Comportamento de cabras leiteiras Saanen em ambiente enriquecido

Karina Aurora Rodrigues Gomes Jean Kaíque Valentim Sara Santana Ramos Lemke Gabriel Machado Dallago Ricardo Cruz Vargas André Luís da Costa Paiva Sobre os autores

RESUMO.

Objetivou-se com o presente trabalho avaliar o comportamento de cabras leiteiras da raça Saanen alojadas com ou sem a utilização da técnica de enriquecimento ambiental. Doze animais foram divididos em dois grupos iguais e designados a um dos seguintes tratamentos: baia com ou sem enriquecimento ambiental. Cinco objetos foram utilizados para enriquecer as baias: garrafa PET suspensa, garrafa PET solta no chão (ambas contendo milho como atrativo visual e auditivo), escova de limpeza fixada na parede, pneu suspenso e tronco de árvore para escalada. O comportamento das cabras foi avaliado por duas horas durante dez dias consecutivos e registrado por meio da amostragem focal instantânea durante intervalos de 10 minutos. Estatística descritiva foi calculada para os dados obtidos e criados gráficos de frequências. Animais em ambos os tratamentos tiveram frequências similares para os comportamentos relacionados ao consumo alimentar e autolimpeza. Entretanto, foi registrada maior frequência de estereotipias no tratamento sem enriquecimento ambiental. Foi observada maior interação com o objeto pneu suspenso, indicando a preferência dos animais pelo mesmo. Conclui-se que animais mantidos em ambiente enriquecido tiveram maior acervo comportamental e demonstraram maior preferência por determinados objetos.

Palavras-chave:
bem-estar animal; caprinocultura leiteira; enriquecimento ambiental; etologia; estereotipagem

Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM Av. Colombo, 5790, bloco 40, CEP 87020-900 , Tel. (55 44) 3011-4253, Fax (55 44) 3011-1392 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: actaanim@uem.br