentamicin was eluted from the cement in the first 24 hours. A gradual downslide occurred between days 2 and 14. By the 28th day, there was no trace of the antibiotic. CONCLUSION: The mixture released high amounts of the antibiotic in a predictable (therapeutic) manner during at least fourteen days.
  • Treatment of forearm fractures in children and adolescents Artigo Original

    Nicolini, Alexandre Pedro; Jannarelli, Bruno; Gonçalves, Mario Henrique Lobão; Blumetti, Francesco Camara; Dobashi, Eiffel Tsuyoshi; Ishida, Akira

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: O tratamento e os desvios angulares tolerados nas fraturas diafisárias do antebraço em crianças evoca opiniões divergentes na literatura. Frente a esta indefinição, idealizamos este trabalho com o objetivo de avaliar transversalmente os métodos terapêuticos preferenciais para esta lesão durante o 39º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. MÉTODO: Foram respondidos 759 questionários (13% do total de inscritos). Abordamos os aspectos gerais da amostra estudada para traçar o perfil do ortopedista questionado. Foram expostas duas situações clínicas em indivíduos de 12 (CASO 1) e 5 anos (CASO 2), sendo apresentadas radiografias com fraturas do antebraço destes pacientes. Os dados obtidos foram compilados e submetidos à análise estatística. RESULTADO: O tratamento mais indicado no CASO 1 foi redução incruenta e fixação com fios de Kirschner (26%), enquanto no CASO 2 foi redução incruenta seguida de aparelho gessado (46%). CONCLUSÃO: Entre os ortopedistas com menos de 30 anos, a escolha por tratamentos menos invasivos e aceitação de maiores angulações prevaleceu para ambos os casos. Os traumatologistas aceitam menor angulação e tendem aos tratamentos invasivos, particularmente para o CASO 2. Já o ortopedista pediátrico opta por tratamentos menos invasivos e aceita maiores desvios angulares.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The treatment and the angular deviations tolerated in diaphyseal forearm fractures in children evoke divergent opinions in literature. In view of this controversy, we idealized this study to evaluate the preferred treatment methods for this injury, during the 39th Brazilian Congress on Orthopedics and Traumatology. METHODS: A total 759 questionnaires were answered (13% of total entrants). We addressed the general aspects of the study sample to obtain a profile of the orthopedic surgeons questioned. RESULTS: Two clinical subjects were presented, aged 12 (CASE 1) and 5 years old (CASE 2), along with radiographs depicting forearm diaphyseal fractures of these patients. Data was gathered and submitted to statistical analysis. The overall preferred treatment in CASE 1 was closed reduction and fixation with Kirschner wires (26%), while in case 2 it was closed reduction followed by plaster cast (46%). CONCLUSION: Among orthopedic surgeons less than 30 years old, the choice for less invasive treatments and greater acceptance of angular values prevailed in both cases. The traumatologists accepted lower angular values and tended towards more invasive treatments, particularly for CASE 2. On the other hand, the pediatric orthopedic surgeon prefers less invasive treatments and accepts greater angular deviations.
  • Anatomic study of lateral arm flap with retrograde flow Artigo Original

    Souza, Fabiano Inácio de; Saito, Mateus; Torres, Luciano Ruiz; Wei, Teng Hsiang; Mattar Junior, Rames; Zumiotti, Arnaldo Valdir

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Realizar estudo anatômico da artéria colateral média, analisando sua frequência, origem e possibilidade do emprego do retalho lateral do braço estendido com pedículo alongado em "Y-V" de fluxo retrógrado. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram dissecados treze braços de treze cadáveres do sexo masculino, extraindo-se o comprimento do úmero, origem da artéria colateral média, comprimento da artéria colateral média, da sua origem até a penetração no ventre lateral do tríceps, e o diâmetro da artéria. RESULTADOS: Observaram-se a presença da artéria colateral média em todos os membros, o comprimento médio do úmero foi de 31,89 cm. Em 61,5% dos casos, a artéria colateral média originou-se da artéria colateral radial posterior, enquanto que em 38,5% a origem foi da artéria braquial profunda. O comprimento da artéria colateral média variou de 3,2 a 6,8 cm (média de 4,97cm). O diâmetro médio foi de 1,27 mm. CONCLUSÃO: A artéria colateral média é constante, origina-se na maioria dos casos da artéria colateral radial posterior, tornando viável a aplicação clínica do retalho lateral do braço estendido com fluxo sanguíneo retrógrado com pedículo alongado em "Y-V".

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: to realize an anatomic study of middle collateral artery, analysing your frequency, origin and possibility of use of lateral flap in extended arm with prolongate pedicle in "Y-V" retrograde flow. MATERIALS AND METHODS: were dissected thirteen arms of thirteen male cadavers, extracting humerus length, origin of middle collateral artery, length of middle collateral artery, from your origin until the lateral triceps and the diameter of artery. RESULTS: were observed a presency of middle collateral artery in all members, the average leght of humerus was 31,89 cm. In 61,5% of cases, the middle collateral artery origined of the posterior radial collateral artery, while in 38,5% the origim was in the deep brachial artery. The length of the middle collateral artery was shade between 3,2 and 6,8 cm (average of 4,97). The diameter average was 1,27mm. CONCLUSION: the middle collateral artery was constant, in the greater number of cases the origin was in the posterior radial collateral artery, became viable the clinic apply of lateral arm flap extended with retrograde blood flow with prolongate pedicle in "Y-V".
  • Tibial diaphyseal fractures in children Artigo de Atualização

