Accessibility / Report Error

Radionuclide imaging of musculoskeletal infection

Estudos através de imagens com o uso de radionuclídeos são rotineiramente usadas para avaliar pacientes suspeitos de terem infecção músculo-esquelética. A imagem óssea em tridimensional é facilmente avaliável, relativamente de baixo custo, e muito precisa na localização de alterações ósseas. Imagem com leucócito marcado poderia ser usada nos casos de "osteomielite com complicações" tais como infecção prostética articular. Esse teste também é útil na não suspeita clinica de osteomielite associada ao pé diabético tanto quanto nas junções neuropáticas. É sempre necessário, por outro lado, realizar imagem complementar da medula óssea para aumentar a precisão da imagem com leucócito marcado. Em contraste com outras regiões no esqueleto, imagem com leucócito marcado não é útil para diagnosticar osteomielite da coluna vertebral. Até agora, o gálio é o radionuclídeo preferido para essa condição e é um adicional utilizável para imagem por ressonância magnética. FDG-PET igualmente será importante na avaliação de infecção músculo-esquelética, especialmente osteomielite espinhal, e pode substituir o gálio para esse propósito.


Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Rua Prof. Algacyr Munhoz Mader, 3775 - CIC, 81350-010 Curitiba PR Brazil, Tel.: +55 41 3316-3052/3054, Fax: +55 41 3346-2872 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: babt@tecpar.br