THE EMOTIONAL DIMENSION OF RESISTANCE MOVEMENTS AGAINST DAMS1 1 . This article was developed thanks to the postdoctoral fellowship of the UNAM-DGAPA Program for Post-Doctoral Scholarships.

ALICE POMA Sobre o autor

Resumo

A resistência contra barragens representa experiências emocionais e transformadoras, que muitas vezes tem sido analisadas no nível macro e organizacional. O objetivo deste artigo é de apresentar uma análise no nível micro, por meio da dimensão emocional destas lutas no intuito de entender os pontos de vista dos moradores que defendem seus territórios. Tendo como referencia a literatura sobre emoção e movimentos sociais, e entrevistas em profundidade com pessoas que lutaram contra barragens na Espanha e no México, a analise foca em: 1) o papel do pertencimento ao lugar, que é elo relevante para entender as lutas ambientais e 2) no marco da injustiça e as emoções morais, que levam as pessoas a se envolver nestas lutas. O artigo se propõe mostrar que a analise da dimensão emocional é essencial para entender os processos socioculturais que levam as pessoas a defender seus territórios, e como estas experiências podem ser transformadoras.

Palavras-chave :
Resistência contra barragens; lutas ambientais; dimensão emocional; pertencimento ao lugar

ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade Anppas / Revista Ambiente e Sociedade - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaambienteesociedade@gmail.com