Randomly Amplified Polymorphic DNA of Trichoderma isolates and antagonism against Rhizoctonia solani

A técnica de RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA) foi utilizada para examinar a variabilidade genética em quatorze isolados de Trichoderma além de sua capacidade de antagonizar o fungo fitopatogênico Rhizoctonia solani usando pareamento in vitro, e a possível relação entre perfís de RAPD e agressividade dos isolados de Trichoderma a R. solani. Foram selecionados sete primers para os ensaios de RAPD, os quais produziram 197 bandas. Os dados foram introduzidos no programa de computador NTSYS (Numerical Taxonomy System, Applied Biostatistics)na forma de uma matrix binária, sendo construída uma matriz de similaridade utilizando-se o coeficiente de similaridade de DICE (SD) e baseado nos valores SD, pelo método de agrupamento UPGMA um dendrograma. Observou-se que o grau de similaridade das amostras que apresentaram melhor desempenho antagônico foi bastante baixo, em torno de 40%. Os resultados demonstraram que a variabilidade entre os isolados de Trichoderma é muito alta. Aparentemente não foi demonstrada nenhuma relação entre o perfil de RAPD obtido e o nível de antagonismo dos isolados de Trichoderma nem agrupamento em função da origem dos isolados ou substrato.


Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Rua Prof. Algacyr Munhoz Mader, 3775 - CIC, 81350-010 Curitiba PR Brazil, Tel.: +55 41 3316-3052/3054, Fax: +55 41 3346-2872 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: babt@tecpar.br