    Santili, Cláudio; Gomes, Caetano Maria de Oliveira; Akkari, Miguel; Waisberg, Gilberto; Braga, Susana dos Reis; Lino Junior, Wilson; Santos, Fabrício Guimarães

    Abstract in Portuguese:

    As fraturas da diáfise da tíbia nas crianças e adolescentes são lesões relativamente comuns e geralmente têm boa evolução com os métodos clássicos de tratamento conservador. Sua elevada frequência se deve ao alto grau de exposição da criança nas suas atividades físicas e também pela anatomia e topografia da tíbia, expondo-a ao trauma direto ou indireto. Algumas particularidades devem ser consideradas e respeitadas na sua abordagem, que compreendem aspectos atinentes à faixa etária, local de acometimento (se proximal ou distal), tipo de fratura e de terapêutica instituída. A vantagem anatômica do periósteo mais espesso e a relativa flexibilidade na acomodação de impactos angulares podem proporcionar na criança de menor idade, maior estabilidade e consequente tendência ao melhor prognóstico. Nas crianças maiores e nos adolescentes o grau de exposição a traumas de maior energia, a maior gravidade e complexidade das lesões têm tornado mais comum a estabilização cirúrgica. Complicações encontradas nessas fraturas nos adultos como infecção, retarde de consolidação e pseudartrose são muito menos frequentes nas crianças, mas o risco de instalação de síndromes compartimentais é uma eventualidade que requer atenção, principalmente nas condutas incruentas com imobilizações gessadas.

    Abstract in English:

    Tibial diaphyseal fractures in children and adolescents are relatively common injuries and often evolve with good results when treated through traditional methods of conservative treatment. Their elevated frequency is due to the high degree of exposure of children in physical activities and also to the topographic location, exposing them to direct or indirect trauma. The approach used should consider and respect some features regarding age, place of affection (whether proximal or distal), type of fracture and therapy. The anatomical advantage of a thicker periosteum and flexibility when submitted to angular impacts can provide younger children with greater stability and, consequently, increases their chances of a better prognosis than older children and adolescents. In the latter, the degree of exposure to high-energy trauma and the greater complexity and severity of injuries have caused the recent trend towards stabilization surgery to become more common. Frequent complications in the evolution of fractures in adults such as infection, delayed union and non-union are much less common in children, although the risk of occurrence of compartment syndrome is an event that requires attention, especially with plaster.
  • Treadmill with controlled speed for recording gait Artigo de Revisão

    Monte-Raso, Vanessa Vilela; Fonseca, Marisa de Cássia Registro; Mazzer, Nilton; Barbieri, Giuliano; Rosa, Rodrigo Cesar; Zamarioli, Ariane; Barbieri, Cláudio Henrique

    Abstract in Portuguese:

    Métodos histológicos e eletrofisiológicos de avaliação da regeneração dos nervos periféricos não provêem dados sobre o real estado funcional do membro interessado, mesmo em condições experimentais controladas. Alguns métodos de avaliação funcional têm sido propostos, mas a correlação entre seus resultados e aqueles dos métodos histológicos e eletrofisiológicos ainda não está perfeitamente estabelecida, o que demanda maiores investigações. Estas, por outro lado, necessitam do aprimoramento dos métodos de captação, armazenamento e processamento dos dados obtidos. Neste trabalho foi desenvolvido uma esteira para caminhada de animais com velocidade controlada para captação das pegadas de ratos submetidos a diferentes tipos de lesão dos nervos ciático, peroneiro e tibial, obtidas numa trilha de marcha captada por uma webcam acoplada a esteira e a um microcomputador capaz de armazenar as marchas filmadas para posteriormente serem digitalizadas para avaliação funcional. A esteira desenvolvida possibilita a captação e filmagem das marchas tendo sido testado em estudos experimentais em andamento sobre lesões do nervo ciático do rato, submetido a diferentes formas de tratamento. Também permite ao pesquisador a captação da marcha com velocidade contínua controlada e pré-estabelecida pelo pesquisador anulando algumas variáveis que possam prejudicar os resultados da pesquisa, além de permitir a visualização imediata da marcha.

    Abstract in English:

    Histological and electrophysiological methods for evaluation of peripheral nerve regeneration do not faithfully reproduce the functional index of limbs, even in controlled experimental conditions. Some methods of functional evaluation have been proposed, but their correlation to histological and electrophysiological data is not completely established, requiring more investigations with improvement of collection, management and processing of obtained data. In this study we developed a treadmill with controlled speed for recording footprint of rats submitted to different kinds of sciatic, fibular and tibial nerve lesions. The footprints were obtained on a walking track by means of a webcam connected to the treadmill and a computer with capacity to record the gait that will be submitted to functional evaluation. The developed treadmill allows the collection and filming of gaits and it has been tested in current experimental studies in rats with sciatic nerve lesion submitted to different kinds of treatment. The treadmill also enables researchers to record gait with constant, controlled and pre-established speed, with the possibility of direct visualization through the treadmill wall. In this manner, some variables that could damage the results of the research are resolved.
ATHA EDITORA Rua: Machado Bittencourt, 190, 4º andar - Vila Mariana - São Paulo Capital - CEP 04044-000, Telefone: 55-11-5087-9502 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: actaortopedicabrasileira@uol.com.br