Detection and identification of TMV infecting tomato under protected cultivation in Paraná State

Durante uma inspeção em cultivos protegidos de tomate em Sapopema, Paraná, foram observadas anormalidades foliares em 90% das plantas, indicando possivelmente a existência de um problema de fitotoxidade causada por herbicidas. Todavia, os sintomas manifestados nas hospedeiras após os ensaios de inoculação mecânica revelaram que os sintomas estariam relacionados a uma infecção por Tobamovirus. As reações de RT-PCR com oligonucleotídeos específicos para uma região interna da proteína de movimento de dois vírus comuns em tomate, TMV e ToMV, resultaram na amplificação de um fragmento de 409 pares de bases, apenas com os oligonucleotídeos específicos para o TMV. Após o sequenciamento, os aminoácidos deduzidos apresentaram identidade de 100% quando comparados com as seqüências das proteínas de movimento de outros isolados do TMV, e 94% de identidade com seqüências do ToMV. A RT-PCR demonstrou ser um método eficiente para a rápida e conclusiva determinação da espécie viral envolvida na infecção do tomateiro. A seqüência parcial do genoma do isolado de TMV de Sapopema, está depositada no GenBank sob o número de acesso DQ173945, sendo esta a primeira seqüência genômica parcial de um isolado de TMV do Brasil, e conforme o nosso conhecimento, o primeiro isolado de TMV do Paraná a ter algumas de suas propriedades biológicas e moleculares determinadas. Um anti-soro policlonal foi produzido, o que permitirá futuros levantamentos da ocorrência de Tobamovirus nas principais áreas de cultivo de tomate do Paraná.


Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Rua Prof. Algacyr Munhoz Mader, 3775 - CIC, 81350-010 Curitiba PR Brazil, Tel.: +55 41 3316-3052/3054, Fax: +55 41 3346-2872 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: babt@tecpar.br