Effects on microhymenopteran progeny of different host exposure periods (Chrysomya megacephala, Calliphoridae) to the parasitoid wasp Nasonia vitripennis (Hymenoptera: Pteromalidae)

Renata da Silva Mello Gonzalo Efrain Moya Borja Valéria Magalhães Aguiar Coelho Sobre os autores

Para testar a hipótese que longos períodos de exposição do hospedeiro ao parasitóide podem ocasionar o superparasitismo, o presente estudo teve como objetivo testar as conseqüências sobre o tempo de desenvolvimento do imaturo, a produtividade de parasitóides, razão sexual e taxa de parasitismo de Nasonia vitripennis criadas em pupas de Chrysomya megacephala. Cada pupa foi individualizada e alocada em um tudo de ensaio com uma fêmea de N. vitripennis por 24, 48, 72 ou 96 h, sob condições laboratoriais controladas. Foram realizadas 20 réplicas para cada período de exposição. ANOVA com significância de 5 % foi aplicada. A exposição de 72 h causou um aumento no tempo desenvolvimento. A média de emergência de parasitóides não variou significativamente entre os tempos de exposição. Houve um número significativamente maior de fêmeas e uma tendência ao desvio da razão sexual para fêmeas em todos os tratamentos. Foi verificado um aumento no número de pupas inviáveis com o aumento do tempo de exposição.


Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Rua Prof. Algacyr Munhoz Mader, 3775 - CIC, 81350-010 Curitiba PR Brazil, Tel.: +55 41 3316-3052/3054, Fax: +55 41 3346-2872 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: babt@tecpar.br