Características da carcaça e da qualidade da carne de frango de corte alimentados com glicerina bruta proveniente do óleo de palma e de resíduos de óleo vegetal

RESUMO.

Um estudo foi conduzido para avaliar o efeito da glicerina bruta no peso de abate e nas características de carcaça de frangos de corte. Um total de 180 machos da espécie Ross-308 foram alocados em 3 tratamentos com 4 repetições, em um modelo randomizado. Os tratamentos de dieta eram: dieta sem a inclusão da glicerina bruta (T1), dieta com 5% de inclusão de glicerina bruta a partir de resíduos de óleo vegetal (T2), e dieta com 5% de inclusão da glicerina bruta retirada do óleo de palma (T3). No dia 42, vinte aves de cada tratamento foram escolhidas aleatoriamente para serem abatidas e determinar as características da carcaça. A partir do estudo, ambas as glicerinas brutas não afetaram o peso de abate e nem as características na carcaça, porém os frangos que receberam a glicerina bruta tiveram uma maior gordura abdominal (p < 0.001). A perda por gotejamento, perda no cozimento, pH, e a coloração da carne não foram influenciadas pelos dois tipos de glicerina, entretanto, a cor da pele foi afetada significantemente pela inclusão da glicerina do óleo de palma (p < 0.05). Além disso, a carne dos frangos que tiveram a inclusão da glicerina tiveram uma maior oxidação lipídica (p < 0.001). Como conclusão, as glicerinas brutas podem ser adicionadas à dieta de frangos de corte, no entanto, seu efeito no aumento da gordura e da oxidação lipídica deve ser considerados.

Palavras-chave:
derivados do biodiesel; peso de abate; oxidação lipídica

Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM Av. Colombo, 5790, bloco 40, CEP 87020-900 , Tel. (55 44) 3011-4253, Fax (55 44) 3011-1392 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: actaanim@uem.br