Morphological markers for microspore developmental stage in maize

A utilização do milho (Zea mays) na cultura de anteras é limitada devido ao baixo número de genótipos com alto potencial androgenético. A obtenção de micrósporos no estádio de desenvolvimento apropriado no início da cultura é um dos fatores cruciais para o sucesso do processo androgenético. Em genótipos brasileiros de milho não existem estudos relatando a correlação entre características citológicas e parâmetros morfológicos. Neste estudo, parâmetros morfológicos foram avaliados e associados com estádios específicos da microsporogênese em dois genótipos brasileiros de milho os quais foram semeados em diferentes locais (campo e câmara de crescimento). Para ambos os genótipos, as plantas crescidas na câmara de crescimento apresentaram atraso no desenvolvimento. O comprimento da espigueta e a razão comprimento da antera/comprimento da espigueta não são bons parâmetros uma vez que podem ser muito influenciados pelo ambiente. O comprimento da antera foi o melhor parâmetro para indicar o estádio de desenvolvimento do micrósporo. Todavia, variações entre genótipos e ambiente foram detectadas.


Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Rua Prof. Algacyr Munhoz Mader, 3775 - CIC, 81350-010 Curitiba PR Brazil, Tel.: +55 41 3316-3052/3054, Fax: +55 41 3346-2872 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: babt@tecpar.br