CONTRIBUIÇÕES PARA ABORDAGEM MUNICIPAL DA PEGADA HÍDRICA: ESTUDO DE CASO NO LITORAL DE SÃO PAULO

BRUNA VIEIRA WILSON SOUSA JUNIORSobre os autores

Resumo

Os avanços na gestão da água exigem o conhecimento da situação dos recursos hídricos como subsídio para definição de ações prioritárias para a conservação da água. Este trabalho teve como objetivo subsidiar o estabelecimento de uma abordagem municipal para a Pegada Hídrica a partir do estudo de caso de Caraguatatuba, com dados de 2012. Foram consideradas as pegadas hídricas: a) do sistema de água urbana; b) da produção de esgoto; c) da pecuária; e d) da água utilizada no meio rural. A Pegada Hídrica encontrada foi de 400 Mm³/ano, com uma contribuição de 85% da água cinza. Esse resultado mostrou que a maior pressão sobre a água advém da defasagem do sistema de esgoto em relação às demandas de uma população crescente. O estudo pode contribuir para o aprimoramento da metodologia da Pegada Hídrica com este recorte, permitindo estudos comparativos e subsidiando políticas de gestão das águas neste nicho sócio-político.

Palavras-chave:
Consumo hídrico; Caraguatatuba; Expansão urbana.

ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade Anppas / Revista Ambiente e Sociedade - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaambienteesociedade@gmail.com