Carvão ativado e grafite para a micropropagação de Cattleya bicolor Lindl. e um duplo híbrido de orquídea 'BLC Pastoral Innocence'

Eliane Cristina Prizão Letícia de Menezes Gonçalves Maria Auxiliadora Milaneze Gutierre Claudete Aparecida Mangolin Maria de Fátima Pires da Silva Machado Sobre os autores

Nenhum estudo prévio tem investigado o uso de grafite como substituto do carvão ativado em orquídeas. No presente trabalho, concentrações diferentes de carvão ativado ou de grafite foram adicionadas ao meio KC para escurecer o meio de cultura e estimular a propagação in vitro de Cattleya bicolor e de um duplo híbrido de orquídea ('BLC Pastoral Innocence'). As plântulas foram inoculadas em meio KC sem reguladores de crescimento; os efeitos de concentrações de carvão ativado (0,0; 1,5; 3,0; 4,5; 6,0 and 7,5 g L-1) e de grafite (0,0; 1,5; 3,0; 4,5; 6,0 and 7,5 g L-1) foram testados separadamente. Foram inoculadas quinze plântulas em cada frasco e os experimentos foram conduzidos sob esquema de planejamento fatorial com dois fatores: meios de cultura e luminosidade; o meio de cultura com onze níveis (diferentes concentrações de grafite ou de carvão ativado) e luminosidade com dois níveis (fotoperíodo de 14h e iluminação contínua). Para cada combinação do nível fatorial foram feitas três repetições. Após seis meses de cultivo, foram registrados os números médios de brotos e raízes induzidos em cada concentração de carvão ativado e de grafite. O maior número de brotos nas plântulas de C. bicolor foi observado no meio contendo 6,0 e 7,5 g L-1 de grafite, e o maior número de raízes foi verificado no meio contendo 6,0 g L-1 de carvão ativado. No duplo híbrido o maior número de brotos e raízes foi observado no meio contendo 4,5 g L-1 de carvão ativado. O grafite não pode ser recomendado para substituir o carvão ativado.

carvão ativado; grafite; orquídeas; micropropagação


Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM Av. Colombo, 5790, bloco 40, 87020-900 - Maringá PR/ Brasil, Tel.: (55 44) 3011-4253, Fax: (55 44) 3011-1392 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: actaagron@uem.br