Adubação química, adubação orgânica e extrato pirolenhoso no desenvolvimento de mudas da palmeira areca bambu (Dypsis lutescens)

O efeito da utilização do extrato pirolenhoso (EPL) aplicado isoladamente e em mistura com adubação orgânica e química foi avaliado no desenvolvimento de mudas de areca bambu. Os tratamentos foram T1= sem adubação (testemunha); T2= T2= EPL 0,1%; T3= EPL 0,2%; T4= NPK-20-5-20; T5= NPK-20-5-20 + EPL 0,1%; T6= NPK-20-5-20 + EPL 0,2%; T7= torta de mamona; T8= torta de mamona + EPL 0,1% e T9= torta de mamona + EPL 0,2%. As soluções de EPL foram 0,1% e 0,2%, aplicados 100 mL por vaso, quinzenalmente. O adubo químico NPK 20-5-20 foi aplicado trimestralmente e a torta de mamona, adubo orgânico utilizado, foi aplicado mensalmente (ambos 40 g por vaso). A altura da planta, o número de folhas e o número de brotações foram avaliados após um ano do início do experimento. A adubação orgânica isolada e com adição de EPL (T7, T8 e T9) proporcionou maiores alturas de planta e maior número de folhas. A adubação orgânica com a adição de EPL 0,1 e 0,2% produziu mais brotos. Para todas as variáveis, a adubação química com e sem o EPL foram menos efetivas que a adubação orgânica com EPL e os tratamentos com EPL isoladamente foram menos efetivos que os tratamentos com adubação orgânica.

Palmae; nutrição; adubação


Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM Av. Colombo, 5790, bloco 40, 87020-900 - Maringá PR/ Brasil, Tel.: (55 44) 3011-4253, Fax: (55 44) 3011-1392 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: actaagron@uem.br