Disfunção sexual e fatores associados relatados no período pós-parto

Juliana Bento de Lima Holanda Erika de Sá Vieira Abuchaim Kelly Pereira Coca Ana Cristina Freitas de Vilhena Abrão Sobre os autores

Objetivo

Estimar a prevalência e os fatores associados à disfunção sexual no período pós-parto.

Métodos

Estudo transversal com 200 puérperas que retomaram a vida sexual ativa. Os dados foram coletados, em local privado, por meio de entrevista e registrados em formulário contendo informações pertinentes a vida sexual das puerperas.

Resultados

Dentre as mulheres pesquisadas verificou-se que 33,5%, 76,0% e 43,5% apresentavam disfunções sexuais antes da gravidez, durante e após o parto, respectivamente. Os tipos de disfunção identificados com maior frequência foram a dispareunia, seguida do vaginismo, disfunção do desejo, orgásmica e excitação. Os fatores significativamente associados foram as religiões católica ou evangélica, o parto vaginal com sutura, a dispareunia durante a gravidez, o vaginismo antes da gravidez e uma jornada de trabalho além de 8 horas/diárias.

Conclusão

A prevalência das disfunções sexuais foi alta e os fatores associados foram: religião, jornada de trabalho, história prévia de disfunção e tipo de parto.

Comportamento sexual; Enfermagem obstétrica; Pesquisa em enfermagem; Disfunção sexual fisiológica; Período pós-parto; Questionários


Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo R. Napoleão de Barros, 754, 04024-002 São Paulo - SP/Brasil, Tel./Fax: (55 11) 5576 4430 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: actapaulista@unifesp.br